sábado, 25 de abril de 2015

O ANSEIO DA ALMA (SALMO 42).

Como o cervo anela pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus! A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face do meu Deus? (Sl.42.1,2).

Quem escreve este salmo é um dos descendentes de Corá, responsável pela liturgia do culto, no templo. Ao narrar este salmo ele descreve a alma humana anelando pela presença de Deus. Ele faz uma comparação do cervo, este quando perseguido foge a distância para não ser alcançado pelo predador. Estando distante, cansado e sedento, ele brama por água e corre até encontrar uma fonte. Assim como o cervo anela pelas correntes das águas assim também almeja a alma daquele que sente a necessidade de comunhão com Deus. Estando em opressão e perseguição, distante da Casa de Deus, sentindo falta do culto, do santuário, da comunhão e da adoração, o crente sente sede de Deus e clama por isso.

O CERVO.
Segundo o dicionário informal, Cervo é o nome de um animal mamífero, ruminante,
da da família dos Cervídeos, originário das florestas da Eu-
ropa, Ásia e Américas. Atinge até 1,5 metro de altura e vive
em rebanhos. Apresenta ¨dimorfoismo sexual¨ (VIDE) ,pois
só os machos possuem chifres.
O cervo também é chamado de corço ou veado.

ESTE SALMO DESCREVE ALGUÉM QUE ESTÁ SOFRENDO:

DESPREZO, ANGÚSTIA, OPRESSÃO E AFRONTA.

As minhas lágrimas servem-me de mantimento de dia e de noite, porquanto me dizem constantemente: Onde está o teu Deus? Quando me lembro disto, dentro de mim derramo a minha alma; pois eu havia ido com a multidão à Casa de Deus, com voz de alegria e louvor, com a multidão que festejava. Direi a Deus, a minha Rocha: Por que te esquecestes de mim? Porque ando angustiado por causa da opressão do inimigo? Como com ferida mortal em meus ossos, me afrontam os meus adversários, quando todo o dia me dizem: Onde está o teu Deus? (Sl.42.3,4,9,10).

DEPOIS DA LUTA VEM A VITÓRIA. A ESPERANÇA É RENOVADA.

Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei. Ele é a salvação da minha face e o meu Deus. Contudo, o SENHOR mandará de dia a sua misericórdia e de noite a sua canção estará comigo; a oração ao Deus da minha vida (Vers.11,8).

SENTINDO SEDE DE DEUS.

A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face do meu Deus? (Sl.42.2)
Este salmo expressa a alma que deseja ardentemente a presença de Deus. O salmista diz: A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. O crente devoto e sincero, ele tem sede de Deus. Ter sede de Deus é almejar sempre a sua presença, é buscá-lo em oração, é entregar-se inteiramente a Ele, é buscar na palavra de Deus o seu alimento cotidiano para alimentar a sua alma. Infelizmente, muitos estão perdendo este desejo e esta sede de Deus, estão distraídos com muitos entretenimento e esquecendo-se de buscar ao SENHOR e de valorizar as coisas sagradas. Mais que nunca, é preciso nos aproximarmos mais de Deus, o poeta e músico Asafe, diz no seu salmo: Mas, para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no SENHOR Deus, para anunciar todas as tuas obras (Sl.73.28). Amém!

CONCLUSÃO: 
Nesta vida estamos vulneráveis a muitas intempéries, ser abandonado pelos amigos e sentir-se desprezado por Deus, não é fácil. Muitas vezes a angústia bate forte, nos sentimos oprimidos e sem forças diante das circunstâncias, pensamos em desistir e declaramos: É o fim. Mas, é mentira do Diabo, Deus nunca nos despreza e nem nos abandona, Ele sempre está ao nosso lado. Há uma poesia na canção do cantor Sergio Lopes, que nos diz: 
Quando a gente não esquece o que passou
E não sente forças pra recomeçar
E reclama com o próprio coração
Nem dá tempo dele se recuperar
Bate um desespero com a agonia
De uma coisa que se acaba de perder
E perdemos quase sempre as esperanças
De voltar a ter vontade de viver
Mas existe alguém guardando Tua vida
Preparando um novo plano pra você
Que também se preocupa com Teu coração
Que faz tudo para não te ver sofrer
Tente lembrar
Se alguma vez Jesus te abandonou
Tente lembrar quantas vezes ele já te levantou.

domingo, 19 de abril de 2015

OLHANDO PELA JANELA.

Havia três fileiras de janelas, uma janela de frente para outra. Todas as portas e esquadrias eram quadradas, e as três fileiras de janelas de cada parede eram posicionadas exatamente em frente às fileiras de janelas da parede do outro lado (1Rs.7.4,5).

Janela geralmente é útil para trazer claridade e ventilação ao ambiente, através da luz solar e do vento. A janela também pode nos oferecer uma visão privilegiada; geralmente da janela podemos ver muitas coisas, principalmente se ela estiver numa posição muito alta. Há muitas citações de janelas na bíblia, umas com boas conotações e bons significados, e outras com maus conotações e maus significados. Exemplo: A janela da arca (Gn.6.16), para receber luz e ventilação, significa comunhão, comunicação. Janela de Raabe (Js.2.15,21). Onde foi posto o fio de escarlate; significa, livramento, escape, redenção. Janela de Daniel (Dn.6.10). Havia no quarto de Daniel, janelas abertas da banda de Jerusalém. Significa, intercessão, comunhão, confiança. Janelas do céu (Ml.3.10). Janela de bênçãos. Ao olharmos para ela, nos lembramos que o nosso Deus é Fiel  e Abençoador! A Ele seja a Glória e Honra para todo Sempre. Amém!

AS TRÊS JANELAS PROIBIDAS: 

1. JANELA DE MICAL. (Desprezo e desvalorização).

Entretanto, aconteceu que, entrando a Arca do SENHOR na Cidade de Davi, a filha de Saul, Milcal, contemplava tudo de uma janela. E, ao observar o rei Davi dançando e celebrando diante do SENHOR, ela o desprezou no seu coração (2Sm.6.16).
Mical, esposa de Davi, era fria e indiferente as coisas de Deus. Quando ela ouviu o alarido de festejo pela Arca da Aliança ter sido restituída a nação, ela olhou pela janela e reprovou a atitude do rei Davi, que estava pulando e dançando de alegria perante o SENHOR, pela grande vitória.
Ao olharmos para ela, nos lembramos que não podemos desprezar nem levantar a mão contra os ungidos de Deus. Está escrito: Não toqueis nos meus ungidos e não maltrateis os meus profetas (Sl.105.15). Tem muitos crentes nesta janela, vivem criticando, apontando, desprezando e falando mal dos servos de Deus e de seus ungidos. Janela muitas vezes é lugar de pessoas ociosas, desocupadas, que não tem o que fazer; gente que deixa de cuidar da sua vida e vai olhar e falar mal da vida dos outros. Sai da janela Mical, e vem se alegrar com Davi!

2. JANELA DE JEZABEL. (Hipocrisia e maldade).

Em seguida Jeú partiu para Jezreel. Assim que Jezabel tomou conhecimento disso, pintou os olhos, fez um penteado e ficou observando de uma janela do palácio. Quando Jeú passava pelo portão, ela gritou: “Está em paz, Zinri, assassino do seu próprio senhor?” Ele ergueu os olhos em direção à janela e bradou: “Quem dentre vós está do meu lado? Há alguém?” Dois ou três eunucos se inclinaram para ele. Então ordenou ele: Lançai-a abaixo! E eles, imediatamente, a atiraram para baixo; seu sangue salpicou a parede e os cavalos, que a pisotearam. A seguir, entrou Jeú e, depois de ter comido e bebido, ordenou: Ide ver aquela maldita e dai-lhe sepultura, pois é filha de rei”. Quando chegaram para sepultá-la, só encontraram o crânio, os pés e as mãos. Voltaram para contar isso a Jeú, que declarou: Esta é a palavra que o SENHOR falou por meio do seu servo Elias, o tesbita: No campo de Jezreel, os cães devorarão a carne de Jezabel; e os seus restos mortais serão espalhados em um terreno em Jezreel, como esterco no campo, de modo que ninguém será capaz de identificar: Esta é Jezabel (2Rs.9.30-37).

Ao olharmos para ela nos lembramos que não podemos agir com maldade, malícia e hipocrisia; pois isto parte de um coração dominado pelo pecado. Estamos proibidos por Deus de tais atitudes. 
O comandante Jeú liderou uma revolta contra a família real, na qual matou o filho de Jezabel, Jorão. Quando Jezabel soube da revolta pintou os olhos e adornou a cabeça, desafiando Jeú da janela do palácio. Este ordenou aos eunucos da rainha que a atirassem da janela, e Jezabel morreu, tendo o seu sangue atingido as paredes e os cavalos. Uns cães que por ali passavam devoraram o corpo da rainha. Depois de ter feito uma refeição no palácio, Jeú ordenou que a Jezabel fosse sepultada, dado que se tratava da filha de um rei. De acordo com o Segundo Livro de Reis, os servos do palácio apenas encontraram o crânio, os pés e as mãos da rainha. Por causa desta rainha o nome "Jezabel" encontra-se associado na cultura popular a uma mulher maldosa, sedutora e sem escrúpulos.
 
3. JANELA DE ÊUTICO. (Desatenção e indecisão).

Certo jovem chamado Êutico, que estava sentado numa das janelas, adormeceu profundamente durante o longo sermão de Paulo. Vencido pelo sono, caiu do terceiro andar. Quando tentaram erguê-lo, já estava morto. Contudo, descendo Paulo, debruçou-se sobre o rapaz e o abraçou, declarando: “Não vos alarmeis, pois sua alma vive!” Em seguida, subindo novamente, partiu o pão e comeu. Depois, continuou a pregar até o alvorecer, quando saiu para continuar sua jornada. Então conduziram vivo o rapaz e sentiram-se extremamente confortados (Atos.20.9-12).

O jovem Êutico estava desatento, dormindo na hora do culto, certamente olhando lá fora e dentro, mente dividida. Há pessoas na igreja assim, o corpo na igreja, mas a mente lá fora. Ao olharmos para ela, nos lembramos que não podemos servir a dois senhores, conforme está escrito em Mateus, 6.24. O grande problema é que tem crentes que insistem em continuar nesta janela.

Estar nestas janelas não há proveito nem edificação alguma. Deus nos proibi definitivamente em ficarmos nestas janelas, com tais atitudes que lhe desagrada.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

JESUS, O GRANDE VENCEDOR.

Eu Sou o primeiro e o último. Eu Sou o que vive; estive morto, mas eis que estou vivo por toda a eternidade! E possuo as chaves da morte e do inferno (Ap.1.17,18).

O nome JESUS é sinônimo de vitória; Jesus foi, é, e sempre será o grande vencedor. Jesus nunca perdeu uma batalha, ele venceu o mundo da sua época, ele venceu o mundo religioso, o mundo político, o mundo intelectual e o mundo espiritual. Nenhum dos grandes imperadores, reis, estadistas ou lideres religiosos podem ser igualados a JESUS, ele é único, incomparável e imbatível em toda a história. Ele é o primeiro e o último. Ele é o capitão da nossa salvação, ele é o autor e consumador da nossa fé, ele é o nosso grande campeão. Aleluia!

AS QUATRO GRANDES VITÓRIAS DE JESUS:

1. ELE VENCEU O MUNDO.

Tenho vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo (Jo,16.33).
Jesus venceu o mundo opositor, cético e materialista. O mundo como sistema ele é contrário a Deus, o humanismo quer prevalecer e tentar anular Deus. Na sua época, Jesus prevaleceu sobre todos os seus opositores e os venceu. Ele venceu o mundo religioso, o mundo político, o mundo intelectual e o mundo espiritual. O mundo como sistema sempre esteve e continua falido. Jesus venceu o mundo, e todos os que são nascidos de Deus e depositam sua fé nele, também vencerá. Está escrito: Porque todo aquele que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: A nossa fé (1Jo.5.4). O mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre (1Jo.2.17). Amém!

2. ELE VENCEU SATANÁS.

O Diabo fez de tudo para frustra os planos de Deus e destruir Jesus, uma das maiores batalha que Jesus travou contra Satanás foi no deserto, após ele ter jejuado 40 dias (Mt.4.1-11). Jesus nunca perdeu para Satanás, ele nunca precisou pedir revanche pra Satanás. Jesus venceu Satanás no seu nascimento, Jesus venceu Satanás durante o seu ministério, Jesus venceu Satanás na cruz, Jesus venceu Satanás quando ressuscitou, e vencerá mais uma vez quando Ele voltar em glória. Aleluia! Satanás é tão derrotado que ele não tem nem a chave da sua casa (inferno), as chaves da morte e do inferno estão nas mãos de Jesus. Ele disse: Eu Sou o primeiro e o último. Eu Sou o que vive; estive morto, mas eis que estou vivo por toda a eternidade! E possuo as chaves da morte e do inferno (Ap.1.17,18). Amém!

3. ELE VENCEU O INFERNO.

Satanás arregimentou todo o inferno durante o tempo em que Jesus esteve aqui na terra cumprindo sua missão. Os demônios fizeram de tudo, usando e possuindo as pessoas. Havia ações diabólicas e infernais por todas as partes onde Jesus passava, para tenta pegá-lo em contradição e desmoralizá-lo. Porém Jesus sempre venceu. Jesus venceu a morte e o inferno, Ele declarou quando apareceu para João na ilha de patmos: Eu Sou o primeiro e o último. Eu Sou o que vive; estive morto, mas eis que estou vivo por toda a eternidade! E possuo as chaves da morte e do inferno (Ap.1.17,18). Está escrito: Por isso, é que foi declarado: “Quando Ele subia em triunfo às alturas, levou cativos muitos prisioneiros e distribuiu dons aos homens”. O que significa “Ele subiu”, senão que também desceu às partes mais baixas da Terra? Aquele que desceu é o mesmo que semelhantemente subiu muito além de todos os céus, para preencher tudo o que existe (Ef.4.8-10). Jesus, venceu o inferno e declarou vitória também para a sua igreja; Ele disse a Pedro depois que ele confessou que Ele é o Filho de Deus: Pois também eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela (Mt.16.18). A chave do inferno está nas mãos de Jesus, ou seja, Ele tem total autoridade e domínio sobre o inferno. Aleluia!

4. ELE VENCEU A MORTE.

Eu Sou o que vive; estive morto, mas eis que estou vivo por toda a eternidade! E possuo as chaves da morte e do inferno (Ap.1.18).
Neste texto vemos Jesus como o vencedor da morte. Jesus foi morto e sepultado, mas ao terceiro dia ele ressuscitou. Isto significa dizer que mediante a sua vitória, ele também garante a nossa vitória.
Jesus é o vencedor da morte. Desde o começo do mundo o homem conhece a morte como um inimigo invencível. O homem tem tentado evitar a morte de várias maneiras, mas sempre chega o dia em que ele morre e é vencido pela morte. Jesus foi único que ressuscitou para nunca mais morrer. Ele derrotou a morte e o inferno para sempre. está escrito: “Devorada, pois, foi a morte pela vitória!” “Onde está, ó Morte, a tua vitória? Onde está, ó Morte, o teu aguilhão?” Porquanto, o aguilhão da Morte é o pecado, e o poder do pecado é a Lei. Contudo, graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo!” (1Co.15.54-57). Amém!
JESUS RESSUSCITOU AO TERCEIRO DIA Os inimigos de Jesus fizeram tudo o que puderam para evitar que Jesus ressuscitasse dos mortos. Uma grande pedra foi colocada à entrada do túmulo e este foi lacrado. Soldados foram mandados para guardar o túmulo a fim de não permitir que roubassem o corpo Todavia, todos os seus esforços foram inúteis. Ao terceiro dia o túmulo estava vazio. Jesus tinha ressuscitado. Depois da Sua ressurreição Jesus apareceu muitas vezes aos Seus discípulos. Eles lhes falaram. Tocaram-lhe com as mãos. Sabiam que era Jesus, que Ele estava vivo. Jesus tinha morrido, sido sepultado, vencido a morte. Agora Ele vivia para todo o sempre.

Copy and WIN : http://ow.ly/KNICZ
Desde o começo do mundo o homem conhece a morte como um inimigo invencível. O homem tem tentado evitar a morte, de várias maneiras, mas vem sempre o dia em que ele morre e a morte é vencedora. Neste texto vamos ver Jesus como o Vencedor da Morte. Vamos ver como Jesus foi morto por homens iníquos. Como foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia. Aprenderemos também o que significa para nós a Sua vitória sobre a morte.

Copy and WIN : http://ow.ly/KNICZ
Desde o começo do mundo o homem conhece a morte como um inimigo invencível. O homem tem tentado evitar a morte, de várias maneiras, mas vem sempre o dia em que ele morre e a morte é vencedora. Neste texto vamos ver Jesus como o Vencedor da Morte. Vamos ver como Jesus foi morto por homens iníquos. Como foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia. Aprenderemos também o que significa para nós a Sua vitória sobre a morte.

Copy and WIN : http://ow.ly/KNICZ
Desde o começo do mundo o homem conhece a morte como um inimigo invencível. O homem tem tentado evitar a morte, de várias maneiras, mas vem sempre o dia em que ele morre e a morte é vencedora. Neste texto vamos ver Jesus como o Vencedor da Morte. Vamos ver como Jesus foi morto por homens iníquos. Como foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia. Aprenderemos também o que significa para nós a Sua vitória sobre a morte.

Copy and WIN : http://ow.ly/KNICZ
Os inimigos de Jesus fizeram tudo o que puderam para evitar que Jesus ressuscitasse dos mortos. Uma grande pedra foi colocada à entrada do túmulo e este foi lacrado. Soldados foram mandados para guardar o túmulo a fim de não permitir que roubassem o corpo Todavia, todos os seus esforços foram inúteis. Ao terceiro dia o túmulo estava vazio. Jesus tinha ressuscitado. Depois da Sua ressurreição Jesus apareceu muitas vezes aos Seus discípulos. Eles lhes falaram. Tocaram-lhe com as mãos. Sabiam que era Jesus, que Ele estava vivo. Jesus tinha morrido, sido sepultado, vencido a morte. Agora Ele vivia para todo o sempre.

Copy and WIN : http://ow.ly/KNICZ

domingo, 5 de abril de 2015

AS MARCAS DE UM VERDADEIRO CRISTÃO.

Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristão (At.11.26).

Ser cristão é ser parecido com Cristo, será que as nossas atitudes e caráter correspondem ao de Cristo?
Muitos hoje tem o titulo de cristão, mas será que as nossas atitudes demonstram ao que verdadeiramente deve ser um cristão autêntico? Ser cristão só porque acredita em Jesus e frequenta uma igreja muitos são; porém o verdadeiro cristão deve ser parecido com Cristo, em seu caráter e atitudes.
A palavra cristão aparece apenas três vezes no texto sagrado: Em atos 11.26, atos 26.28, 1Pedro.4.15,16. Os discípulos foram chamados pela primeira vez de cristão na cidade de Antioquia, pelo fato de serem reconhecidos como seguidores de Cristo. Ser cristão para muitos virou moda, ser cristão não é moda é mudança de vida; muitos se dizem discípulos de Cristo, porém o seu testemunho e as suas atitudes não condiz com a postura de um verdadeiro cristão. Ter o titulo de cristão só porque faz parte de alguma denominação evangélica ou católica, muitos tem; ser cristão só porque carrega a bíblia e frequenta os cultos de uma igreja, também existem muitos. Porém o verdadeiro cristão procura seguir os passos de Jesus Cristo, e obedecer a sua palavra. Não são poucos os que estão vivendo um cristianismo de fachada, ao seu bel-prazer, dentro de sua própria conveniência. Muitos se tornaram cristãos nominais e estão dentro das igrejas (templos) vivendo de aparência. Atualmente existem muitos cristãos com atitudes de fariseu, eles são crentes e aparentam ser bons cristãos, mas na prática são vazios de Cristo.

CINCO CARACTERÍSTICAS QUE IDENTIFICAM UM VERDADEIRO CRISTÃO:

1. DISCÍPULO DE CRISTO.

Não é o discípulo mais do que seu mestre, nem é o servo mais do que o seu senhor. Basta ao discípulo ser como seu mestre, e ao servo ser como seu senhor. Se chamaram Belzebu ao pai de família, quanto mais aos seus domésticos? Mt.10.24,25.
O discípulo é aquele que segue e pratica os ensinamentos do seu mestre. O verdadeiro discípulo, além de seguir e praticar os ensinos do seu mestre, ele está disposto a sofrer e até morrer pela causa do mestre. Existe diferença entre o seguidor e o discípulo: O seguidor ele apenas segue e não tem compromisso direto com o mestre; Já o verdadeiro discípulo, além de seguir e praticar os ensinamento do mestre, ele é comprometido e estar disposto a defender e se possível até morrer por amor ao mestre.
Os seguidores não íntimos, os discípulos são. Está escrito: Assim, por meio de muitas parábolas semelhantes Jesus lhes comunicava a Palavra, conforme a medida das possibilidades de compreensão de seus ouvintes. E nada lhes transmitia sem usar alguma parábola. Entretanto, quando estava em particular com os seus discípulos, explicava-lhes tudo claramente (Mc.4.33,34).

2. IMITADOR DE CRISTO.

Sede meus imitadores, como eu o sou de Cristo! (1Co.11.1).
Imitar a Cristo significa ter atitudes parecidas ou idênticas a de Cristo. O apóstolo João diz: Quem declara que permanece nele também deve andar como Ele andou (1Jo.2.6).

3. SOFREDOR POR CRISTO.

Se sois insultados por causa do nome de Cristo, bem-aventurados sois, porquanto sobre vós repousa o Espírito da glória, o Espírito de Deus. Mas nenhum de vós sofra como homicida, ladrão, praticante do mal, ou como quem se intromete em negócios alheios. Entretanto, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus por meio desse nome (1Pe.4.14-16).
Sofrer por amor a Cristo significa suportar insultos, desprezo, oposição e até mesmo ser odiado por ser um Cristão, discípulo de Jesus.

4. DEFENSOR DE CRISTO.

Amados, enquanto me preparava com grande expectativa para vos escrever acerca da salvação que compartilhamos, senti que era necessário, antes de tudo, encorajar-vos a batalhar, dedicadamente, pela fé confiada aos santos de uma vez por todas (Judas,3). 
Devemos batalhar em defesa da nossa fé cristã. Defender o nome de Cristo significa se opor a todos quantos queiram escarnecer e ridicularizar o nome e o bom caráter de Cristo. 

5. ARAUTO DE CRISTO.

Indo Filipe à de Samaria, lhes anunciava a Cristo (At.8.5).
Ser arauto de Cristo é ser um anunciador de Boas Novas do Evangelho. Um verdadeiro cristão não se envergonha do evangelho de Cristo. O apóstolo Paulo disse: Porque não me envergonho do Evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego (Rm.1.16). O que marca e identifica um verdadeiro discípulo de Cristo, é o seu prazer em falar de Cristo para outras pessoas.
 
Conclusão: Ter o título de cristão hoje para muitos é status, virou moda. Mas, a bem da verdade nós percebemos que o verdadeiro cristianismo é pouco praticado, muitos dos que se dizem cristãos, na prática estão muito distante daquilo que o Mestre Jesus ensinou.

sexta-feira, 3 de abril de 2015

TEMPOS TRABALHOSOS.

Sabe, porém, isto: Que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobediente a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. E à semelhança de Janes e Jambres que se colocaram contra Moisés, esses também se opõem à verdade. São homens que tiveram suas mentes corrompidas; são reprovados na fé. Contudo, não irão longe; pois, como no caso daqueles opositores, a insensatez que lhes é própria se manifestará claramente a todos (2Tm.3.1-5,8,9).

O apóstolo Paulo na sua previsão escatológica previu por uma visão do Espírito que os últimos dias seriam pontilhados pela multiplicação de ações contrarias a Lei de Deus, e que os últimos dias seriam tempos trabalhosos ou terríveis, visto que, o sistema mundano se manifesta cada vez mais anarquista, desorganizado, sem ética, liberal e contrário a palavra de Deus. O período histórico, chamado pelos escritores bíblicos de "últimos dias", corresponde a era messiânica, e iniciou-se com a primeira vinda de Jesus Cristo, e se encerrará com a segunda e gloriosa volta do Senhor. O ser humano desde a queda (Gn.3), vem incorporando características diabólicas em seu comportamento como indivíduo e sociedade. Paulo enumera esses tipos de comportamentos em número de dezenove, e faz menção sobre este tipo de pessoas como aqueles que tem as suas mentes corrompidas, são reprovados na fé e são opositores à Verdade. Esses estão se multiplicando e causando desconforto e insegurança a sociedade. Na verdade nós já estamos vivendo esses dias, dias de grande decadência moral e extrema corrupção, chamados biblicamente de tempos trabalhosos.

DEZENOVE TIPOS DE COMPORTAMENTOS QUE CARACTERIZAM UMA SOCIEDADE DOENTIA E CORROMPIDA.

1. HOMENS AMANTES DE SI MESMOS.

Estamos vivendo uma época de individualismo, onde as pessoas estão se tornando cada vez mais egoístas. A cultura das pessoas está lhes deixando orgulhosas e o culto ao ego está aumentando. Muitos estão se eliminando e se omitindo em ajudar ao seu semelhante, muitos estão dizendo: Sou eu e eu mesmo. Outros dizem: Primeiro eu, segundo eu e terceiro eu. O egoísmo está levando as pessoas a praticarem atos anormais, que fogem ao comportamento humano, e chocando toda a sociedade. A medida que iniquidade se multiplica as pessoas vão ficando egoístas, amando a si mesmo, deixando de amar a Deus e ao próximo. Jesus disse: Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como Eu vos amei; que dessa mesma maneira tenhais amor uns para com os outros (Jo.13.34).

2. AVARENTOS.

O ser humano vem se tornando cada vez mais ganancioso e materialista, valorizando ao extremo o dinheiro, as riquezas e as coisas materiais. A avareza é um mal que vem crescendo na nossa sociedade e vem corroendo as pessoas como uma gangrena, deixando-as cada vez mais amantes do dinheiro. Ter muito dinheiro e possuir riquezas, não nada de errado nisso, porém que seja honestamente e com equilíbrio. O erro está em amar ao dinheiro, a bíblia diz: Porquanto, o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males; e por causa dessa cobiça, alguns se desviaram da fé e se atormentaram em meio a muitos sofrimentos (1Tm.6.10).

3. PRESUNÇOSOS.

(Etm. do latim: praesumptuosus) Aquele que possui uma opinião positiva muito elevada de si mesmo; que se julga melhor que os demais; que se acha belo, perspicaz, com maior inteligência etc.
Indivíduo vaidoso, pretensioso. Característica de quem possui excesso de presunção.
A falta de humildade e modéstia tem se tornado uma constante na sociedade, as pessoas estão se comportando de forma indecente, com arrogância e sem respeito ao seu semelhante; visando e valorizando a si mesmo, se julgando melhor que todos e não aceitando perder ou se submeter, mesmo estando errada. Este tipo de comportamento vem aumentando cada vez mais e essas pessoas são quase insuportáveis. Em oposição a esse tipo de comportamento a bíblia diz: Antes de ser quebrantado, eleva-se o coração do homem; e, diante da honra, vai a humildade (Pv.18.12). 

4. SOBERBOS.

A soberba é um dos piores defeitos do ser humano. Na prática a soberba é o mesmo que arrogância; se sentir superior e auto confiante em exagero. Uma pessoa soberba não demonstra nenhuma característica de humildade. Segundo o dicionário informal, Soberba é o sentimento negativo caracterizado pela pretensão de superioridade sobre as demais pessoas, levando a manifestações ostensivas de arrogância, por vezes sem fundamento algum em fatos ou variáveis reais.
Uma pessoa soberba ela é orgulhosa, se acha acima da média e é inflexível. Porém a bíblia diz: A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda (Pv.16.18). "Deus se opõe aos soberbos, mas concede graça aos humildes" (Tg.4.6). 

5. BLASFEMOS.

(Etm. do grego: blasphemia) Discurso, palavra proferida, que ofende fortemente uma Divindade, insulta uma religião ou tudo que pode ser considerado sagrado.
Discurso, expressão, opinião, enunciado capaz de denegrir e ofender algo respeitoso ou reverenciado.
Palavra injuriosa contra pessoa ou coisa respeitável. (Dicionário de português online).
A impiedade, o ceticismo e o ateísmo tem levado o homem a desacreditar nas coisas de Deus, e na sua descrença ele se torna blasfemo, blasfemando e desprezando tudo que se diz respeito a Deus. Porém a bíblia diz: Não vos enganeis: Deus não se permite zombar. Portanto, tudo o que o ser humano semear, isso também colherá! (Gálatas.6.7).

6. DESOBEDIENTES AOS PAIS.

A desobediência e a falta de respeito aos pais vem se tornado algo natural na sociedade atual, os filhos por se acharem independentes, evoluídos e atualizados, não querem obedecer aos conselhos e ensinamentos de seus pais. Estamos vivendo em uma sociedade pervertida e doentia que vem perdendo o respeito moral, onde a ética e os valores da família tem sido banalizado por um sistema anarquista. As pessoas estão perdendo o sentimento familiar, as famílias estão em pé de guerra, muitos pais também não respeitam seus filhos e vise e versa. Infelizmente, a desobediência vem tomando proporções desenfreadas, os filhos estão se rebelando contra os pais, há um sentimento de revolta, muitos pais perderam o domínio sobre os filhos e eles se tornaram absolutos. Porém a bíblia diz: Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, porquanto isto é justo. “Honra a teu pai e tua mãe”; este é o primeiro mandamento com promessa, para que vivas bem e tenhas vida longa sobre a terra. E vós, pais, não provoqueis a ira dos vossos filhos, mas educai-os de acordo com a disciplina e o conselho do Senhor (Ef.6.1-4).


7. INGRATOS.

Vivemos em um mundo de ingratidão, onde as pessoas querem ser ajudadas e não ajudam ninguém, são beneficiadas e não agradecem.
Enquanto a gratidão abre portas, a ingratidão fecha as portas. Uma pessoa ingrata fica isolada e infrutífera.
A ingratidão tem se tornado um problema na vida de muitas pessoas, muitos são beneficiados e abençoados por Deus e acham que receberam por merecimento e que Deus tem por obrigação de lhe dá. Vivem sempre a pedir e nunca agradecem, pelo contrário, reclama de tudo e de todos. A graça de Deus está disponível para todos, o sol brilha para todos, a chuva vem para todos, o ar que respiramos é gratuito e a nossa vida é um dom de Deus. Deus enviou se Filho (Jesus) para nos salvar, porém muitos o rejeitam e são ingratos. Porém os que são gratos a Deus, podem repetir junto com o apóstolo Paulo, dizendo: Contudo, graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso SENHOR Jesus Cristo! (1Co.15.57).

8. PROFANOS.

A medida que a imoralidade se multiplica as pessoas vão se tornando cada vez mais frias, ímpias e profanas em relação a Deus e a igreja.
(Etm. do latim: profanus) Que é estranho à religião ou não está de acordo com os preceitos religiosos.
Que desrespeita a santidade de coisas sagradas: ações profanas diante dos preceitos bíblicos.
Os profanos são pessoas ímpias que não tem o temor de Deus na vida, vivem de maneira absoluta, não temem a Deus e nem respeitam as pessoas. Infelizmente, muitos perderam o respeito pelas coisas sagradas, são impuros, leigos em relação a Deus e a religião, e vivem uma vida desregrada e distante de Deus. Porém a bíblia diz: Os ímpios serão lançados no inferno e todas as gentes que se esquecem de Deus (Sl.9.17).

9. SEM AFETO NATURAL (SEM AMOR).

Com a multiplicação da maldade o mundo vem se tornando cada vez mais desumano, as pessoas estão ficando muito maliciosas e perderam a capacidade de amar. Hoje nosso mundo é inundado por corrupção, ódio, segregação, terrorismo e outras formas de ameaças. Ficamos tão “habituados” com o ódio, com a violência e a dor; e tão cínicos e tímidos, que ideias como “amor ao próximo” parecem absurdas, são quase inconcebíveis. As pessoas na sua maioria vivem uma guerra interior, muitos não estão amando nem a si mesmo, quanto mais aos outros. A falta de amor é um grande problema no meio social, político e religioso, as pessoas estão buscando os seus próprios interesses, muitos falam de amor mas não praticam e quando assim o fazem é por interesse, pura hipocrisia. A verdade é que o amor está em extinção. Jesus, o Mestre, nos falou dizendo: E, por causa da multiplicação da maldade, o amor da maioria das pessoas se esfriará (Mt.24.12).

10. IRRECONCILIÁVEIS.

A conciliação, o pedido de desculpa e o perdão são palavras que estão ficando de fora do vocabulário de muitas pessoas. Muitos preferem insistir no erro e na arrogância, mesmo sabendo que estão errados. Estamos vivendo dias difíceis, em que as pessoas estão perdendo a capacidade de perdoar, de se reconciliar e viverem em paz. Muitas vezes a falta de Deus no coração tem levado as pessoas a viverem em guerra e semearem discórdia, isto no meio familiar, na igreja, no trabalho e no meio onde convivem. Porém Jesus, o nosso Senhor e Salvador nos disse: Bem aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus (Mt.5.9). Pois, se perdoardes aos homens as suas ofensas, assim também vosso Pai celestial vos perdoará. Entretanto, se não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas (Mt.6.14,15).

11. CALUNIADORES.

O caluniador é um mentiroso. A mentira é uma das mais terríveis e mortais armas do Diabo, tanto que a expressão "caluniadores" vem do termo grego original diábolos, que significa caluniador, "lançadores de mentira".
O mundo político, social e religiosos são alvos constantes de calunias, pessoas públicas e que estão na mídia muitas vezes são os principais alvos dos caluniadores. A calunia é uma ação diabólica que tem origem em uma mente doentia, dominada pelo ódio, inveja e coisas semelhante, para destruir a reputação e a vida de uma pessoa. Infelizmente, vivemos rodeados de pessoas maldosas que vez por outra usam deste artifício para querer tirar proveito e prejudicar a vida dos outros. Que a nossa oração seja semelhante a do salmista, que disse: SENHOR, livra-me dos lábios caluniadores, da língua mentirosa e traiçoeira! (Sl.120.2). Amém!

12. INCONTINENTES.

Uma pessoa incontinente é uma pessoa que não tem domínio próprio. A falta de temperança e moderação tem levado as pessoas a praticarem atos absurdos. Estamos vivendo uma época em que as pessoas estão desregradas e descontroladas com suas atitudes no meio social e familiar. Muitos não conseguem controlar suas emoções distorcidas e pavorosas e chegam a praticarem atos que escandalizam e causam espanto. Infelizmente, estas pessoas estão se multiplicando e causando problemas no meio familiar e na sociedade de forma geral. Tudo isso é manifestação da obra da carne, dos impulsos humanos. Mas, o fruto do Espírito é: Amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas virtudes não há Lei (Gl.5.22,23).

13. CRUÉIS.

A história da humanidade é marcada pela maldade, violência e crueldade; e essa maldade vem se multiplicando a cada dia. As pessoas estão perdendo a sensibilidade humana e estão agindo como animais irracionais; para muitos a vida perdeu o valor, muitos estão praticando homicídios, torturando e matando o seu semelhante com requintes de crueldade. Por falta de temor a Deus, os homens maus e cruéis vão se multiplicando e causando grande aflição e insegurança a sociedade. Infelizmente, a síndrome de Caim vem se multiplicando e a violência vem crescendo assustadoramente. A bíblia nos recomenda: A parta-te do mal e pratica o bem; procura a paz e segue-a (Sl.34.14). Amém!

14. INIMIGOS DO BEM.

Quem é do bem pratica o bem, quem é da luz anda na luz e quem é da Verdade anda na verdade. As atitudes das pessoas revelam quem elas são. Nunca na história da humanidade tivemos tantas pessoas inimigas do bem como na época atual; as pessoas estão ficando cada vez mais desumanas, céticas, inimigas de Deus, e amantes dos prazeres e da maldade. A palavra de Deus diz:  Ai dos que usam o mal como sinônimo de bem e chamam o bem de mal, que fazem das trevas luz e da luz, trevas, do amargo, doce e do doce, fel! (Is.5.20). Infelizmente, os amigos do bem são minoria, e os inimigos do bem estão se multiplicando e espalhando a maldade. Mas, no final, mal será vencido pelo bem. Quem está do lado do bem está do lado do Maior, e quem está do lado do Maior sempre vence.

15. TRAIDORES.

A traição tem sido uma das maiores desgraça de todos os tempos. A traição geralmente provem de coração desleal, ambicioso e imprudente. Muitas vezes o traidor está próximo de nós, convivendo conosco e não o percebemos. Na verdade quem trai não é o inimigo, e sim o "amigo". Está escrito: Pois não era um inimigo que me afrontava; então, eu o teria suportado; nem era o que me aborrecia que se engrandecia contra mim, porque dele me teria escondido, mas eras tu, homem meu igual, meu guia e meu íntimo amigo. Praticávamos juntos suavemente, e íamos com a multidão à Casa de Deus (Sl.55.12-14). Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu tanto confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar (Sl.41.9). Infelizmente, vivemos em um mundo de traidores, muitas pessoas se fazem de amigos, se aproximam muitas vezes por interesses, querendo tirar proveito em alguma coisa, porém são traidoras, com um tempo se revelam quem na verdade são. O nosso Mestre Jesus, que foi vítima de traição, nos alertou dizendo: Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão (Mt.24.10). Estamos vivendo os tempos do fim, e a síndrome de Judas tem se multiplicado.

16. OBSTINADOS.

(Etm. do latim: obstinatus). Característica do que ou de quem persiste; que possui persistência; firme.
Que não se corrompe; que não se pode persuadir ou convencer; irredutível.
Que defende sua opinião, objetivo ou causa com veemência; teimoso.
Sujeito que persevera, que se mantém firme ou persistente. Indivíduo insistente, pertinaz.
Quando a pessoa é obstinada para o bem, para aquilo que é proveitoso e de boa fama, isto é louvável. Porém, se a obstinação tem uma tendência para o que mal, isto é perigoso e prejudicial. Quando as pessoas se tornam possessivas e são obstinadas para quererem realizar algo a qualquer custo, elas podem perder o controle emocional e são capazes de tudo. Há uma frase que diz:  Eu tentei fazer com que ele esquecesse esse desejo de vingança, mas ele é muito obstinado. São esse tipo de pessoas, de comportamento distorcido, que o apóstolo Paulo se referiu. Os tempos são difíceis, os dias são trabalhosos, os males estão se multiplicando e os pais, os educadores, os pastores e mestres já não sabem mais o que fazer. Porém a palavra de Deus, recomenda: Ensina a criança no Caminho em que deve andar, e mesmo quando for idoso não se desviará dele! (Pv.22.6). A parta-te do mal e pratica o bem; procura a paz e segue-a (Sl.34.14). Amém!

17. ORGULHOSOS.

O orgulho, a soberba e a presunção são terríveis e prejudiciais na vida de uma pessoa, podendo leva-la a queda e a destruição. Está escrito:  A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda (Pv.16.18). Antes de ser quebrantado, eleva-se o coração do homem; e, diante da honra, vai a humildade (Pv.18.12). O orgulhoso é o contrario de uma pessoa humilde. Infelizmente, os orgulhosos estão presentes em todos os seguimentos da sociedade. Estamos vivendo uma época em que faltam pessoas humildes, e que os orgulhosos predominam a cada dia; as pessoas não querem perder nem se humilhar quando for preciso; muitos só querem está por cima, são indisciplinados, arrogantes e não aceitam serem corrigidos. Pessoas orgulhosas que se insolam e se acham auto suficiente, estão fadadas ao fracasso. Está escrito: "Deus se opõe aos soberbos, mas concede graça aos humildes" (Tg.4.6). 

18. MAIS AMIGOS DOS PRAZERES DO QUE AMIGOS DE DEUS (MUNDANOS).

Desde de épocas remotas o homem vem valorizando mais as coisas materiais do que as espirituais; mais as coisas profanas do que as sagradas. Vivemos uma época de pessoas materialista, mundanas e carnais. Com o grande avanço da ciência e da tecnologia o mundo se modernizou, e com isso mudou o comportamento das pessoas, muitas ficaram orgulhosas, endeusadas e materialista. Vivemos na época de grandes desenvolvimentos; a mídia, o teatro, o cinema e outros seguimentos do entretenimento vem seduzindo e dominando a vida das pessoas, a ponto de lhes deixarem totalmente entregues aos prazeres e distantes de Deus. A grande estratégia de Satanás é deixar as pessoas alienadas e distantes de Deus. Porém está escrito: Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto (Is.55.6). Davi diz no salmo 16 verso um: Guarda-me ó Deus, porque em ti confio. A minha alma disse ao SENHOR: Tu és o meu Senhor, não tenho outro bem além de ti. O levita Asafe diz: Mas, para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no SENHOR Deus, para anunciar todas as tuas obras (Sl.73.28). O apóstolo João escrevendo diz: Não ameis o mundo nem o que nele existe. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo: as paixões da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens não provém do Pai, mas do mundo. Ora, o mundo passa, assim como sua volúpia; entretanto, aquele que faz a vontade de Deus permanece eternamente (1Jo.2.15-17). Amém!

19. TENDO APARÊNCIA DE PIEDADE, MAS NEGANDO A EFICÁCIA DELA (FALSOS).

O ser humano aprendeu a falsificar suas mais profundas e reais intenções. Nunca na história existiu tantas pessoas falsas e hipócritas como estamos vendo na atualidade. Há pessoas que tem um comportamento falso e ostentam uma forma de aparência cristã, se mostram piedosas, mas seus corações não foram realmente convertidos a Deus; seus interesses não são celestes e suas atitudes são ardilosas com o objetivo de levar vantagens pessoais sem qualquer respeito ao próximo. Seu amor por Cristo não é genuíno, eles aparentam ser pessoas bondosas, mas na prática são falsos, são lobos devoradores. Sobre estes, o apóstolo Paulo aconselhou a Timóteo, dizendo: Afasta-te. 

terça-feira, 17 de março de 2015

BABILÔNIA. PASSADO, PRESENTE E FUTURO.

BABILÔNIA NO PASSADO.

A Bíblia menciona o termo Babilônia mais de duzentas e oitenta vezes.
Na verdade, depois de Jerusalém, Babilônia é a cidade mais citada em toda a Bíblia. Mas qual será o seu destino profético? Para entendermos esse assunto de maneira adequada, precisamos iniciar a nossa viagem explorando o passado da Babilônia, já que os fatos relacionados ao seu nascimento prestam auxílio no esclarecimento de seu papel futuro.

O Passado de Babilônia

A antiga cidade de Babilônia começou imediatamente após o Dilúvio e simboliza a expressão da rebelião direta do homem contra Deus e contra a Sua ordem: “Sede fecundos, multiplicai-vos e enchei a terra” (Gn 9.1). Portanto, o reinado humano começou na Babilônia com uma rebelião clara e evidente contra Deus. O Senhor interveio e espalhou a humanidade rebelde confundindo seus idiomas. O nome “Babel” foi dado à cidade de Ninrode, por causa da sentença de Deus sobre seus habitantes (Gn 11.1-9). 
Babel foi a primeira tentativa de unificação da humanidade para causar um curto-circuito no propósito de Deus. Essa primeira cidade pós-diluviana foi projetada expressamente para frustrar o plano de Deus relativo à humanidade. As pessoas buscavam unidade e poder, e Babel deveria ser a sede governamental desse poder. Babilônia, a cidade feita por homens, que tenta se elevar até o céu, foi construída em direta oposição ao plano de Deus.
A Babilônia estava novamente em primeiro plano no sexto século antes de Cristo quando Deus enviou o Reino do Sul de Israel (Judá) para os setenta anos de cativeiro. Foi nessa época que Daniel recebeu de Deus muitas de suas visões proféticas. Nessas revelações, a Babilônia foi o primeiro dos quatro grandes impérios que se levantaram durante os “tempos dos gentios” (Dn 2 e 7). A história revela que a Babilônia sofreu um declínio até o segundo século depois de Cristo, quando ficou deserta. Essa cidade soterrada sob as areias do tempo durante os últimos mil e setecentos anos recomeçou sua ascensão no século passado. Espere mais um pouco e você verá a Babilônia tornando-se uma força religiosa, comercial e politicamente dominante no mundo, pois os capítulos 17 e 18 de Apocalipse predizem sua destruição, mas, para ser a cidade que essas profecias projetam, Babilônia precisa ser reconstruída em grande escala, voltando a ser como nos dias de Nabucodonosor.



 










BABILÔNIA NO PRESENTE.

Babilônia na presente era, representa o mundo e a sua sensualidade, sua permissividade e falta de pudor. Babilônia também é símbolo da apostasia espiritual, da falsa religião e do engano.
Babilônia é desordem, confusão, rebelião e uma forte atuação do espírito do anticristo.

"BABILÔNIA, A MÃE DAS MERETRIZES E DAS ABOMINAÇÕES DA TERRA”.

E, na sua testa, estava escrito o nome: MISTÉRIO, A GRANDE BABILÔNIA, A MÃE DAS PROSTITUIÇÕES E ABOMINAÇÕES DA TERRA (Ap.17.5).

Como a mãe de todas as religiões falsas, Babilônia é a fonte onde nasce o falso cristianismo de nossos dias. Babilônia no sentido espiritual é um sistema mundano que é contrario a Deus e todas as coisas relacionadas a Ele. Babilônia é uma rebelião declarada contra a ordem ortodoxa da boa ética, é uma anarquia generalizada que vem se revelando no meio político, religioso, social e cultural. Neste contexto o mundo está se tornando uma Babel, há uma tendência generalizada de ordem mundial que vem crescendo assustadoramente onde o pragmatismo impera, onde a lei do relativismo tem dominado e dividido opiniões entre as pessoas. É preciso entendermos que Babilônia é um sistema de desordem que vem de encontro a moral, a ética e aos bons princípios sociais e cristãs. Infelizmente, o mundo está se estabelecendo como uma Babilônia, e estamos marchando para um caos.
Babilônia antiga caiu, mas a sua influência persiste até hoje.
Hoje, nossas vidas não são muito diferentes dos que viveram na antiga babilônia. Reconhecidamente, nós temos uma variedade de comidas, roupas, comunicação de alta tecnologia, transporte de alta velocidade e sabe-se lá o que mais. E ainda, nosso mundo é inundado por corrupção, ódio, segregação, terrorismo e outras formas de ameaças. Ficamos tão “habituados” com o ódio, com a violência e a dor; e tão cínicos e tímidos, que ideias como “amor ao próximo” parecem absurdas, são quase inconcebíveis.

BABILÔNIA NO FUTURO. 
















O Futuro de Babilônia.

Como a Babilônia desempenhou um importante papel no passado, também já está agendado por Deus – segundo foi revelado na profecia – que ela desempenhará um papel central no futuro. Ela se tornará, provavelmente, a capital do Anticristo durante os futuros sete anos de tribulação, conforme retratado na série de ficção Deixados para Trás de Tim LaHaye e Jerry Jenkins.
A Babilônia foi a cidade mais importante do mundo por quase 2000 anos, e a Bíblia nos diz que será reerguida e colocada no palco mundial do fim dos tempos para representar um papel de destaque (Ap 14.8; Ap 16.19; Ap 17 e Ap 18). A profecia referente ao final dos tempos exige que a Babilônia seja reconstruída e se torne uma cidade importante aos interesses mundiais durante a Tribulação. O texto de Isaías 13.19 diz: “Babilônia, a jóia dos reinos, glória e orgulho dos caldeus, será como Sodoma e Gomorra, quando Deus as transtornou”. O contexto de Isaías 13 é “o Dia do Senhor”, expressão mais utilizada no Antigo Testamento para o termo largamente conhecido como “Tribulação”. Além disso, no passado a Babilônia foi conquistada por outros povos mas nunca foi destruída num cataclismo (ou seja, “como Sodoma e Gomorra, quando Deus as transtornou”). Atualmente a [região de] Babilônia tem aproximadamente 250.000 habitantes. O texto de Apocalipse 18.16,19 fala de uma súbita destruição pela mão de Deus: “Ai! Ai! da grande cidade,... porque, em uma só hora, foi devastada!”
As profecias referentes à cidade de Babilônia nunca se cumpriram no passado, o que qualquer enciclopédia pode testificar. Para que as profecias bíblicas se cumpram, é necessário que a cidade de Babilônia seja reconstruída na mesma área de outrora. A antiga Babilônia é o atual Iraque. A Babilônia tem um importante papel na história futura, mas será totalmente destruída num determinado momento ainda por vir.
Em Apocalipse 17-18 Babilônia é citada como sendo a fonte da religião, do governo, e da economia ímpios. Todos os aspectos injustos da sociedade do fim dos tempos são, finalmente, derivados de uma fonte babilônica. O verdadeiro caráter de Babilônia é revelado a João em Apocalipse 17.5 como um mistério.

TEXTOS NO LIVRO DE APOCALIPSE RELACIONADOS A BABILÔNIA:

Apocalipse 18:2 - E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande babilônia, e se tornou morada de demônios, e covil de todo espírito imundo, e esconderijo de toda ave imunda e odiável.
Apocalipse 18:3 - Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua prostituição, e os reis da terra se prostituíram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias.
Apocalipse 18:4 - E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.
Apocalipse 18:5 - Porque já os seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou das iniqüidades dela.
Finalmente, chegará o dia em que Deus há de julgar com equidade e justiça a todas as gentes, e ninguém ficará impune diante do justo juiz. 

domingo, 15 de março de 2015

O DEUS VERDADEIRO E OS ÍDOLOS.

Texto básico: Dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir ao Deus vivo e verdadeiro (1Ts.1.9).
Não a nós, SENHOR, não a nós, mas ao teu nome dá glória, por amor da tua benignidade e da tua verdade. Por que dirão as nações: Onde está o seu Deus? Mas o nosso Deus está nos céus e faz tudo o que lhe apraz. Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens. Têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não vêem; Têm ouvidos, mas não ouvem; nariz têm, mas não cheiram. Têm mãos, mas não apalpam; Têm pés, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem e todos os que neles confiam. Vós, os que temeis ao SENHOR, confia no SENHOR; ele é vosso auxílio e vosso escudo (Sl.115.1-8,11).

O homem por te sido criado a imagem e semelhança de Deus, por ter Deus soprado em seus narizes o fôlego da vida, ele é em sua essência um ser religioso. A busca constante do homem por Deus, é desde os tempos remotos, visto que isto se tornou algo inerente ao ser humano. Nessa busca desenfreada o homem sem ter a direção certa, ele passa a acreditar em tudo aquilo que lhe é apresentado e que lhe convença que é o seu deus.
Uma das grandes armadilhas e engano de Satanás foi fazer o homem acreditar que existem deuses, e que estes devem ser adorados e reverenciados. Na intenção de tirar o foco do Deus vivo e verdadeiro, Satanás seduziu e convenceu o homem, levando-o a construir uma imagem de escultura e presta-lhe culto em adoração. Acerca deste assunto assim escreveu o profeta Isaías: Tornarão atrás e confundir-se-ão de vergonha os que confiam em imagens de escultura e dizem às imagens de fundição: Vós sois nossos deuses (Is.42.17). Nada sabem os que conduzem em procissão as suas imagens de escultura, feitas de madeira, e rogam a um deus que não pode salvar (Is.45.20). Olhai para mim e sereis salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro (Is.45.22). Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor, às imagens de escultura (Is.42.8). Eu, eu sou o SENHOR, e fora de mim não há Salvador (Is.43.11). Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa  fazer escapar das minhas mãos; operando eu, quem impedirá? (Is.43.13).

O deus MORTO versus DEUS vivo.

OS ÍDOLOS: Imagens de escultura ou tudo que se adora.

Os ídolos são obras feita por mãos dos homens.

1. Têm boca, mas não falam.

2. Têm olhos, mas não veem.

3. Têm ouvidos, mas não ouvem.

4. Têm nariz, mas não cheiram.

5. Têm mãos, mas não apalpam.

6. Têm pés, mas não andam.

7. São adorados, mas não podem salvar.

Esse deus é limitado, fabricado pela arte humana, fruto da imaginação dos homens, não defende e nem socorre ninguém, ele é morto, não existe.

DEUS VIVO E VERDADEIRO.

1. Têm boca, e ele fala.

Ele levantou a sua voz e a terra se derreteu (Sl.46.6).
A voz do SENHOR ressoa sobre o bramido das águas. O Deus glorioso troveja, o SENHOR está sobre a vastidão dos mares.
A voz do SENHOR expressa força; a voz do SENHOR é majestosa.
A voz do SENHOR quebra os cedros; o SENHOR despedaçou os cedros do Líbano.
A voz do SENHOR corta os céus com raios flamejantes.
A voz do SENHOR faz tremer o deserto; o SENHOR faz tremer o deserto de Cades.
A voz do SENHOR faz tremer as corças e desnuda os carvalhos nas florestas. E no seu templo todos bradam: “Glória!”(Sl.29.3-9).

2. Têm olhos, e ele ver.

Sou eu apenas Deus de perto, diz o SENHOR, e não também Deus de longe? Esconder-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? Diz o SENHOR. Porventura, não encho eu os céus e a terra? Diz o SENHOR. (Jr.23.23,24).
Afinal, quanto ao SENHOR, seus olhos contemplam toda a terra, para revelar-se poderoso para com aqueles cujo coração é plenamente dele; nisto agiste como um louco, um insensato; por isso, desde agora, terás que enfrentar muitas batalhas!”(2Cr.16.9).

3. Têm ouvidos, e ele ouve.

Então veio a palavra do SENHOR a Isaías, dizendo: Vai, e diz a Ezequias: Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos (Is.38.4,5).
E não houve dia semelhante a este, nem antes nem depois dele, ouvindo o SENHOR, assim, a voz de um homem; porque o SENHOR pelejava por Israel (Js.10.14).

4. Têm nariz, e ele cheira.

Suba a minha oração perante a tua face como incenso, e seja o levantar das minhas mãos como o sacrifício da tarde (Sl.141.2).

5. Têm mãos, e ela se move.

Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem o seu ouvido agravado, para não poder ouvir (Is.59.1).
E a mão do Senhor era com eles; e grande número creu e se converteu ao Senhor (At.11.21).

6. Têm pés, e ele anda.

Quem é como o SENHOR, nosso Deus, que habita nas alturas; que se curva para ver o que está nos céus e na terra (Sl.113.5,6).
Deus veio de Temã, e o Santo, do monte de Parã. A sua glória cobriu os céus, e a terra encheu-se do seu louvor. E o seu resplendor era como a luz, raios brilhantes saíam da sua mão, e ali estava o esconderijo da sua força. Adiante dele ia a peste, e raios de fogo, sob os seus pés (Hc.3.3-5).

7. É adorado e reverenciado, porque ele é Deus, e pode salvar.

Pois quem no céu se pode igualar ao SENHOR? Quem é semelhante ao SENHOR entre os filhos dos poderosos? Deus deve ser em extremo tremendo na assembleia dos santos e grandemente reverenciado por todos os que o cercam (Sl.89.6,7).

Todos esses textos apresentam o antropomorfismo. Essa expressão significa uma figura de linguagem que apresenta Deus como se Ele tivesse formas humanas, como membros e órgãos. Há também a descrição de Deus como se tivesse sentimentos e emoções como as nossas. Tudo isso para facilitar a nossa compreensão em relação a sua Divindade.

Friedrich Nietzsche, disse:
"Se realmente existe um Deus vivo, sou o mais miserável dos homens."
Friedrich Wilhelm Nietzsche foi um influente filósofo alemão e ateu declarado do século XIX.
Infelizmente, o seu fim foi trágico, ele morreu cético, sem Deus, sem paz e sem salvação.

Querer negar a existência de Deus, é algo trágico e contraditório, pois nós somos a maior prova da sua existência. Se você duvida da existência de Deus, pode ser um problema seu. Acreditando ou deixando de acreditar, ele continua sendo Deus. Creia em Deus, ele é o seu criador, e poderá ser o seu Senhor e Salvador. Aceite-o, e seja feliz. Amém!