quarta-feira, 17 de setembro de 2014

A GLÓRIA DA SEGUNDA CASA.

Texto básico: Quem há entre vós que, tendo ficado, viu esta casa na sua primeira glória? E como a vedes agora? Não é esta como nada em vossos olhos, comparada com aquela? A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o SENHOR dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o SENHOR dos Exércitos. Ag.2.3,9.

Deus, apesar da sua soberania e poder, Ele nunca preferiu ficar isolado e manter os homens distante da sua presença. Ele criou o homem para ter contato com Ele e adorá-lo. Quando Moisés conduzia o povo de Deus pelo deserto em direção a terra prometida, Deus se manifestava de várias maneiras e a sua glória era manifesta. Deus, porém, orientou a Moisés que construisse um lugar para o culto, chamado Tabernáculo, onde a sua glória seria manifesta, local onde Ele pudesse ser adorado. O Tabernáculo era um templo móvel que era desmontado e levado para outras regiões, conforme suas peregrinações no deserto. Séculos mais tarde Deus ordenou a Daví que fizesse preparativos para construção de um templo, que posteriormente veio a ser construído pelo seu filho Salomão. Este templo veio a ser destruído pelo exército do rei da Babilônia, Nabucodonozor em 587 a.C. quando levou ao cativeiro a nação de Israel. Após alguns anos de cativeiro o rei Ciro concede permissão para alguns judeus retornarem do cativeiro, e é iniciada a construção do templo. Depois prepararem os alicerces do templo em 536 a,C. (Ed,3.8-10), a forte oposição à obra retardou a sua edificação, sendo retomada dezesseis anos depois (Ed.4.1-5,24). Em 520 a.C. é reiniciada a construção, vindo a ser concluído em 516 a.C. sobre a liderança de Zorobabel. Sendo este mais modesto em relação ao suntuoso templo de Salomão. No ano 18 a.C. Herodes querendo ser simpático aos judeus, desconstruiu o templo de Zorobabel para levantar o imponente templo, que foi destruído pelo império romano no ano 70 d.C.
 
Deus havia prometido que escolheria um lugar para que a habitação da Sua glória permanece dentre as tribos de Israel (Deuteronômio 12:5-7). Davi teve o grande anseio de construir o templo do Senhor e entendeu que este lugar seria em Sião, Jerusalém (Salmos 132), e Deus lhe deu todo o projeto de construção (I Crônicas 28:11-19), porém ele foi impedido de construir por ser um homem matador (I Crônicas 28:3).
Sendo assim, seu filho, o rei Salomão recebe a incumbência de construí-lo (I Reis 6:1-38). Inclusive, no dia de sua inauguração, Deus manifestou Sua glória ali (II Crônicas 5:14), assim como tinha acontecido no tabernáculo construído por Moisés (Êxodo 40:34). Salomão, porém, trouxe grande herança de idolatria por causa dos muitos casamentos que teve (I Reis 11:1-10). O primeiro templo chegou ao ponto de ser disputado entre adoração a Deus e aos ídolos (Ezequiel 8:3-18). Por causa dessa profanação, a glória de Deus saiu daquela casa santa e o Inimigo encontrou brecha para trazer destruição. Nabucodonosor, rei do império Babilônico, destruiu Jerusalém e o templo aproximadamente no ano 586 a.C. (II Crônicas 36:17-21).
Após 70 anos de cativeiro babilônico, os judeus voltaram para sua terra por liberação do imperador medo-persa Ciro e, após a exortação do profeta Ageu (Ageu 1:2-14), começaram a reconstruir o que chamamos de segundo templo com o auxilio da liderança de Zorobabel (Esdras 5:1,2), porém a aparência do templo não era tão bela quanto o antigo templo, por causa das condições do povo (Esdras 3:12). Por isso, o profeta Ageu se levanta para declarar a profecia: " A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos." Ageu 2:8
Os judeus consideram que este templo foi profanado no ano 168 a.C. quando o rei grego Antíoco Epifanes ordenou que se sacrificassem um porco, animal imundo, no altar (Levítico 11:7; Deuteronômio 14:8; Isaías 66:17). Este e outros fatos incentivaram a revolta dos macabeus e a reconsagração do templo que até hoje é comemorada como a Festa do Hanukka pelos judeus no mundo todo. Porém, não vemos nenhum relato na Bíblia sobre a glória de Deus se manifestando como aconteceu no dia da inauguração do templo construído por Salomão. Será que realmente a glória dessa última casa foi maior do que a da primeira? Será que a profecia de Ageu se cumpriu?
A glória de Deus nunca se manifestou neste. Aliás, neste segundo templo, o Santo dos Santos estava vazio. A arca da aliança não estava nele.
Mas, no 18° ano do governo do rei Herodes, sob o império romano, este começou uma grande reforma no templo de Zorobabel, ampliando-o, inserindo entradas não previstas na planta original e modelando-o conforme a arquitetura romana, segundo Flávio Josefo. Esta reforma durou 46 anos (João 2:20) e ficou tão espetacular que os discípulos ficam encantados:
E, saindo ele do templo, disse-lhe um dos seus discípulos: Mestre, olha que pedras, e que edifícios!” Marcos 13:1
Sim! A glória física dessa segunda casa foi muito maior do que a da primeira. O templo reformado por Herodes era muito mais belo que o de Salomão. Talvez você não fique satisfeito com esta resposta, mas era isso que o povo que construiu o segundo templo desejava. Eles não ansiaram pela presença de Deus, mas pela beleza exterior.
 
Porém muitos dos sacerdotes, e levitas e chefes dos pais, já idosos, que viram a primeira casa, choraram em altas vozes quando à sua vista foram lançados os fundamentos desta casa; mas muitos levantaram as vozes com júbilo e com alegria. ” Esdras 3:12
Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o Senhor dos Exércitos. A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos...” Ageu 2:8,9.
Entendemos que, na antiga aliança a glória de Deus era manifesta de forma limitada em um local sagrado (no templo), e era presenciada por alguns. Na nova aliança esta glória é manifesta em maior proporção, e pode ser vista e sentida por muitos, visto que, ela se manifesta multiforme na igreja. A glória da segunda casa é maior porque ela é permanente, abrangente e ilimitada. A igreja, os crentes em particular, são templo e morada do Espírito Santo. Está escrito: Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? (1Co.3.16). Ou não sabeis que nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? (1Co.6.19). Jesus disse: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada (Jo.14.23). E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um (Jo.17.22). A glória da segunda casa é Jesus na pessoa do Espírito Santo, que manifesta de forma poderosa a glória de Deus. A glória de Deus está dentro de nós. Aleluia!

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

SAL E LUZ.

Texto básico: Vós sois o sal da terra; e, se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta, senão para se lançar fora e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas, no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus. Mt.5.13-16.

Jesus ensinando aos discípulos sobre a importância de ter um modo vida diferente de viver em relação ao mundo sem Deus, ele utiliza dois elementos antigos, mas de grande utilidade na vida do ser humano. Sendo eles: Sal e luz. É quase impossível e impraticável uma pessoa viver sem estes dois elementos. Sabemos que o sal é o principal tempero em pratos de culinária; sem sal a comida fica sem sabor. Antigamente se utilizava uma certa quantidade de sal para conservação de carnes comestível. Jesus disse, se o sal perder o seu sabor, para nada mais presta, senão para ser lançado fora e ser pisado. Que nós cristãos e igreja de Jesus que somos, continuemos sendo um bom sal, servindo como tempero para este mundo quase apodrecido. Sobre a luz Jesus nos ensina que devemos brilhar diante das trevas deste mundo tenebroso. A luz é tão importante que Deus antes de começa toda a sua criação, a primeira coisa que Ele fez foi providenciar luz. E disse Deus: Haja luz. E ouve luz. E viu Deus que era boa a luz; e fez separação entre luz e trevas (Gn.1.3,4.). O cristão como luz do mundo não pode se esconder, nem ofuscar a luz de Deus em sua vida. Jesus disse: Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas, no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus (Mt.5.13-16). Alqueire, (do árabe al kayl) designava originalmente uma das bolsas ou cestas de carga que se punha, atadas, sobre o dorso e pendente para ambos os lados dos animais usados para transporte de carga. Logo, o conteúdo daquelas cestas ou bolsas, mais ou menos padronizadas pela capacidade dos animais utilizados no transporte, foi tomada como medida de secos, notadamente grãos, e depois acabaram designando a área de terra necessária para o plantio de todas as sementes nelas contidas. Enfim, se colocarmos uma lamparina debaixo do alqueire, a luz fica sufocada e sem oxigênio, e logo se pagará. Portanto, tendo sido iluminados pela palavra de Deus, somos responsáveis por difundir essa luz entre os nossos semelhantes. Velador. As casas na época de Jesus, dispunham de um local mais elevado que servia de suporte para colocar a lamparina, chamado de velador. No velador a lâmpada iluminava toda a casa. Era assim que a sua utilidade era explorada ao máximo. Portanto, se temos luz, devemos mostrá-la, mesmo que ilumine um monte de lixo ou cenas repugnantes, ela prossegue incontaminada. Que sejamos como astros em meio a escuridão, brilhando sempre em meio a este mundo contaminado pelas trevas do pecado. Amém!

A IMPORTÂNCIA DO SAL NA VIDA DO CRENTE:

Uma das características do sal é o de conservar os alimentos. Assim também o Cristão que se alimenta da Palavra de Deus deve conservá-la pura no seu coração a fim de não entrar em decomposição e ser alterada com heresias e contaminada pelo pecado.
O sal é extraído da água do mar, por condensação e também pode ser extraído das minas de sal-gema. O sal conserva; o sal purifica; o sal é um símbolo de lealdade e permanência. Quanto mais sal for usado mais é evidente a sua influência.
A humanidade não pode passar sem o sal; por isso, este precioso elemento chegou a ser moeda de troca. Os soldados romanos recebiam parte do seu pagamento com sal, donde vem a palavra “Salário”.

1. PALAVRA TEMPERADA COM SAL.

A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como convém responder cada um. Cl.4.6.
O apóstolo Paulo, nos ensinar que tudo na nossa vida deve agradar a Deus, e que as nossas palavras devem ser temperadas com sal, especialmente o tipo do nosso relacionamento que desenvolvemos com os outros. 

2. VIDA EQUILIBRADA COM SAL.

Bom é o sal, mas, se o sal se tornar insulso, com que o adubareis? Tende sal em vós mesmos e paz, uns com os outros. Mc.9.50.
Tudo na vida deve ser equilibrado; nem salgado nem insosso. Na vida espiritual devemos observar os mesmos princípios de moderação e temperança, com domínio próprio.
Jesus diz que não devemos ser mornos (sem gosto nem reação), mas frios ou quentes (Apoc. 3.15,16), para não sermos lançados fora.

A IMPORTÂNCIA DA LUZ NA VIDA DO CRENTE:

1. O CRENTE DEVE BRILHAR COMO ASTROS.

Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus, inculpáveis no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo. Fp.2.15.
O cristão como luz do mundo não pode se esconder, nem ofuscar a luz de Deus em sua vida. Jesus disse: Vós sois a luz do mundo. Que sejamos como astros em meio a escuridão, brilhando sempre em meio a este mundo contaminado pelas trevas do pecado. Amém!

2. O CRENTE DEVE TER LUZ EM SUAS ATITUDES.

Os olhos são a lâmpada do corpo. Portanto se teus olhos forem bons, teu corpo terá luz. Porém, se teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em absoluta escuridão. Por isso, se a luz que está em ti são trevas, quão tremendas são essas trevas. Mt.6.22,23.
Uma pessoa que vive na prática do pecado vive em trevas, e por consequência as suas atitudes são maus. Ter olhos maus e ter o seu interior em total escuridão, significa dizer que esta pessoa tem atitudes maldosas, agi de forma desfasada, está dominada pela inveja e é desleal na sua conduta. O crente que é luz deve ter em suas ações, palavras e obras, sinceridade e verdade que glorifiquem a Deus.

Conclusão: O crente como sal da terra e luz do mundo deve fazer a diferença em meio a este mundo de trevas e quase apodrecido pelo pecado, não totalmente por causa da igreja, mas no dia que a igreja for arrebatada para o céu, este mundo vai apodrecer total e as trevas do pecado será tenebrosa.  

sábado, 30 de agosto de 2014

DEUS FAZ.

Texto básico: Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo. Sl.46.9.

A bíblia nos mostra as obras que Deus fez, as que Ele realizou e continua fazendo. Deus não está morto como alguns pensam, mas Ele está vivo, e em plena atividade, fazendo tudo que quer e lhe apraz. Conhecemos um Deus que faz, que realiza e executa toda a sua vontade. Ele faz acontecer coisas que aos nossos olhos parece impossível, Ele realiza obras extraordinárias que causa espanto aos olhos humanos. Eu acredito em um Deus que faz milagres, prodígios e maravilhas. Existem coisas que só Jesus faz, não vai adiantar todo nosso cuidado e preocupação, devemos entregar nossos problemas nas mãos do SENHOR, e descansar na sua palavra. Deus promete fazer coisas novas, está escrito: Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. Eis que farei uma coisa nova (Is.43.18,19). Deus faz coisas grandes, está escrito: Ele faz coisas tão grandiosas, que não se podem esquadrinhar; e tantas maravilhas que não se podem contar (Jó.5.9).  Deus vai fazer cumprir todas as suas promessas na sua vida, Ele vai executar a sua palavra e realizar os teus sonhos. Quando tudo parece perdido, Ele chega e realiza um milagre, Deus faz, porque Ele é providência. Creia!

SETE COISAS QUE DEUS FEZ:
Grandes coisas fez o SENHOR por nós, e, por isso, estamos alegres (Sl.126.3).

1. DEUS FEZ VESTES PARA ADÃO E EVA.
E fez o SENHOR Deus a Adão e a sua mulher túnicas de peles e os vestiu. Gn.3.21.

2. DEUS FEZ CHOVER 40 DIAS E 40 NOITES.
Disse o SENHOR a Noé: Porque, passados ainda sete dias, farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites; e desfarei de sobre a face da terra toda substancia que fiz. E ouve chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites. Gn.7.4,12.

3. DEUS FEZ CHOVER FOGO E ENXOFRE SOBRE SODOMA E GOMORRA.
Então, o SENHOR fez chover enxofre e fogo, desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra. Gn.19.24.

4. DEUS FEZ A CHUVA DO DILÚVIO PARAR.
E lembrou-se Deus de Noé, e de todo animal, e de toda criatura e rebanho doméstico que estava com ele na arca; e Deus fez passar um vento sobre a terra, e aquietaram-se as águas. Cerraram-se também as fontes do abismo e as janelas dos céus, e a chuva dos céus deteve-se. Gn.8.1,2.

5. DEUS FEZ O MAR SE ABRIR.
Então, Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o SENHOR fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite, e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas. Ex.14.21.

6. DEUS FEZ O CÉU E A TERRA.
Elevo os olhos para os montes; de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra. Sl.121.1, 2.

7. DEUS FEZ O SOL, A LUA E AS ESTRELAS.
Àquele que fez os grandes luminares; porque a sua benignidade  é para sempre. O sol para governar de dia; porque a sua benignidade é para sempre. A lua e as estrelas para presidirem a noite; porque a sua benignidade é para sempre. Sl.136.7-9.

sábado, 23 de agosto de 2014

DEUS ESTÁ.

Texto básico: Deus está no meio dela; não será abalada. Deus a ajudará ao romper da manhã. Sl.46.5.

Deus não está inerte, estático ou parado, mas Ele está sempre presente e em ação. Deus é criador, provedor e comandante de toda a sua criação, Ele não entregou o mundo a sua própria sorte, mas Ele está no controle de todas as coisas. O maior engano de Satanás é fazer as pessoas pensarem que Deus está morto. O filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900), foi declaradamente um ateu e teve muitas ideias e pensamentos que chocou e contrariou a muitos na sua época. Muitas de suas frases se tornaram famosas, sendo repetidas nos mais diversos contextos, gerando muitas distorções e confusões. Algumas delas: "Deus está morto. Viva Perigosamente. Qual o melhor remédio? - Vitória!". "O Evangelho morreu na cruz". "A fé é querer ignorar tudo aquilo que é verdade". "Será o Homem um erro de Deus, ou Deus um erro dos Homens?" "Deus está morto mas o seu cadáver permanece insepulto."Ao contrário do que Nietzsche declarou podemos afirmar pela palavra de Deus: O Evangelho não morreu, mas sempre esteve vivo, mudando e libertando a vida das pessoas. A fé nunca ignora a verdade, pelo contrário ela está baseada na verdade, porém ele vê o invisível e crer no poder sobrenatural de Deus. Deus nunca erra porque Ele vê o fim desde o começo. Deus nunca foi um erro para os homens, eles é que criaram deuses para si. Deus não está morto como afirmava Nietzsche, Ele (Jesus) morreu, mas ao terceiro dia Ele ressuscitou, e está vivo para sempre. Amém!

ONDE A BÍBLIA AFIRMA QUE DEUS ESTÁ:

No céu.
Porque dirão as nações: Onde está o seu Deus? Mas o nosso Deus está nos céus e faz tudo o que lhe apraz. Sl.115.2,3.

No seu santo templo.
Mas o SENHOR está no seu santo templo; cale-se diante Dele toda a terra. Hc.2.20.

Acima da terra.
Ele é o que está assentado sobre o globo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; ele é o que estende os céus como cortina e os desenrola como tenda para neles habitar; o que faz voltar ao nada os príncipes e torna coisa vã os juízes da terra. Is.40.22,23.

Entre os Querubins.
Ó pastor de Israel, dá ouvidos; tu, que guias a José como a um rebanho, que te assentas entre os querubins, resplandece. Sl.80.1.

Assentado no trono.
Um trono de glória, posto bem alto desde o princípio, é o lugar do nosso santuário. Jr.17.12.
Assim diz o SENHOR: O céu é o meu trono, e a terra, o estrado dos meu pés. Que casa me edificaríeis vós? E que lugar seria o do meu descanso? Is.66.1.

No meio da igreja.
Escreve ao anjo da igreja que está em Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro. Ap.2.1.
Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles. Mt.18.20.

Em ação, trabalhando.
E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Jo.5.17.
Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti, que trabalhe para aquele que nele espera. Is.64.4.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

UM NOVO TEMPO.

Texto básico: Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. Eis que farei uma coisa nova. Is.43.18,19.

A nação de Israel estava passando por uma fase critica, a vida espiritual do povo estava em decadência, havia uma grande cegueira espiritual, o povo estava como cegos e surdos já não viam a glória de Deus, nem ouviam a sua voz. Mas, mesmo eles sendo desleais a Deus, Deus prometeu resgata-los e fazer coisas novas, trazendo um novo tempo para a nação de Israel. No novo testamento, com a morte e ressurreição de Jesus Cristo, passamos a viver um novo tempo. Um novo tempo de perdão, estamos perdoados pela graça. Um novo tempo de libertação, estamos libertos pelo sangue de Jesus e livres para adorá-lo. Um novo tempo de regozijo, Ele transformou a nossa tristeza em alegria. Um novo tempo de paz e prosperidade, Ele nos deu a sua paz e nos fez prosperar. Aleluia!

AS COISAS NOVAS QUE DEUS NOS FEZ:

1. UM NOVO NASCIMENTO. 

Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva e que permanece para sempre. 1Pe.1.23.
Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas. Tg.1.18.

2. UM NOVO HOMEM.

Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos e vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou. Cl.3.9,10.

3. UMA NOVA CRIATURA.

Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo. 2Co.5.17.
Porque, em Cristo Jesus, nem a circuncisão nem a incircuncisão tem valor algum, mas sim o ser uma nova criatura. Gl.6.15.

4. UM NOVO CORAÇÃO.

E vos darei um coração novo e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei o coração de pedra da vossa carne e vos darei um coração de carne. Ez.36.26.

5. UM NOVO CÂNTICO.

Tirou-me de um lago horrível, de um charco de lodo; pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos; e pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus; muitos o verão, e temerão, e confiarão no SENHOR. Sl.40.2,3.

6. UM NOVO CAMINHO.

Tendo, pois, irmãos ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus. Hb.10.19-21.

7. UM NOVO MANDAMENTO.

Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. Jo.13.34,35. 

Conclusão: Deus tem algo novo para você, Ele decidiu mudar a sua história, Ele vai abater e destruir todas as investidas e ferramentas de Satanás contra ti, vai abrir fontes no deserto e portas onde não há porta, vai virar teu cativeiro e começará um novo tempo na sua vida, creia! Porque Ele pode fazer isto e muito mais. Amém.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O ATALAIA DE DEUS.

Filho do homem, eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e os avisarás da minha parte. Ez.3.17.
A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois,ouvirás a palavra da minha boca e lha anunciarás da minha parte. Ez.33.7.

O que é um Atalaia? É uma espécie de vigia que fica em uma torre de observação, quando ele avista qualquer coisa que indica presença do inimigo, ele dá o sinal avisando para que todo o acampamento fique em alerta. O atalaia é aquele que recebe a mensagem de alerta da parte de Deus e anuncia para o povo; ou seja, ele é um intermediário. Todo atalaia precisa está atento a voz de Deus. O atalaia de Deus deve ser sensível a voz do Espírito, e ter uma percepção espiritual das coisas de Deus e das artimanhas do maligno. Neste últimos dias o inimigo tem derramado um veneno letal no mundo e no meio do povo de Deus, há um sistema anárquico sendo implantado no mundo, as pessoas estão perdendo o respeito pelas coisas sagradas e estão ficando cada vez mais céticas e materialistas. Infelizmente o inimigo tem conseguido misturar um veneno letal no meio do povo de Deus, trazendo inovações, modismo, mundanismo e heresias camufladas de verdade. Antigamente se dizia que o inimigo vinha de sapatinhos de lã para não ser percebido; hoje ele está entrando de tamancos e muitos não estão percebendo. O povo de Deus está precisando de discernimento, e visão espiritual para perceber o mal, e não deixar que ele prevaleça. Onde estão os atalaias de Deus?

UM GRITO PELA VIDA DA IGREJA.

Então, um saiu ao campo a apanhar ervas, e achou uma parra brava, e colheu dela a sua capa cheia de coloquíntidas; e veio e as cortou na panela do caldo; porque as não conheciam. 2Rs.4.Vers.39.
É contraditório colocar algo que é tóxico dentro de uma panela de comida saudável. Essa panela pode significar a igreja. Infelizmente tem lideres que não estão vigiando e o mal está se instalando dentro da igreja; há igrejas que suas doutrinas estão contaminadas com parra bravas; e isso tem prejudicado a saúde espiritual da igreja. Essa erva venenosa pode atrofiar a vida de comunhão com Deus, dos crentes, e até mesmo levar a morte espiritual. O apóstolo Paulo orientando ao pastor Timóteo disse: Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina; persevera nestas coisas; porque, fazendo isto,  te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. 1Tm.4.16.
Assim, tiraram de comer para os homens. E sucedeu que, comendo eles daquele caldo, clamaram e disseram: Homem de Deus, há morte na panela. Não puderam comer. Vers.40.
Quem tem o conhecimento e discernimento das coisas, percebe logo o mal, e dá o grito de alerta. Aqueles homens quando perceberam que havia morte na panela, gritaram avisando a Eliseu, para que não comessem. É necessário que haja homens e mulheres de Deus, para discernir onde está o mal, e dá o grito de alerta. Infelizmente estamos vendo muitas coisas contraditórias na igreja, que chegam até a distorcer as doutrinas ortodoxa da fé cristã. É preciso que os atalaias avisem, na condição de profetas de Deus, gritem e denunciem o mal, antes que o prejuízo seja devastador. Porque a morte subiu pelas nossas janelas e entrou em nossos palácios, para exterminar das ruas as crianças e os jovens das praças.
Jr.9.21.

UM GRITO PELA SANTIDADE DA IGREJA.

Eu te encorajo solenemente, na presença de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos, por ocasião da sua manifestação pessoal e mediante seu reino. Prega a palavra, insiste a tempo e fora de tempo, aconselha, repreende e encoraja com toda paciência e sã doutrina. Porquanto, chegará o tempo em que não suportarão o santo ensino; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, reunirão mestres para si mesmos, de acordo com suas próprias vontades. Tais pessoas se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos. Tu, no entanto, sê equilibrado em tudo, suporta os sofrimentos, faze a obra de um evangelista e cumpre o teu ministério (2Tm.4.1-5.Versão King James).
Estamos vivendo esta época que o apóstolo Paulo alertou a Timóteo. Os dias são difíceis, os ortodoxos e abnegados pastores, estão sofrendo com muitos crentes dentro das igrejas (templos). Isto porque muitos não estão querendo ouvir o verdadeiro ensino da palavra; eles preferem ouvir o que gostam, uma palavra que seja cômoda a sua vida e que venha massagear o seu ego. O inverno espiritual, infelizmente está atingindo muitos dentro da igreja, muitos só pensam em riquezas, fama, status, mídia e posição social, política e eclesiástica. Há igrejas que não oram mais, fala sobre santidade é coisa do passado para muitos, pregar contra o pecado é ser ridículo e deselegante, a mensagem da cruz quase não se prega mais nos púlpitos de muitas igrejas. A igreja está ficando estafada da genuína palavra de Deus, está entrando em uma UTI espiritual e muitos tem nome de que vive mas estão mortos espiritualmente; são verdadeiros cadáveres ambulantes na igreja, no meio do povo de Deus. A Europa que foi no passado o berço do avivamento, perdeu o fervor e entrou numa geladeira espiritual. Muitos templos de igrejas na Europa fecharam as portas, e parte da Europa tem se tornado antipática ao Evangelho de Jesus Cristo. O Estados Unidos, que era considerado um pais quase 100% evangélico, tem caído bastante nas últimas pesquisas, e muitos estão vivendo um evangelho frio, materialista e sem vida. No Brasil,  o número de evangélicos vem crescendo de forma  acelerada, as últimas pesquisas indicaram que no ano de 2022 cerca de 50% da população brasileira será de evangélicos. Mas o grande problema é: Será que a maioria desses cristão realmente nasceram de novo? Será que o Evangelho está sendo pregado de forma verdadeira? Muitos estão fazendo mercantilismo, fazendo igrejas de comércio e explorando a fé do povo em troca de uma falsa prosperidade financeira. Muitos estão entrando no evangelho, mas o evangelho não está entrando na vida deles. Mas, o Espírito Santo, ainda continua levantando homens e mulheres como atalaias de coragem para aquecer a igreja e trazê-la de volta ao caminho da santidade e fervor espiritual, pelo poder da palavra de Deus. Amém!

UM GRITO PELA ORDEM SOCIAL.

Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças, em favor de todas as pessoas; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade (1Tm.2.1,2). Esta recomendação do apóstolo Paulo, deixa claro que as autoridades precisam de orações, porque delas dependem toda ordem, leis e princípios que regem uma sociedade. A palavra de Deus nos ensina que devemos obedecer as autoridades, porque elas foram constituídas por Deus (Rm.13.1,2). A bíblia diz que, temer a Deus e guardar os seus mandamentos, é o dever de todo homem (Ec.12.13). Infelizmente, os governos e os homens que estão no poder, são na maioria das vezes egoístas, mentirosos e sem respeito com povo; muitos tem aparência de piedosos, mas não são. Deus está irado com uma política corrupta, onde os políticos não estão honrando os seus compromissos e promessas e estão fazendo leis que lhes favorecem e deixando os mais carentes às margens da pobreza e da miséria. Deus não está satisfeito com as atitudes dos políticos que estão criando leis que desabonam os princípios éticos da família e contrariam a sua palavra; Deus está irado com os políticos que por troca de favores e votos, agem de forma errada para prejudicar a maioria e beneficiar o seu grupo de corruptos. A política que é uma organização eficaz para promover a ordem e o desenvolvimento da sociedade, está sendo usada muitas vezes para oprimir e escravizar os cidadãos. Mas Deus há de trazer a juízo toda a maldade e tudo o que está encoberto será revelado. É tempo de arrependimento, o justo juiz está às portas.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

O LIVRO DO SENHOR.

Texto básico: Buscai no livro do SENHOR e lede; nenhuma dessas coisas faltará, nem uma nem outra faltará; porque a sua própria boca o ordenou, e o seu Espírito mesmo as ajuntará. Is.34.16.

O livro do Senhor, que é a bíblia sagrada, é o livro mais antigo, porém sempre atual, mais verdadeiro, ele também é conhecido como o livro da verdade, mais questionado, porém nunca contraditório, mais perseguido, porém nunca destruído, mais lido e estudado, porém nunca totalmente aprendido, mais traduzido, mais procurado e mais vendido, porém nunca esgotado. Por esse livro somos fortalecidos, somos edificados, somos consolados e temos a nossa esperança renovada. Esse livro nos proporciona perdão, nos garante salvação e nos dá o direito de vida eterna na pessoa do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Neste livro está contida a mente de Deus, a condição do homem, o caminho da salvação, a condenação dos pecadores e a felicidade dos crentes; suas doutrinas são santas, seus preceitos são justos, sua histórias verdadeiras e suas decisões imutáveis.
Cristo é o seu grande tema, nosso bem é o seu intento, e a glória de Deus a sua finalidade, ela deve encher a mente, governar o coração e guiar os pés.
Ele é o mapa do viajante, o cajado do peregrino, a bússola do piloto, a espada do cristão. Por ele o paraíso é restaurado, os céus abertos e as portas do inferno destruídas.
Leia para ser sábio, creia para estar seguro, e pratique-o para ser santo. Este livro contém luz para guia-lo, alimento para suste-lo, e consolo para animá-lo.

INFORMAÇÕES SOBRE O LIVRO DO SENHOR (A BÍBLIA).

"BÍBLIA" vem do grego "Biblion" (que significa "livro"). O plural de "biblion" é BÍBLIA (que significa simplesmente "LIVROS).

- O Autor da Bíblia é Deus.

- O Intérprete da Bíblia é o Espírito Santo.

- O assunto central da Bíblia é Jesus Cristo.

- A Bíblia é o livro mais editado e vendido do mundo.

- A Bíblia é o livro mais lido do mundo.

- Número Total de livros da Bíblia: 66 livros.

- 39 no Antigo Testamento, 27 no Novo Testamento.

- 66, 39 e 27 são todos múltiplos de 3, o número da perfeição.

- Os 39 livros que compõem o Antigo Testamento (sem a inclusão dos apócrifos) estavam compilados desde cerca de 400 a.C., sendo aceitos pelo cânon Judaico, e também pelos Protestantes, Católicos Ortodoxos, Igreja Católica Russa, e parte da Igreja Católica tradicional.

- O Velho Testamento é cerca de três vezes e meia maior do que o Novo Testamento

- Os livros de história cobrem metade do Velho Testamento

- Os livros de poesia cobrem um quinto do Velho Testamento

- Os Evangelhos ocupam quase a metade do Novo Testamento.

O Pentateuco (os primeiros cinco livros escritos por Moisés) é quase do tamanho do Novo Testamento

- O Antigo Testamento foi escrito em hebraico, com exceção de algumas passagens em Esdras, Jeremias e Daniel que foram escritas em aramaico.

- O Novo Testamento foi originalmente escrito em Grego.

- Existem, aproximadamente 2.800 línguas e 3.000 dialetos, mas a Bíblia já foi vertida, em parte, em 1.500 línguas e dialetos. A Bíblia inteira só está traduzida em cerca de 330 línguas.

- Inicialmente, os escritos da Bíblia não eram divididos em capítulos e versículos; a divisão em capítulos só veio a acontecer no ano 1250 d.C., pelo Cardeal Hugo de Sancto Caro, monge dominicano, que dele se serviu para a sua concordância com a Vulgata. Alguns pesquisadores atribuem essa divisão também a Stephen Langton, falecido em 1228. No ano de 1551, Robert Stephen fez a divisão em versículos, publicando a primeira Bíblia, assim dividida em 1555, a Vulgata.

- Em 1525, Jacob Bem Haim, na Bíblia Bomberg, em Veneza, tambémhavia dividido o Antigo Testamento em versículos.

- Nenhum dos livros da Bíblia recebeu qualquer título na época em foram escritos. Os títulos dos livros vieram muitos anos depois que os livros já estavam circulando.

- A palavra Bíblia vem do grego, através do latim, e significa: livros.

- A Bíblia já foi traduzida por mais de 1500 línguas e dialetos.

A primeira Bíblia em português foi impressa em 1748. A tradução foi feita a partir da Vulgata Latina e iniciou-se com D. Diniz (1279-1325).

- No ano de 1250 o cardeal Caro dividiu a Bíblia em capítulos, que foram divididos em versículos no ano de 1550, por Robert Stevens.

- A Bíblia inteira foi escrita num período que abrange mais de 1600 anos.

- É uma obra de cerca de 40 autores, das mais variadas profissões: de humildes agricultores, pescadores até renomados reis.

- O Livro mais antigo da Bíblia pode não ser o Gênesis, mas o livro de Jó. Se é o mais antigo, pode ser que tenha sido escrito por Moisés, quando esteve no deserto, portanto décadas antes do Pentateuco.

- O Codex Vaticanus é provavelmente o mais antigo exemplar da Bíblia em forma completa.

- A primeira tradução completa da Bíblia para o inglês foi feita por Wycliffe, em 1380.

- Martinho Lutero foi o primeiro tradutor da Bíblia para a língua do povo alemão.

- Na biblioteca da Universidade de Gottingen, Alemanha, existe uma Bíblia que foi escrita em 470 folhas de palmeira.

- O primeiro Salmo encontra-se em II Samuel 1:19-27, um lamento de Davi em memória de Saul e seu filho Jônatas.

- O Antigo Testamento termina com uma maldição, e o Novo Testamento termina com uma bênção.

Conclusão: O livro do Senhor é o livro dos livros, nele contém as revelações de Deus, ele é a carta magna de Deus para humanidade. Este livro não contém a palavra de Deus, como alguns pensam e dizem, mas ele é a palavra de Deus, escrito por homens santos (separados) de Deus, que foram inspirados pelo Espírito Santo. Amém!