quinta-feira, 17 de novembro de 2011

OS TRÊS GEMIDOS.

Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis (Romanos. 8.22,23,26).

Gemido é um lamento doloroso, é um som inarticulado, um suspiro, uma lamentação. No sentido bíblico, é alguém que está sofrendo uma tristeza muito profunda, sem quase nenhuma esperança. A primeira vez na bíblia, que aparece a palavra gemido, é em Ex.2.23-25. Que diz: E aconteceu, depois de muitos destes dias, morrendo o rei do Egito, que os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão e clamaram; e o seu clamor subiu a Deus por causa da sua servidão. E ouvindo Deus seu gemido e lembrou-se Deus do seu concerto com Abraão, com Isaque e com Jacó; e atentou Deus para os filhos de Israel e Deus os conheceu. Três coisas que Israel fez no Egito: Suspirou, clamou, gemeu. A resposta de Deus à aflição dos filhos de Israel: Deus ouviu, Deus lembrou-se, Deus atentou, Deus os conheceu (viu).  
No texto sagrado, lemos acerca de três elementos que geme, e cada um com um propósito.  

1. A CRIAÇÃO GEME.


O planeta está gemendo e pedindo socorro.
Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora (Rm.8.22).
No estado original da terra, havia uma perfeita harmonia em todas as coisas criadas por Deus. Mas quando o homem pecou, todo o sistema foi alterado e a terra passou a ficar debaixo de maldição. Disse Deus: Maldita é a terra por causa de ti (Gn.3.17). A partir daí toda a criação começou a gemer. Com o aumento da população, aumentou também o pecado e multiplicou-se a maldição. Com o avanço da ciência e da tecnologia, a ganância pelo poder aumentou, e o homem vem agredindo cada vez mais a natureza e causando grandes males ao ecossistema, deixando a terra em desequilíbrio. O rompimento da camada de ozônio é uma situação irreversível, o chamado efeito estufa é um problema inevitável, os oceanos tende a avançar, porque as geleiras dos polos estão derretendo muito rápido por causa do rompimento da camada de ozônio, e isto vem causando altas temperatura  na terra, é o que os cientistas chamam de aquecimento global. A humanidade está se auto destruindo, a criação está com dores de parto; aguardando a sua redenção, quando haverá novos céus e nova terra. O homem como parte da criação de Deus, a sua alma geme com sede de Deus; há um vazio no homem que somente Deus pode preencher. Diante destas situações, somente Deus pode resolver; e ele vai. Glória à Ele por isso.  

2. A IGREJA GEME. 

E não só ela, (a criação) mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. Rm.8.23.  
A verdadeira igreja de Jesus, está gemendo diante de tantas injustiças, maldades, impiedades, imoralidades, corrupções, imparcialidades e conformismo. Diante de um sistema egoísta, opressor e desumano, a igreja clama pelo justo juiz, que há de vir para fazer justiça aos seus escolhidos. 

Por três razões a igreja geme:  

1. A igreja geme por ter as primícias do Espírito. No antigo testamento está expressão, primícias, significava os primeiros frutos da terra, que eram trazidos e ofertados para Deus. Isto acontecia na festa das semanas ou pentecostes. Quando Paulo diz que temos as primícias do Espírito, ele está dizendo que Deus nos ofertou os primeiros frutos do Espírito. Por isso a igreja está gemendo, porque o Espírito que nela habita  não se conforma com os padrões deste mundo. 

2. A igreja geme esperando adoção plena.  A nossa adoção como filhos de Deus por intermédio de Jesus Cristo, ainda não nos dá todos os direitos como filhos de Deus. A nossa adoção plena acontecerá com a manifestação do filho de Deus. Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. 1Jo.3.2.  

3. A igreja geme esperando a libertação do corpo. O apóstolo Paulo disse: Esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. Redenção e resgate, significa dizer que Jesus teve que morrer e ressuscitar para pagar o preço da nossa libertação. A  redenção do nosso corpo, significa dizer que enquanto estivermos neste corpo, estamos sujeitos a muitas intempéríes da vida; mas vindo o Senhor, ele transformará o nosso corpo abatido, em um corpo glorioso, semelhante ao dele. Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus. E, por isso, também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu. 2Co.5.1,2.  

3. O ESPÍRITO GEME. 

E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. Rm.8.26.  
Por último, vemos o Espírito gemendo. Analizando a sequência: O Espírito ajuda as nossas fraquezas. O Espírito intercede por nós. O Espírito geme com gemidos inexprimíveis. Este gemido é um gemido diferente dos demais; inexprimíveis significa dizer, que não se consegue entender por palavras, gestos ou fisionomias. Não há ninguém neste mundo que consiga entender seu gemido. Só se conhece algo na voz silenciosa, quando quando se sabe a intenção dessa voz. Porém a voz do Espírito é de um nível incompreensível, inexprimível, que não se pode entender. Mas, aquele que examina os corações, sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos. Rm.8.27.   

CONCLUSÃO:  
Depois do gemido vem a vitória. Por causa da opressão dos pobres e do gemido dos necessitados, me levantarei agora, diz o Senhor; porei em salvo aquele para quem eles assopram (Salmo 12.5).  

domingo, 6 de novembro de 2011

A BÍBLIA. O LIVRO DE DEUS.

Texto básico: Buscai no livro do Senhor e lêde; nenhuma dessas coisas falhará; nem uma nem outra faltará; porque a sua própria boca o ordenou, e o seu Espírito mesmo as ajuntará. Is.34.16.
 
Introdução: A bíblia é o livro mais antigo e conhecido do mundo, o autor deste livro é Deus. A bíblia foi o primeiro livro impresso no mundo após a invenção da imprensa, por Johannes Gutemberg, em 1450 na Alemanha. A bíblia é o livro mais vendido, mais lido, mais divulgado e mais conhecido no mundo; ela já foi traduzida para mais de 2.400 idiomas, ela foi, é, e sempre será, o livro mais questionado do mundo, por várias razões. A bíblia não contém a palavra de Deus, como alguns pensam, mas ela é a palavra de Deus. Por isto ela é o livro de Deus.

1. OS TESTEMUNHOS DE ALGUNS ESCRITORES DA BÍBLIA.

Daví. O Espírito do Senhor falou por mim, e a sua palavra esteve na minha boca. 2Sm.23.2

Paulo. Toda escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra. 2Tm.3.16,17.

Pedro. Sabendo primeiramente isto: Que  nenhuma profecia da escritura é de particular interpretação; Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. 2Pe.1.20,21.

Escritor anônimo: Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra  até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. Hb.4.12.

2. FRASES NOTÁVEIS A  RESPEITO DA BÍBLIA.

Abraão Lincoln: Creu que a bíblia é o melhor presente que Deus já deu à  humanidade.

George Washington: É impossível governar o mundo sem Deus e sem a bíblia.

Rainha Vitória: Este livro é a razão da supremacia da Inglaterra.

Isaac Newton: Há mais indícios seguros de autenticidade na bíblia do que em qualquer história profana.

Napoleão Bonaparte: A bíblia não é um livro qualquer, mas sim uma criatura viva, com um poder que conquista tudo que se opõe a ela.

Dom Pedro 2 : Eu amo a bíblia, e lêio-a todos os dias e quanto mais a lêio, mais a amo.

3. CAPÍTULOS  CÉLEBRES  DA  BÍBLIA.  

O capítulo da criação. Gn.1.
O capítulo da lei. Êx.20.
O capítulo dos dons espirituais. 1Co.12.                         
O capítulo do amor. 1Co.13.
O capítulo da ressurreição. 1Co.15.
O capítulo das bem-aventuranças. Mt.5.
O capítulo das coisas perdidas. Lc.15.
O capítulo dos  heróis da fé. Hb.11.
O capítulo da fraternidade. Rm.14.
O capítulo da páscoa. Êx.12.
O capítulo do pentecostes. At.2.
O capítulo da ascensão. At.1.
O capítulo da confissão. Sl.51.  
O capítulo das coisas novas. Ap.21.
O capítulo da excelente palavra de DEUS. Sl.119.
                            
4. OS SÍMBOLOS DA PALAVRA DE DEUS.

Fogo.
Como fogo ela arde e queima. Não é a minha palavra como fogo, diz o Senhor... Jr.23.29.
E disseram um para o outro: Porventura, não ardia em nós o nosso coraçao quando, pelo caminho, nos falava  e quando nos abria as escrituras? Lc.24.32. 

Martelo.
Não é minha palavra com fogo. Diz o Senhor, e como um martelo que esmiúça a penha? Jr.23.29. Como martelo ela é poderosa, ao ponto de quebrar e desfazer tudo que se opõe a ela.O Senhor disse para Jeremias: Tu és meu martelo e minhas armas de guerra; e contigo despedaçarei nações e contigo destruirei os reis. Jr.51.20.

Espada.
Como espada, ela é ofensiva e penetrante. Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. Ef.6.17. O escritor aos Hebreus diz que ela é mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coraçao. Hb.4.12.

Escudo.
Como escudo, ela defende e protege. Toda palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele. Pv.30.5. Ela é o escudo da nossa  fé. Ef.6.16.

Espelho.
Como espelho, ela reflete a imagem verdadeira, e mostra a realidade da nossa vida diante de Deus. Porque, se alguém e´ouvinte da palavra e não cumpridor, é semelhante ao varão que contempla ao espelho o seu rosto natural; porque se contempla a si mesmo, e foi-se, e logo esqueceu de como era. Tg.1.23,24. Porque agora, vemos por espelho em enigma, mas então, veremos face a face. 1Co.13.12a.

Lampada e luz.
Como lâmpada ela nos orienta, e como luz ela nos guia. Lâmpada para os meus pés é tua palavra; e luz para o meu caminho. Sl.119.105.  

Alimento.
Como alimento, ela nutri e fortalece. Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que, por ele, vades crescendo. 1Pe.2.2. Oh! Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar! Mais doces do que o mel à minha boca. Sl.119.103. O profeta Jeremias disse: Achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração; porque pelo teu nome me chamo, ó Senhor, Deus dos Exércitos. Jr.15.16.


5. AS GRANDES REIVINDICAÇÕES DA BÍBLIA.   

A  inspiração da bíblia. 2Tm.3.16. 2Pe.1.20,21 

A  inerrancia da bíblia.  Sl.19.7. 119.140.   

A  infalibilidade da bíblia. 1Sm.3.19. Mc.13.31.

A  soberania da bíblia.    Is.8.20. 30.21

A  completude da bíblia.  Ap.22.18-21.

A BÍBLIA SAGRADA.

Nela está contida a mente de Deus, a condição do homem, o caminho da salvação, a condenação dos pecadores e a felicidade dos crentes; suas doutrinas são santas, seus preceitos são justos, sua histórias verdadeiras e suas decisões imutáveis.
Cristo é o seu grande tema, nosso bem é o seu intento, e a glória de Deus a sua finalidade, ela deve encher a mente, governar o coração e guiar os pés.
Ela é o mapa do viajante, o cajado do peregrino, a bússola do piloto, a espada do cristão. Por ela o paraíso é restaurado, os céus abertos e as portas do inferno descobertas.
Lêia para ser sábio, creia nela para estar seguro, e pratique-a para ser santo. Ela contém luz para guia-lo, alimento para sustê-lo, e consolo para animá-lo.

JESUS É O TEMA CENTRAL DA  BÍBLIA.

Ele aparece em todos os livros da bíblia, de forma implícita e explícita.

Gênesis.             Ele é a semente da mulher.
Êxodo.               Ele é o cordeiro pascal.
Levítico.            Ele é o sacrifício expiatório.
Números.          Ele é a rocha ferida.
Deuteronômio.  Ele é o profeta semelhante a Moisés.
Josué.               Ele é o capitão da nossa salvação.
Juízes.               Ele é o nosso libertador.
Rute.                Ele é o nosso remidor divino.
1,2 Samuel.      Ele é o rei prometido.
1,2 Reis.          Ele é o rei esperado.
1,2 Crônicas.   Ele é o descendente de Daví.
Esdras.            Ele é o ensinador divino.    
Neemias.         Ele é o reconstrutor das muralhas das nossas vidas.                    
Ester.               Ele é a  providência  divina.
Jó.                   Ele é o n osso redentor que vive.
Salmos.           Ele é nosso pastor.
Provérbios.     Ele é a nossa sabedoria.
Eclesiastes.      Ele é o mestre da congregação.
Cantares de Salomão. Ele é o nosso amado.
Isaías.                         Ele é o servo do Senhor.
Jeremias.                    Ele é o renovo.
Lamentações.             Ele é o consolador de Israel.
Ezequiel.                     Ele é o homem das quatro faces.
Daniel.                        Ele é o quarto homem da fornalha.
Oséias.                       Ele é o esposo.
Joel.                           Ele é o batizador.
Amós.                        Ele é o prumo.
Obadias.                    Ele é o refúgio.
Jonas.                        Ele é o missionário intinerante.
Miquéias.                   Ele é o governante de paz.
Naum.                        Ele é o cavaleiro da espada flamejante.
Habacuque.                Ele é o puro de olhos.
Sofonias.                    Ele é o Deus de fogo.
Ageu.                         Ele é o desejado de todas as nações.
Zacarias.                    Ele é o rei que virá.
Malaquias.                 Ele é o sol da justiça.
Mateus.                     Ele é o rei.
Marcos.                     Ele é o servo.
Lucas.                        Ele é o filho do homem.
João                           Ele é o filho de Deus.
Atos.                          Ele é o Senhor da igreja.
Romanos.                   Ele é a justiça de Deus.
1,2 Coríntios.             Ele é as primícias dos que dormem.
Gálatas.                      Ele é o Cristo que liberta.
Efésios.                      Ele é a pedra da esquina.
Filipenses                   Ele é o soberano Senhor.
Colossenses.              Ele é a cabeça da igreja.
1,2 Tessalonicenses.   Ele é o Senhor que virá.
1,2 Timóteo.               Ele é o nosso mediador.
Tito.                            Ele é o nosso salvador.
Filemom.                     Ele é o amigo reconciliador.
Hebreus.                     Ele é o sumo-sacerdote.
Tiago.                          Ele é o legislador.
1,2 Pedro.                   Ele é o bispo das nossas almas.
1,2,3 João.                  Ele é o amor revelado.
Judas.                          Ele é o Senhor que virá com milhares dos seus santos.
Apocalipse. Ele é o alfa e o ômega, o príncipe dos reis da terra, o princípio da criação de Deus, o primogênito dentre os mortos, a raiz e a geração de Daví, o leão da tribo de Judá, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, o amém.

Conclusão: A bíblia é a palavra de Deus. Ela é o livro dos livros, ela é a carta magna de Deus para humanidade, ela é uma mina de ricos tesouros, é mais preciosa que a prata e mais rica que o ouro. Nela está o destino da humanidade, e o caminho para a salvação.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

AS QUATRO REVOLUÇÕES DO ESPÍRITO.

Depois disso, me fez voltar à entrada da casa, e eis que saíam umas águas de debaixo do umbral da casa, para o oriente; porque a face da casa olhava para o orienta, e as águas vinham da baixo, desde a banda do sul do altar. E ele me tirou pelo caminho da porta do norte e me fez dar uma volta pelo caminho de fora, até a porta exterior, pelo caminho que olha para o oriente; e eis que corriam umas águas desde a banda direita. Saiu aquele homem para o orienta, tendo na mão um cordel de medir; e mediu mil côvados e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos tornozelos. E mediu mais mil e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos joelhos; e mediu mais mil e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos lombos. E mediu mais mil e era um ribeiro, que eu não podia atravessar, porque as águas eram profundas, águas que se deviam passar a nado, ribeiro pelo qual não se podia passar. Ez.47.1-5.

Uma revolução pode trazer grandes benefícios, e desencadear uma série de coisas boas; as grandes revoluções que foram feitas em benefício da humanidade, surtiram um efeito positivo. Por exemplo: Tivemos três grandes revoluções que mudaram o rumo da História da humanidade. A primeira grande revolução foi da imprensa, que ocorreu  em 1450 na Alemanha por Johannes Gutemberg;  no século 18 tivemos a segunda grande revolução que foi a  industrial, iniciada na Inglaterra.; e a terceira grande revolução ocorreu no final do século 19 e começo do século 20, que foi a revolução científica e tecnológica. Com base na bíblia no livro de Ezequiel, capítulo 47 podemos encontrar as quatro revoluções do Espírito.

AS TRÊS DISPENSAÇÕES NA  SIMBOLOGIA DA POMBA QUE NOÉ ENVIOU:  

A dispensação do pai. Gn.8.8,9.
A dispensação do filho. Gn.8.10,11.
A dispensação do Espírito. Gn.8.12.
 
O RIO DO SANTUÁRIO.

Este rio descrito no livro de Ezequiel, literalmente é uma profecia futura para o período do milênio; este rio aparece em outras partes das escrituras, como por exemplo: Salmos 46.4.  Zc.14.8,9.  Ap.22.1,2. Na linguagem dos símbolos da bíblia, o rio é uma figura simbolica do Espírito Santo. Jo.7.37-39. Sendo assim podemos considerar em uma linguagem figurada, o rio do santuário, como o rio do Espírito que transforma e dá vida por onde passa.

1. Primeira revolução:

Saiu aquele homem para o oriente, tendo na mão um cordel de medir; e mediu mil côvado e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos tornozelos. Vers.3. Na entrada do rio, o Espírito Santo passa a habitar no crente. A bíblia diz: E, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, para  redenção da possessão de Deus, para louvor da sua glória. Ef.1.13b,14. O penhor é uma garantia, que dá a certeza que a pessoa vai voltar. Nós recebemos o selo, a marca e o sinal, como propriedade exclusiva de Deus, e isto é o sinal que ele vai voltar. O Espírito Santo é dado ao crente, como parcela inicial da herança que vamos receber no futuro.

2. Segunda revolução:

E mediu mais mil e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos joelhos. Vers.4a. Adentrando no rio, mais mil côvado, que equivale a 500 metros; o Espírito Santo, capacita o crente com poder. Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me -eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra. At.1.8. A palavra virtude ou poder, no original grego é dunamis; de onde se deriva as palavras: Dínamo, dinâmico e dinamite.

Dínamo. É um aparelho que gera corrente contínua, convertendo energia mecânica em elétrica, através de indução eletromagnética. No dínamo do Espírito, o crente deixa de viver na mesmice, sai da forma mecânica de adorar e pregar, e vive na dimenção da energia do Espírito Santo.

Dinâmico. Que diz respeito à força, ao movimento; que é cheio de energia, que está sempre em movimento e se renovando. O crente que vive na dinâmica do Espírito, ele não fica estático, sem ânimo e sem vigor; mas ele é cheio de alegria e da força do Senhor. Lêia. Mq.3.8.


Dinamite. É um explosivo rápido e poderoso, que causa grandes destruição. O crente nas mãos de Deus, na direção do Espírito Santo e munido com a palavra de Deus, ele é como um explosivo poderoso para desmantela o reino de satanás. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus, para destruição das fortalezas; destruindo os conselhos e toda altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo entendimento à obediência de Cristo, e estando pronto para vingar toda desobediência, quando for cumprida a vossa obediência. 2Co.10.4-6.

3. A terceira revolução.

E mediu mais mil e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos lombos. Na terceira revolução do Espírito, o crente é revestido de poder. Jesus falou: E eis que sobre vós envio a promessa de meu pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder. Lc.24.49. O revestimento de poder é uma unção dobrada para realizar a obra de Deus, de forma ousada e intrepida. A igreja antes do pentecostes era fraca, desanimada e medrosa. A igreja depois do pentecostes, ficou revestida de poder, e se tornou forte, animada e corajosa. Revestimento de poder, significa porção dobrada do Espírito.

4. A quarta revolução.

E mediu mais mil e era um ribeiro, que eu não podia atravessar, porque as águas eram profundas, águas que se deviam passar a nado, ribeiro pelo qual não se podia passar. Vers.5. Quando o crente passa a nadar no rio do Espírito, ele vive na dimensão da plenitude do Espírito e é dirigido e controlado pelo Espírito Santo. O apóstolo Paulo orando pelos irmãos da igreja de Éfeso ele disse: Por causa disso, me ponho de joelhos perante o pai de nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda família nos céus e na terra toma o nome, para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior; para que Cristo habite, pela fé, no vosso coração, a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus, Ef.3.14-19.

Amém! Que todas essas revoluções do Espírito Santo venha sobre nós, e que sejamos maduros para toda a boa obra. 

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

PORQUE DEVEMOS SEGUIR A JESUS.

Texto básico: Desde de então, muitos dos seus discípulos tornaram para trás e já não andavam com ele. Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos? Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Senhor, Para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna, e nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo, o filho de Deus. Jo.6. 66-69. 

Introdução: Na vida nós temos muitas opções de escolhas, as pessoas estão sempre buscando o melhor para si; algumas acertam em suas escolhas, enquanto outras não são felizes ao escolher. A bíblia nos dar várias opções de escolhas; Neste episódio Jesus perguntou aos seus discípulos se eles também iriam lhe abandonar. Foi um momento crucial para eles tomarem uma decisão; eles teriam que decidir em escolher continuar com Jesus ou desistir de segui-lo.

 DEZ  RAZÕES  PORQUE  DEVEMOS  SEGUIR  A  JESUS.

1. Ele é o pão da vida.
 E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome; e quem crê em mim nunca terá sede. Jo.6.35.

2. Ele é a água da vida.
E, no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crê em mim como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. Jo.7.37,38.

3. Ele é a luz do mundo.
Falou-lhe, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. Jo.8.12

4. Ele é o libertador.
E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Se, pois, o filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres. Jo.8.32,36.

5. Ele é a porta.
Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens. Jo.10.9.

6. Ele é o bom pastor.
Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Jo.10.11.

7. Ele é a ressurreição e a vida.
Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá. Jo.11.25.

8. Ele é o caminho, a verdade, e a vida.
Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao pai senão por mim. Jo.14.6.

9. Ele á a videira verdadeira.
Eu sou a videira verdadeira, e meu pai é o lavrador. Jo.15.1.

10. Ele é o doador da vida eterna.
As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; e dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará das minhas mãos. Jo.10.27,28.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

DEUS PROCURA UM HOMEM.

Texto básico: Dai voltas às ruas de Jerusalém, e vede agora, e informai-vos, e buscai pelas praças, a ver se achais alguém ou se há um homem que pratique a justiça ou busque a verdade; e eu lhe perdoarei. Jr.5.1 
E busquei dentre eles um homem que estivesse tapando o muro e estivesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei. Ez.22.30.  

Introdução: A corrupção dos lideres e do povo era tão grande em Judá, que Deus não encontrou uma só pessoa disposta a obedecer a sua palavra, e levar o povo ao arrependimento e volta-se para Ele. É uma tragédia, quando muitas igrejas estão dominadas pelo mundanismo, lamentável também é que muitos pastores e lideres, já se conformaram com o pecado que está instalado nas igrejas, e eles não tem forças para combater. Em muitos púlpitos não se prega contra o pecado e muito menos se fala de santidade; isto porque eles falam o que o povo gosta de ouvir, e não o que o povo precisa ouvir. muitos trocaram o compromisso com a palavra de Deus, pela sua conta bancária. Estão fazendo do povo negócio e acumulando para si riquezas. Hoje nós temos muitos pregadores de auto ajuda, e outros que se dizem avivalistas; Deus não precisa de pregadores descomprometidos com a sua palavra, Deus precisa  de pregadores que vivam, falem e profetizem a palavra com verdade.

DEUS SEMPRE BUSCOU O HOMEM PARA FAZER A SUA OBRA EM ÉPOCAS E TEMPOS DIFERENTES: 
Toda chamada requer: Renúncia, compromisso, obediência e dedicação.

Homens que Deus chamou:

Noé. No meio de uma sociedade degenerada pelo pecado. Gn.6.1-13.

Abraão. No meio da idolatria, em Ur dos caldeus na Mesopotamia. Gn.11.27-32. 12.1-4.

Moisés. De herdeiro do trono de faraó, a fugitivo no deserto de midiã, apascentando as ovelhas do seu sogro. Deus o chamou para ser libertador de Israel. Ex.3.1-16.  

Gideão. Estando malhando trigo no lagar, temendo aos Midianitas. Jz.6.11-16.

Daví. Apascentando as ovelhas de seu pai. 1Sm.16.1-13. At.13.22.

Isaías. No palácio do rei Uzias, no meio de uma sociedade impura. Is.6.1-8.

Jeremias. No meio do povo rebelde de Judá. Jr.1.1-12.

Ezequiel. No meio dos cativos, as margens do rio quebar. Ez.1.1-3.

Amós. No campo cultivando sicômoros e cuidando dos gados. Am.7.14,15  

Paulo. No meio da corte dos fariseus, extremamente zeloso das tradições do judaísmo. Gl.1.12-16.

Conclusão: Estes são alguns dentre muitos que Deus chamou, e ainda continua chamando homens e mulheres que estejam dispostos a pagarem o preço, fazendo a diferença no meio de uma sociedade pecadora e de uma igreja morna que já se conformou com o pecado. Acredite, Deus lhe chamou para fazer a diferença. Pregue e profetize a palavra.