quinta-feira, 6 de outubro de 2011

APOSTASIA. UM SINAL DOS ÚLTIMOS TEMPOS.

Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios, pela  hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência, proibindo o casamento e ordenando a abstinência dos manjares que Deus criou para os fiéis e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças; porque toda criatura de Deus é boa, e não há nada que rejeitar, sendo recebido com ações de graças, porque, pela palavra de Deus e pela oração, é santificada (1Tm.4.1-5).

Apostasia significa o abandono da fé, de forma total ou parcial. Vivemos em uma época de grande apostasia espiritual. Com o avanço da ciência e o desenvolvimento tecnológico, há uma tendência desenfreada das pessoas  se tornarem cada vez mais materialistas. Muitos são influenciados pela mídia, e o sistema humanista impera em uma sociedade egocêntrica, fria e desumana. Haja vista também, que o pecado se multiplica, ao ponto de muitos acharem tudo normal; e os falsos profetas arrebanham grandes números de adeptos, oferecendo-lhes vantagens e facilidades para o caminho do céu. Infelizmente vivemos em uma época de grande decadência espiritual, estamos vendo uma grande variedade de ministérios e igrejas que se multiplicam a cada dia, e estão atraindo milhares de pessoas. Mas, a grande problemática é que boa parte desses ministérios e igrejas, não estão comprometidos com o reino de Deus; distorcem a palavra de Deus para agradar os seus ouvintes e massagear seu ego, entrando no caminho da apostasia e levando multidões após si. Sobre isto diz a palavra de Deus: E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade; e, por avareza, farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita (2 Pe.2.1-3).

EXISTEM  DOIS  TIPOS  DE  APOSTASIA.

1. Parcial.

São pessoas que aceitaram a fé, abandonaram o pecado e de maneira fiel e verdadeira seguiram a Jesus, obedecendo a sua palavra. Mas com o passar do tempo se deixou levar pelo conformismo e pelas influencias mundanas, e foi se distanciando da sã doutrina e aceitando a  achologia, quando dizem: Eu não acho nada de mais nisso; e a palavra de Deus dizendo que está errado. Muitos são os que entraram por este caminho e estão sendo levados por ventos de falsas doutrinas e movimentos inovadores que surgem como algo novo, mas que contraria totalmente a palavra de DEUS. Estas pessoas estão na igreja, participando ativamente nos trabalhos, cultuando e até ministrando para o povo, porém já apostataram a fé e tem aparência de quem vive, mas está morto. A grande estratégia do diabo hoje, é deixar os crentes desviados dentro das igrejas, para que venha perturbar os outros. Sobre isto a palavra de Deus diz: Ai deles! Porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré. Estes são manchas em nossas festas de caridade, banqueteando-se conosco e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos  ventos de uma parte para outra; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações, estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a escuridão das trevas. Jd.Vs.11-13. Infelizmente é o que está acontecendo em nossos dias, muitos estão adulterando a palavra de Deus e vivendo um  evangelho ao seu bel-prazer.

2. Total.

A  apostasia total  está  relacionada as pessoas que participaram da comunhão da igreja, foram iluminadas, e provaram o dom celestial, receberam o Espírito Santo, conheceram a palavra de Deus e serviram a Ele com devoção e lealdade, mas por algum motivo se afastou do caminho do Senhor e da comunhão da igreja e voltou  às práticas pecaminosas. Nesta vertente existem dois tipos de apóstatas: Aquele que abandona a fé e depois se arrepende, e procura retornar, buscando a  reconciliação com Deus, como fez o filho pródigo que arrependido disse: Levantar-me-ei, e irei ter com o meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti. Lc.15.18. Os que assim fazem são perdoados, pois a palavra de Deus diz: O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. Pv.28.13. Há porém  os que além de abandonar o caminho da salvação, ficam em uma situação irreversível, porque não buscam arrepende-se e começam a profanar e até blasfemar o caminho da verdade e o nome de  Cristo, e não querem  reconcilia-se com Deus. Jesus falando para igreja de Éfeso, disse: Tenho porém contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras...Ap.2.4,5a. Jesus sempre quer dá uma nova oportunidade, porém muitos não querem. Os que estão nesta situação, estão  piores que aqueles que nunca conheceram o caminho da verdade; pois a bíblia diz: Porque se depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. Deste modo, sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito; a porca lavada, ao espojadouro de lama. 2Pe.2.20-22. É  lamentável saber que muitos estão nesta situação, e o pior é quando partem para eternidade, sem Deus, sem paz e sem salvação.

Conclusão: O ensino ortodoxo da palavra de Deus nos dias atuais tem sido raro. O modismo, as inovações e o sensacionalismo tem invadido nossos púlpitos e levado muitos crentes a se tornarem apostatas. A apostasia tem se tornado algo comum em nossos dias, muitos já apostataram a fé e permanecem na igreja. Há muitos crentes nominais, cultuando ativamente e até ministrando, mas são verdadeiros adúlteros da palavra de Deus. É tempo de despertarmos e sermos como os crentes de Beréia, que examinavam nas escrituras o que Paulo pregava para conferir se era verdade (Atos.17.10,11). Amém!