domingo, 23 de setembro de 2012

A GLÓRIA QUE ENCHE.




Acabando Salomão de orar, desceu fogo do céu e consumiu o holocausto e os sacrifícios; e a glória do SENHOR encheu a casa. E os sacerdotes não podiam entrar na Casa do SENHOR, porque a glória do SENHOR tinha enchido a Casa do SENHOR. E todos os filhos de Israel, vendo descer o fogo e a glória do SENHOR sobre a casa, encurvaram-se com o rosto em terra sobre o pavimento, e adoraram, e louvaram o SENHOR, porque é bom, porque a sua benignidade dura para sempre (2Cr.7.1-3).

Na inauguração do templo, Salomão fez a oração mais longa registrada na bíblia. Diz o texto sagrado: E, acabando Salomão de orar... Observe que, antes de descer fogo do céu e a glória do SENHOR encher a casa, Salomão teve que orar. O templo construído por Salomão era muito belo; mas o que deu vida e encheu os corações dos adoradores, foi a glória do SENHOR. Não comparando ao templo de Salomão, mas hoje nós temos templos luxuosos, lindas catedrais onde o povo se reuni para adorar a Deus; porém em muitos deles a glória de Deus não se manifesta. E porque não se manifesta? Por falta de devoção sincera, por falta de adoração verdadeira, por falta de união e de humildade, por falta de reverência, por falta de oração e outras coisas mais. Hoje em muitas igrejas já não se ora mais, temos muito ensino, mas pouca prática tem muitos templos, mas poucas igrejas; temos muitos cânticos, mas pouco louvor, temos muita homilética, mas falta a unção do Espírito, temos muita técnica, mas falta a ação de Deus.

AS  TRÊS  DIMENSÕES  DA  GLÓRIA  QUE  ENCHE:
 
A GLÓRIA ENCHEU O TABERNÁCULO.
 
Levantou também o pátio ao redor do tabernáculo e do altar e pendurou a coberta da porta do pátio. Assim, Moisés acabou a obra. Então, a nuvem cobriu a tenda da congregação, e a glória do SENHOR encheu o tabernáculo, de maneira que Moisés não podia entrar na tenda da congregação, porquanto a nuvem ficava sobre ela, e a glória do SENHOR enchia o tabernáculo (Êx.40.33-35). 
Tabernáculo: Era um templo móvel que Moisés construiu para o serviço de Deus, seguindo as instruções que recebeu do SENHOR. Entre os capítulos 25 e 40 temos detalhes de todos os materiais empregados na construção do tabernáculo e seu conteúdo. Diz a bíblia que havendo Moisés terminado de construir o tabernáculo, a glória do Senhor cobriu a tenda e encheu o tabernáculo.
Glória, no hebraico é shekinah, que significa lugar onde se manifesta a presença de Deus.

2. A GLÓRIA ENCHEU O TEMPLO.

E, acabando Salomão de orar, desceu fogo do céu e consumiu o holocausto e os sacrifícios; e a glória do SENHOR encheu a casa. E os sacerdotes não podiam entrar na Casa do SENHOR, porque a glória do SENHOR tinha enchido a casa do SENHOR (2Cr.7.1,2).
Antes de descer fogo do céu e a glória do Senhor encher a casa, houve: Obediência, reverência, gratidão, oração e sacrifício. A glória do Senhor vai permanecer sobre o povo de Deus, enquanto existirem estes tipos de comportamentos e atitudes.

3. A GLÓRIA ENCHE A IGREJA.

A glória no dia de pentecostes (At.2.1-4).
A glória de Deus desceu sobre a igreja no dia de pentecostes, através do Espírito Santo, e permanece até os dias de hoje. Jesus na sua oração sacerdotal, ele disse: E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um (Jo.17.22).

A igreja verdadeira está cheia da glória de Deus; e quando ela se reuni para adorar, a glória de Deus se manifesta de forma poderosa.
Uma igreja sem a glória de Deus é uma igreja vazia, e está fadada ao fracasso; mas a glória de Deus continua abundante para encher a sua igreja, aleluia!

Para sempre seja louvado aquele que enche a igreja com a sua glória, amém.

A glória do mundo incha e deixa as pessoas orgulhosas.
A glória de Deus enche e deixa as pessoas transformadas.

sábado, 8 de setembro de 2012

IGREJA VERSUS INFERNO.

E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o filho do homem? E eles disseram: Uns, João Batista; outros, Elias, e outros, Jeremias ou um dos profetas. Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou? E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue quem to revelou, mas meu pai , que está nos céus. Pois também eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela (Mt.16.13-18).

A igreja não foi inventada por homem algum, a igreja foi instituída por Deus para proclamar boas novas de salvação aos perdidos e anunciar a volta de Jesus. A igreja  funciona como uma agência de Deus, para expandir o seu Reino. Jesus como a cabeça da igreja, que é o seu corpo; ele a orienta, fortalece e sustenta. A igreja teve sua inauguração no dia de pentecostes, e começou a se expandir desde Jerusalém até os confins da terra, e até hoje ninguém conseguiu parar a marcha da igreja, que cresce assustadoramente nos quatro cantos da terra. A igreja não está na posição defensiva. A igreja de Jesus não está parada nem acomodada, ela está ativa e atuante, operando contra as forças do mal.
A posição da igreja é ofensiva, e as portas do inferno não podem prevalecer nem resistir o poder de Deus que opera na igreja. Amém!

QUATRO  RAZÕES  PORQUE  AS  PORTAS  DO  INFERNO  NÃO  PODEM  PREVALECER  CONTRA  A  IGREJA:

1. PORQUE ELA É DE JESUS.

Jesus disse: edificarei a minha igreja. Observe que Ele fez questão de usar o pronome possessivo: Minha igreja, ele poderia ter dito: Edificarei a igreja. Isto fica provado que a igreja não é uma instituição ou organização feita ou idealizada pelo homem. Os maiorais em Jerusalém e em seguida o império romano, tentaram apagar e banir o nome de Jesus, das mentes e dos corações dos seus discípulos, mas não conseguiram; porque quem é igreja de Jesus, é por ele fortalecido e renovado. Este nome é a razão da igreja existir. E as portas do inferno não conseguem vencer a igreja do Deus vivo.

2. PORQUE ELA É COLUNA E FIRMEZA DA VERDADE.

O apóstolo Paulo escrevendo à Timóteo, disse: Escrevo-te estas coisas, esperando ir ver-te bem depressa, mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade. 1Tm.3.14,15. A igreja é a base sólida, o sustentáculo, o baluarte da verdade. Neste mundo existem muitas verdades, mas, a única verdade absoluta está em Jesus, que é o Senhor da igreja e a fonte da verdade. No decorrer dos séculos muitas inverdades e perseguições se levantaram contra a igreja, porém ela se manteve de pé, porque nenhuma mentira prevalece contra a verdade, e nenhuma mentira provém da verdade. O apóstolo Paulo escrevendo aos coríntios, disse: Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade. 2Co.13.8. Quando a verdade te incomoda, está na hora de optar por ela.

3. PORQUE ELA É GUIADA PELO ESPÍRITO SANTO.

Jesus instruindo os seus discípulos sobre o consolador, disse: Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar. Jo.16.13,14. O Espírito Santo foi dado à igreja para guia-la e comunicar-lhe toda verdade. Ele é chamado por Jesus, de Espírito da verdade. É pela direção do Espírito Santo que a igreja caminha triunfante sem temer as investidas do inferno, e vai sempre prevalecer porque o Espírito Santo está sobre ela.

4. PORQUE ELA TEM O LIVRO DE DEUS, A BÍBLIA SAGRADA.

O profeta Isaías falando acerca da veracidade e infalível palavra de Deus, disse: Buscai no livro do SENHOR e lede; nenhuma dessas coisas falhará, nem uma nem outra faltará; porque a sua própria boca o ordenou, e o seu espírito mesmo as ajuntará( Is.34.16 ). Em épocas passadas as portas do inferno se levantaram contra a igreja e tentaram destruir os escritos sagrados. A história relata que o imperador Diocleciano, no ano 305-310 dC. perseguiu os cristãos e através de vários editos, ordenou que todos os exemplares das escrituras sagradas, fossem queimadas. Também todos os templos e lugares de reunião cristã, foram destruídos. Todos quantos fossem participante dos movimentos cristãos, eram presos e só deveriam ser soltos se negassem o cristianismo. Deveriam ser mortos todos que não adorassem seus deuses. Prendiam os cristãos dentro de seus lugares de reunião e depois os incendiavam. Na idade média, o império papal perseguia e impedia os cristãos de possuir a bíblia. Mas as investidas do inferno contra a palavra de Deus, nunca puderam prevalecer, hoje a bíblia já foi traduzida para mais de 2.600 idiomas, glória Deus! Isto fica comprovado mais uma vez, que as portas do inferno não prevalecerão contra a igreja do Deus vivo. Aleluia!