domingo, 10 de junho de 2012

O NOME ESCRITO NO LIVRO DA VIDA.

Portanto, meus amados e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados. Rogo a Evódia e rogo a Síntique que sintam o mesmo no Senhor. E peço-te também a ti, meu verdadeiro companheiro, que ajudes essas mulheres que trabalharam comigo no evangelho, e com Clemente, e com os outros cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida. Regozijai-vos, sempre, no Senhor; outra vez digo: regozijai-vos (Filipenses. 4.1-4).


A maior alegria do crente não deve está baseada em bens matérias, nem por desfrutar de um bom  status social, nem tão pouco por fazer parte de uma denominação evangélica. Antes a sua maior alegria deve ser por ter o seu nome escrito no livro da vida. Muitas pessoas se orgulham, por ter o seu nome escrito nas colunas sociais de um jornal ou revista; outras por ter o seu nome vinculado aos melhores bancos, no Brasil e no exterior. Há também  pessoas que se acham importantes por ter o seu nome escrito nos maiores cartórios,  no guinness book ( livro dos recordes), e até mesmo por ter o seu nome na calçada da fama em Hollywood. Todos estes prestígios são bons e satisfazem o ego humano, mas trazem uma alegria momentânea, passageira e terminal. Porém o maior privilégio e alegria do cristão, é ter a certeza do nome escrito na livro da vida, onde a traça não rói, a ferrugem não consome, nem o ladrão pode roubar. E não há borracha do inferno que possa apagar o nosso nome do livro da vida e de nos tirar o direito de viver eternamente.

A  IMPORTÂNCIA  DE  TER  O  NOME  ESCRITO  NO  LIVRO  DA  VIDA.

1. O  SENHOR falou à Moisés no antigo testamento:

E aconteceu que, no dia seguinte, Moisés disse ao povo: Vós pecaste grande pecado; agora, porém, subirei ao SENHOR; porventura, farei propiciação por vosso pecado. Assim, tornou Moisés ao SENHOR e disse: Ora, este povo pecou pecado grande, fazendo para si deuses de ouro. Agora, pois, perdoa o seu pecado; se não, risca-me, peço-te, do teu livro, que tens escrito. Então, disse o SENHOR a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei eu do meu livro (Êx.32.30-33).  Moisés tinha certeza que o seu nome estava escrito no livro de Deus, e também que Deus poderia riscar o seu nome do livro. Deus respondeu à Moisés de acordo com o seu entendimento, quando disse: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei. Há uma promessa de Deus no livro de apocalipse que diz: O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida. Ap.3.5a. É importante entender que, Deus na sua presciência, já  sabe o fim desde o começo, e o que ele escreveu no seu livro, está escrito para sempre. A bíblia diz que nós fomos eleitos segundo a presciência de Deus. 1Pe.1.2. Disse Daví: Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe, e no teu livro todas estas coisas foram escritas, as quais iam sendo dia a dia formadas, quando nem ainda uma delas havia (Sl.139.16).

2. JESUS falou para os seus discípulos: 

E, depois disso, designou o Senhor ainda outros setenta e mandou-os adiante da sua face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir. E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Senhor, pelo teu nome, até os demônios se nos sujeitam. E disse Jesus: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. Eis que vos dou poder para pisar serpentes, e escorpiões, e toda a força do Inimigo, e nada vos fará dano algum. Mas não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos, antes, por estar o vosso nome escrito nos céus. Lc.10.1,17-20. Jesus treinou e capacitou mais setenta discípulos e enviou de dois em dois, para vários lugares. Esta foi uma estratégia de Jesus, para expandir a mensagem do reino de Deus. Ele delegou poderes para eles, este poder que Jesus delegou aos setenta, também é extensivo à igreja atual; eles ficaram alegres e emocionados, pelo fato de os demônios se sujeitarem a eles, por causa do nome de Jesus. Jesus falou para eles que não se alegrassem pelo fato de os espíritos se sujeitarem a eles; antes por estar o nome deles escrito nos céus. Daí  nós concluímos que, ter títulos, status, posição e até mesmo unção do Espírito Santo, é importante; porém, mais importante que tudo isso, é ter o nome escrito no livro da vida.

3. O  JUÍZO  FINAL. 

E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros. E abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. E a morte e o inferno lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. E aquele que não foi achado escrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo (Ap.20.11-15). Perceba que tem os livros, e o livro; nos livros estão escritas as obras dos que serão julgados, e no livro que é o da vida, está o nome dos escolhidos. Corre um grande risco no juízo final, aquele que não tiver o seu nome escrito na livro da vida. A sentença final é: E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo. Leiamos o que a bíblia diz sobre as classes de pessoas que serão condenadas e lançadas no lago de fogo e enxofre: Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idolatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte (Ap.21.8). Que a misericórdia de Deus alcance a todos estes que vivem  nestas praticas pecaminosas, porque no dia do juízo final, não haverá chance para arrependimento.