sábado, 22 de junho de 2013

SER CRENTE NÃO BASTA, É PRECISO FAZER A DIFERENÇA.

Texto básico: Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. Ml.3.18.

Introdução: Ser crente em Jesus é bom, ser membro de uma igreja ou participar de alguma organização religiosa que professa o nome de Deus é ótimo; mas é preciso fazer a diferença. O que antigamente era vergonhoso e tido como um termo pejorativo, hoje para muitos virou moda. Ser crente evangélico para muitos já se tornou até um status, muitos viraram "estrelas" no meio evangélico e se tornaram verdadeiros profissionais da música, da pregação, e de palestras temáticas, cobrando cachê altíssimo e explorando a fé dos mais simples. Ser crente a maioria diz que é, porém o testemunho de um verdadeiro cristão muitos não tem dado. É preciso ser crente e fazer a diferença no meio desta geração corrompida e conformada com o pecado e as injustiças sociais. A bíblia diz: O mundo jaz no maligno (1Jo.5.19). Isto significa dizer que o mundo estar dominado pelo mal e sobre o domínio do Diabo. Ser crente, só porque frequenta alguma igreja, só porque carrega a bíblia ou tem um título de pastor, isto muitos tem e são; mas Deus estar querendo crentes fiéis que façam a diferença e não se dobrem diante deste sistema mundano e maligno. A bíblia diz: Os meus olhos procurarão os fiéis da terra, para que estejam comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá (Sl.101.6). Crente é aquele que crer, por esta definição a maioria é crente; mas é preciso crer e obedecer. Crente, até os demônios são crentes, a bíblia diz, que eles crêem que estremecem, porém não obedecem (Tg.2.19).

CINCO CARACTERÍSTICAS DOS CRENTES QUE FAZEM A DIFERENÇA:

1. SÃO APROVADOS DIANTE DE DEUS.

E vindo um dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles. Então, o SENHOR disse a Satanás: De onde vens? E Satanás respondeu ao SENHOR e disse: De rodear a terra e passear por ela. E disse o SENHOR a Satanás: Observaste tu o meu servo jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem sincero, e reto, e temente a Deus, e desviando-se do mal. Jó.1.6-8.
Deus deu testemunho de Jó diante de Satanás, expondo as qualidades de Jó e aprovando a sua fidelidade. Jó foi um crente que fez a diferença na sua geração. Que haja muitos crentes da qualidade de Jó nesta geração atual, para fazer a diferença.

2. SÃO CUIDADOSOS COM A FAMÍLIA.

Contudo, se alguém não cuida dos seus, especialmente dos de sua própria família, este tem negado a fé e se tornou pior que um descrente. 1Tm.5.8.
Um crente que não tem paz com a sua família não serve para ser exemplo. Crente que faz a diferença ama e cuida da sua família. Tem pessoas que demonstram uma aparente santidade na igreja, e até ensinam, mas na sua casa não tem harmonia, e é um verdadeiro destroço.

3. SÃO EXEMPLO NA IGREJA.

Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza. 1Tm.4.12.
Tem crentes que não conseguem nem ser o exemplo dos infiéis, quanto mais dos fiéis. Muitos crentes na igreja que não conseguem ser exemplo, ficam dando desculpas dizendo: Não olhe para mim, olhe para Jesus. Mas, o crente que faz a diferença, diz como disse o apóstolo Paulo: Sede meus imitadores, como também eu, de Cristo (1Co.11.1).

4. SÃO IRREPREENSÍVEIS DIANTE DA SOCIEDADE.

Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio duma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo. Fp.2.15.
Em uma sociedade corrompida e perversa, é necessário que haja crentes verdadeiros que façam a diferença em todos os seguimentos sociais, ao ponto de converter alguns para o evangelho, por causa da sua vida irrepreensível e exemplar.

5. SÃO EXEMPLO NA VIDA PESSOAL.

Sucedeu também um dia que, indo Eliseu a Suném, havia ali uma mulher rica, a qual o reteve a comer pão; e sucedeu que todas as vezes que passava, ali se dirigia a comer pão. E ela disse ao seu marido: Eis que tenho observado que este que passa sempre por nós é um santo homem de Deus. 2Rs.4.8,9.
Na maioria das vezes as nossas atitudes falam mais altos do que as nossas palavras, tem crentes que falam muito de suas virtudes e contam muitas vantagens, mas na prática não correspondem. É preciso que as pessoas vejam o nosso bom testemunho e o nome de Deus seja glorificado através da nossa vida. A nossa vida cotidiana tem que ser como uma carta aberta e lida por todos; quem faz a diferença anda correto e de cabeça erguida por onde passa, porque a sua vida pessoal não é fingida e nem simulada de engano, mas é explícita e verdadeira.

Conclusão: Nesta época atual em que a religião estar desacreditada por muitos, devido aos escândalos que tem acontecido na vida daqueles que se dizem filhos de Deus, somos desafiados a viver uma vida digna de um verdadeiro filho de Deus. Embora estejamos sujeitos a falhas e erros, devemos nos esforçar e nos policiar para ser a diferença como filhos de Deus e servos de Jesus Cristo, no meio de um mundo corrompido pelo engano do pecado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário