quarta-feira, 10 de julho de 2013

O PODER DA PALAVRA.

E aconteceu que, num determinado dia, Jesus estava próximo ao lago de Genesaré, e uma multidão o espremia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. Ele observou junto à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos pescadores, que havendo desembarcado, cuidavam de lavar suas redes. Então, entrou num dos barcos, o que pertencia a Simão, e lhe solicitou que o afastasse um pouco da praia. E, assentando-se, do barco ensinava o povo. Assim que acabou de ministrar, dirigiu-se a Simão e aos demais, e lhes pediu: "Ide para onde as águas são mais profundas e lançai as vossas redes para pesca!"Ao que lhe replicou Simão: Mestre, tendo trabalhado durante a noite toda, não pegamos nada. Todavia, confiando em tua palavra, lançarei as redes. Assim procederam e pegaram enorme quantidade de peixes, tanto que as redes começaram a se romper. Por esse motivo acenaram aos seus amigos no outro barco, para que viessem ajudá-los. Eles chegaram e lotaram ambos os barcos, a ponto de começarem a afundar. Diante de tamanho evento, Simão se prostrou aos pés de Jesus e declarou: "Afasta-te de mim, SENHOR, pois sou homem pecador!" Porquanto, ele e seus companheiros estava maravilhados com a pesca que haviam realizados, assim como de Tiago e João, os filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão. Todavia, Jesus a Simão: Não tenhas medo; a partir deste momento tu serás um pescador de vidas humanas. Então, eles arrastaram seus barcos para a praia, renunciaram a todas as coisas e seguiram a Jesus. Lc.5.1-11.

Neste episódio estavam juntos: Simão (que é Pedro), e os dois filhos de Zebedeu, Tiago e João, que eram sócios de Simão, pois eles tinham uma empresa de pesca. Eles estavam a beira do lago de Genesaré. Os demais escritores chamam o lago de Genesaré, de "mar da Galiléia", e João o denomina por duas vezes de "mar de Tiberíades"(Jo.6.1;21.1). Eles estavam lavando as redes, visto que tinha trabalhado a noite toda e nada haviam pescado. Jesus sabendo da situação deles, ainda lhes testou a paciência, entrou no barco de Simão e pediu que afastasse um pouco da praia, e assentado no barco ensinava a multidão. E, quando ele acabou de ministrar a palavra, ordenou a Simão, dizendo: Vai ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. Simão e os seus companheiros estavam frustrados e decepcionados por haverem trabalhado a noite toda e nada apanhado. Pela experiência deles era quase impossível eles conseguirem alguma coisa, visto que o melhor horário para a pescaria era a noite, e não durante o dia. Mesmo Simão com a sua experiência profissional e de seus companheiros, sabendo da inexperiência de Jesus no ramo, pois era um carpinteiro; decidiu obedecer a ordem do mestre. Foram e lançaram as redes, e, para surpresa deles, veio uma grande quantidade de peixes, de forma que as redes se rompiam e eles pediram ajuda aos outros companheiros que estavam em outro barco para que lhes ajudassem. Simão ficou assombrado em ver tantos peixes; vendo ele o grande milagre feito por Jesus, disse: SENHOR, afasta-te de mim, pois sou um homem pecador. Jesus lhe disse: Não tenhas medo, de agora em diante, serás pescador de homens. É importante notar o fato de Jesus haver escolhido seus discípulos entre homens que estavam dedicados a um trabalho árduo, e não entre os preguiçosos e desocupados, nem entre os lideres religiosos e príncipes do povo. Contudo Pedro foi convocado duas vezes para servir a Jesus, após duas pescaria milagrosas. Primeiro para o discipulado e algum tempo depois, para o apostolado (Jo.21.1-19). Quando em ambas as situações se achava indigno para o ministério. Está escrito: Mas Deus escolhe as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes. E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são para aniquilar as que são; para que nenhuma pessoa se glorie perante ele (1Co.1.27-29).

TRÊS PASSOS PARA ACONTECER O MILAGRE.

1. OUVIR A PALAVRA DE DEUS.

E aconteceu que, num determinado dia, Jesus estava próximo ao lago de Genesaré, e uma grande multidão o espremia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. Lc.5.1.
Ouvir e crer na palavra de Deus, é o caminho certo para o milagre acontecer. É ouvindo a palavra de Deus, que a nossa fé é ativada e condicionada a crer num milagre. O apóstolo Paulo disse: De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus (Rm.10.17). Existem pessoas que estão na igreja e muitas vezes são até lideres na casa de Deus, mas não acreditam em milagre. A palavra de Deus nos diz: Bem-aventurada (o) a que creu, pois hão de cumprir-se as coisas que da parte do Senhor lhe foram ditas! (Lc.1.45). É preciso nós acreditarmos na palavra de Deus, mesmo que as circunstâncias sejam desfavoráveis, mas ele pode e vai operar um grande milagre. Amém!

2. SERVIR A JESUS.

E viu estar dois barcos juntos à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes. E, entrando num dos barcos que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão. Lc.5.2,3.
Eles estavam lavando as redes, visto que tinham trabalhado a noite toda e nada haviam pescado. Jesus sabendo a situação de Pedro e de seus companheiros, ainda lhes testou a paciência, entrou no barco de Pedro, e pediu que afastasse um pouco da praia. A multidão apertava Jesus, e ele precisava de espaço para ensinar a palavra de Deus; ele precisou utilizar o barco de Pedro, e ele o serviu, lhe cedeu o barco e afastou-o para água. É servindo a Jesus e se entregando de coração a fazer a sua obra, que o milagre vai acontecer quando menos esperarmos. Porque quem serve a Jesus, tem recompensa. Aleluia!

3. OBEDECER A PALAVRA DE DEUS.

E, quando acabou de falar, disse a Simão: Vai ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. E, respondendo Simão disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, porque mandas, lançarei a rede. Lc.5.4,5.
Pedro e os seus companheiros estavam frustrados e decepcionados por haverem trabalhado a noite toda e nada apanhado. Pela experiência deles era quase impossível eles conseguirem alguma coisa, visto que o melhor horário para a pescaria era a noite, e não durante o dia. Mesmo Pedro com a sua experiência profissional e de seus companheiros, sabendo da inexperiência de Jesus no ramo, pois era um carpinteiro; decidiu obedecer a palavra do mestre. Foram e lançaram as redes, e, para surpresa deles, veio uma grande quantidade de peixes, de forma que as redes se rompiam e eles pediram ajuda aos outros companheiros que estavam em outro barco para que lhes ajudassem. É obedecendo a palavra de Deus e seguindo as sua orientações que seremos bem sucedidos, e veremos os milagres de Deus acontecerem nas nossas vidas. Amém!