domingo, 15 de setembro de 2013

ENCHEI-VOS DO ESPÍRITO SANTO.

E não vos embriagueis com o vinho, em há contenda, mas enchei-vos do Espírito (Ef.5.18).

Após o apóstolo Paulo fazer uma série de recomendações aos irmãos da igreja que estava em Éfeso, e já próximo de concluir a sua carta, ele exorta dizendo: E não vos embriagueis com o vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito. Para se encher do Espírito Santo é preciso primeiro se esvaziar de tudo que é contrário a vontade de Deus. Assim como a embriaguez domina uma pessoa e altera sua razão e atitudes, o Espírito Santo transforma o comportamento do crente que se submete a viver uma vida dominada por ele. O álcool, as drogas e todos os vícios, conduzem seus escravos para as trevas infernais, ao passo que o Espírito Santo liberta, transforma, conduz à vida eterna e garante todos os benefícios do reino de Deus. O verbo encher, no original grego é usado para mostrar que, a plenitude do Espírito Santo não é só uma experiência. Esse enchimento do Espírito, deve ser contínuo, repetidas vezes, conforme requeira cada ocasião. O cristão que aprendeu a andar diariamente na plenitude do Espírito Santo, não tem porque viver se queixando ou amargurado, mesmo em meio às mais difíceis provações. Esse comportamento grato, otimista e vitorioso, é uma prova que o Espírito Santo está dominando a vida deste crente.

DIFERENÇA EM TER O ESPÍRITO SANTO E SER CHEIO DO ESPÍRITO SANTO.

Nem todos que dizem ter o Espírito Santo, são cheios do Espírito Santo. Ser cheio do Espírito Santo, não é simplesmente ser batizado com o Espírito Santo ou falar em línguas estranhas; também não é ter a experiência do novo nascimento ou ter um grande conhecimento teológico; é muito mais que isto. Ser cheio do Espírito Santo é ter a capacidade dada pelo Espírito Santo de viver uma vida integra e fiel a palavra de Deus, mesmo em meio as lutas e adversidades da vida. É viver uma vida frutífera e demonstrar na sua vida diária a manifestação do fruto do Espírito. É ter a graça abundante de Deus em uma dinâmica poderosa para evangelizar, adorar, contribuir, dá testemunho e executar o serviço cristão em geral.

PESSOAS CHEIAS DO ESPÍRITO SANTO NO LIVRO DE ATOS.

Pedro.
Então, Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo e vós anciãos de Israel, visto que hoje somos interrogados acerca do benefício feito a um homem enfermo e do modo como foi curado (At.4.8,9).
Paulo.
Todavia, Saulo, que também se chama Paulo, Cheio do Espírito Santo e fixando os olhos nele, disse: Ó filho do Diabo, cheio de todo o engano e de toda malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perturbar os retos caminhos do Senhor? (At.13.9,10).
Barnabé.
E a mão do Senhor era com eles; e grande número creu e se converteu ao Senhor. E chegou a fama destas coisas aos ouvidos da igreja que estava em Jerusalém; e enviaram Barnabé até Antioquia, o qual, quando chegou e viu a graça de Deus, se alegrou e exortou a todos a que, com firmeza de coração,permanecessem no Senhor. Porque era homem de bem e cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor (At.11.21-24).
Estevão.
Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete varões de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio. E este parecer contentou a toda a multidão, e elegeram Estevão, homem cheio de fé e do Espírito Santo (At.6.3,5).
Filipe, o evangelista.
E este parecer contentou a  toda a multidão, e elegeram Estevão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, e Filipe (At.6.5). E, descendo Filipe à cidade de Samaria, lhes pregava a Cristo. E as multidões unanimemente prestavam atenção ao que Filipe dizia, porque ouviam e viam os sinais que ele fazia, pois que os espíritos imundos saíam de muitos que os tinham, clamando em alta voz; e muitos paralíticos e coxos eram curados. E havia grande alegria naquela cidade (At.8.5-8).
Muitos crentes.
E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem (At.2.4). E, tendo eles orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo e anunciavam com ousadia a palavra de Deus (At.4.31).

CINCO CARACTERÍSTICAS QUE IDENTIFICAM UMA PESSOA CHEIA DO ESPÍRITO SANTO:

1. TEM A MANIFESTAÇÃO DO FRUTO DO ESPÍRITO.
O crente verdadeiro não deve ser conhecido pelos dons, e sim pelos frutos. O que vai caracterizar uma pessoa cheia do Espírito Santo é exatamente as evidências do fruto do Espírito. Porque o fruto do Espírito está em toda bondade, e justiça, e verdade, aprovando o que é agradável ao Senhor (Ef.5.9,10). Mas o fruto do Espírito é: Amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas virtudes não há lei (Gl.5.22,23).

2. TEM OUSADIA PARA ANUNCIAR A PALAVRA DE DEUS.
É impossível uma pessoa cheia do Espírito Santo não ter coragem e se envergonhar de pregar a palavra de Deus. Diz a bíblia: E, tendo eles orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo e anunciavam com ousadia a palavra de Deus (At.4.31).

3. TEM FORÇA E CORAGEM PARA DENUNCIAR O PECADO.
É inconcebível uma pessoa cheia do Espírito Santo, não ter força nem coragem de denunciar o pecado. O profeta Miquéias diz: Mas, decerto, eu sou cheio da força do Espírito do SENHOR e cheio de juízo e de ânimo, para anunciar a Jacó a sua transgressão e a Israel o seu pecado (Mq.3.8).

4. TEM ALEGRIA E FERVOR EM SERVIR A DEUS.
E os discípulos estavam cheios de alegria e do Espírito Santo (At.13.52).
Não sejas vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor (Rm.12.11).

5. É CAPACITADO PARA DÁ TESTEMUNHO DA VERDADE.
Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra (At.1.8).

CONCLUSÃO:
Por incrível que pareça, é raro se encontrar em pleno século vinte e um, crentes cheios do Espírito Santo. Mais do que nunca, Deus está procurando pessoas que queiram enfrentar o desafio para serem cheias do Espírito Santo. É preciso coragem, determinação, renuncia e dependência total de Deus para ser cheio (a) do Espírito Santo. Em um mundo onde impera o pecado, trazendo consigo a maldade, a violência, a imoralidade e a falta de amor, é preciso sermos cheios do Espírito Santo para vencermos. A fonte está jorrando, o azeite está sendo derramado é só mergulhar no rio do Espírito e viver uma vida plena na presença de Deus. Amém!