segunda-feira, 14 de outubro de 2013

ABIGAIL, A MULHER PRUDENTE.

Texto básico: Então, Daví disse a Abigail: Bendito o SENHOR, Deus de Israel, que hoje te enviou ao meu encontro. Bendita seja a tua prudência, e bendita sejas tu mesma, por me teres impedido hoje de derramar sangue e fazer justiça com as minhas próprias mãos! 1Samuel.25.32,33.

Introdução: Abigail, nome hebraico, que significa fonte de alegria, era uma mulher prudente, sábia, humilde e temente a Deus. Diz a bíblia, que Abigail era mulher inteligente e formosa (1Sm.25.3). Nabal, seu marido era um homem rico e próspero, porém duro e maligno. A história dessa notável e extraordinária mulher de Deus, nos comove e nos traz um grande exemplo de prudência para todos nós nos dias atuais. Após o falecimento de Samuel, e o rei Saul ter sido rejeitado pelo Senhor, Daví foi escolhido por Deus para substituí-lo. Por esse motivo Saul queria matá-lo. Daí então Daví, o belemita, saiu da cidade e passou a habitar nas cavernas do deserto de Parã; acompanhado por um grupo de homens. O acampamento onde Daví estava, ficava próximo a fazenda de Nabal, que era um homem bem sucedido financeiramente. Diz a bíblia, que Daví mandou dez jovens ir ao encontro de Nabal, para lhe pedir alimentos, mas ele recusou em dar-lhe, e deixou os jovens voltar de mãos vazias. Pelo que Daví, muito se indignou, e na sua ira determinou junto com os seus quatrocentos homens, que lhe mataria e destruiria toda a sua casa. Um dos servos de Nabal, fez saber a Abigail, que seu marido havia negado alimentos a Daví. Pelo que ela saiu ao encontro de Daví, e procurou apaziguar a situação, dando a entender a Daví, que seu marido era um homem mau, tolo, sem entendimento, mas que ele perdoasse a sua atitude impensável, e que ela estava com bastante alimentos para suplemento dele e dos seus homens. Daví, louvou a sua atitude sábia e prudente e desistiu de matar o seu marido. Passado alguns dias, quase dez dias, o SENHOR feriu Nabal, e este faleceu, e Daví, tomou Abigail por mulher. Daví não só atentou para sua formosura, e sim por ver nela qualidades espirituais que lhe destacava, além da sua beleza.

A IMPORTÂNCIA DE SER UMA MULHER PRUDENTE.

Jesus disse: Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e símplices como as pombas (Mt.10.16).
A prudência é uma virtude muito importante na vida de uma pessoa, prudência é sinônimo de sabedoria; uma pessoa sábia é uma pessoa prudente. Porém uma pessoa pode ter um vasto conhecimento, e não ser sábia. O conhecimento é bom, porque ele está relacionado na área do saber, seja ele científico, político, religioso, cultural, teológico, filosófico e outros mais. Porém a sabedoria no agir, no proceder e no falar é diferente da sabedoria do conhecimento. Abigail, por ser uma mulher sábia, foi louvada por Daví pela sua atitude de prudência.

AS QUALIDADES DE ABIGAIL:

Temente a Deus.
Enganosa é a graça, e vaidade, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada. Pv.31.30.

Sábia.
Toda mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derruba-a com as suas mãos. Pv.14.1.

Humilde.
O temor do SENHOR é a instrução da sabedoria, e diante da honra vai a humildade. Pv.15.33.

Prudente.
A casa e a fazenda são a herança dos pais; mas do SENHOR vem a mulher prudente. Pv.19.14.

MULHERES QUE FORAM LOUVADAS POR SUA PRUDÊNCIA:

Maria.
E aconteceu que, ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre; e Isabel foi cheia do Espírito Santo, e exclamou com grande voz, e disse: Bendita és tu entre as mulheres, e é bendito o fruto do teu ventre (Lc.1.41,42). E, entrando o anjo onde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. Lc.1.28.

Jael.
Bendita seja sobre as mulheres Jael, mulher de Héber, o queneu; bendita seja sobre as mulheres nas tendas. Água pediu ele (Sísera), leite lhe deu ela; em taça de príncipes lhe ofereceu manteiga. Jz.5.24,25.

Abigail.
Bendita seja a tua prudência, e bendita sejas tu mesma, por me teres impedido hoje de derramar sangue e fazer justiça com as minhas próprias mãos! 1Sm.25.33.

UMA MULHER COM SUA SABEDORIA LIVROU UMA CIDADE.

Esta mulher cujo nome a bíblia não revela, ela livrou uma cidade de ser destruída. Diz a bíblia que: Vindo o general Joabe, e com ele todo o seu exército em perseguição a um homem chamado Seba, o qual havia se rebelado contra o rei Daví; cercaram a cidade e batiam no muro, para o derrubar. Então, uma mulher sábia gritou de dentro da cidade: Ouvi, ouvi, peço-vos que digais a Joabe: Chega-te cá, para que eu te fale. Chegou-se a ela, e disse a mulher: Tu és Joabe? E disse ele: Eu sou. E ela lhe disse: Ouve as palavras de tua serva. E disse ele: Ouço. Então, falou ela dizendo: Antiguamente, costumava-se falar, dizendo: Certamente, pediram conselho a Abel; e assim o cumpriam. Eu sou uma das pacíficas e das fiéis em Israel; e tu procuras matar uma cidade que é mãe em Israel; por que, pois, devorarias a herança do SENHOR? Então, respondeu Joabe e disse: Longe de mim que eu tal faça, que eu devore ou arruíne! A coisa não é assim; porém um só homem do monte de Efraim, cujo nome é Seba, filho de Bicri, levantou a mão contra o rei, contra Daví; entrega-me só este, e retirar-me-ei da cidade, então disse a mulher a Joabe: Eis que te será lançada a sua cabeça pelo muro. E a mulher, na sua sabedoria, entrou a todo o povo, e cortaram a cabeça de Seba, filho de Bicri, e a lançaram a Joabe; então, tocou este a buzina, e se retiraram da cidade, cada um para as suas tendas. E Joabe voltou a Jerusalém, ao rei (2Sm.20.1-22). Disse o sábio Salomão: As palavras dos sábios devem em silêncio ser ouvidas, mas do que o clamor do que domina sobre os tolos. Melhor é a sabedoria do que as armas de guerra, mas um só pecador destrói muitos bens (Ec.9.17,18.).

Conclusão: A sabedoria e a prudência andam juntas, é como um barco a remo, temos que remar de ambos os lados para seguirmos na direção certa. Muitas guerras poderiam ser evitadas se os homens usassem de sabedoria, o mundo seria menos violento se as pessoas agissem com prudência e sabedoria, muitas questões seriam resolvidas pacificamente sem precisar de ir a julgamento, se as pessoas fossem coerentes e usassem de sabedoria. Finalmente, a bíblia diz: E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não o lança em rosto; e ser-lhe-á dada (Tg.1.5).