sexta-feira, 25 de abril de 2014

O PERFIL DO PREGADOR.

Texto básico: Conjuro-te, pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, insiste a tempo e fora de tempo, aconselha, repreende e encoraja com toda paciência e sã doutrina. Porquanto chegará o tempo em que não suportarão o santo ensino; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, reunirão mestres para si mesmo, de acordo com suas próprias vontades. Tais pessoas se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos. Tu, no entanto, sê equilibrado em tudo, suporta os sofrimentos, faz a obra de um evangelista e cumpre teu ministério. 2Tm.4.1-5.

Mais que um apelo, Paulo está encarregando oficialmente seu discípulo amado a dar sequência à sua missão, pois ele prever que seu tempo na terra se abrevia, e o juízo final se aproxima. A principal recomendação de Paulo ao jovem pastor Timóteo, e que ele pregue a palavra. Paulo prevê por uma visão do Espírito, que chegaria um tempo em que as pessoas não iriam suporta ouvir o verdadeiro ensino da palavra de Deus, e que estas pessoas contratariam pregadores para pregarem de acordo com suas conveniências. Infelizmente, esse tempo já chegou, estamos vivendo uma época em que muitos só querem pregar aquilo que o povo quer ouvir, ou gosta de ouvir; mas o grande desafio é, que Deus quer usar os pregadores para falar aquilo que o povo precisa ouvir. Pregadores temos muitos, pregações são as mais variadas em seus temas. Porém, a grande pergunta é, será que estas pregações tem gerado frutos de arrependimentos, salvação de almas e edificação de vidas para o reino de Deus? Muitos estão pregando o que o povo gosta de ouvir, pregam para massagear o ego dos seus ouvintes, são pregadores de auto ajuda, que estão preocupados de engordar a sua conta bancária, eles não tem compromisso com a palavra de Deus, muito menos com Deus. Mas, Deus conta com os remanescentes de pregadores, que estão dispostos a pregar a palavra com verdade. Muitos começarão bem, mas depois caíram em contradição. Hoje nós temos muitos pregadores sensacionalistas que mexe com emocional das pessoas, e são manipuladores das massas, levando as pessoas a acreditarem em tudo que eles pregam. Muitos estão vivendo da fama e do nome de pregador, mas estão pregando heresias para o povo, ao invés de pregarem a verdade. Isto é fato.

Pregador é aquele que prega ou discursa um sermão, baseado em um determinado tema, de acordo com os seus ouvintes. Pregador do evangelho, é aquele que recebe de Deus a sublime missão de pregar a palavra de Deus. Aquele que prega a palavra de Deus, deve ter a consciência que ele é um representante de Deus, e que ele fala em nome de Deus. O pregador é um arauto do evangelho e ele deve se esforçar para viver o que prega. Um pregador autêntico e convicto da sua chamada ele procura viver de forma irrepreensível. O apóstolo Paulo muito valorizou esse título, por duas vezes, escrevendo a Timóteo, ele diz: Afirmo-vos a verdade, e não minto ao declarar que para isso fui constituído pregador, e apóstolo, e mestre dos gentios, na fé e na verdade (1Tm.2.7.2Tm.1.11). Um pregador é um mensageiro a serviço do reino de Deus. Diz a bíblia: De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus (Rm.10.17). Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? (Rm.10.14). Quem prega deve pregar a palavra, o seu tema principal deve ser Cristo, nas suas mensagens não pode faltar a mensagem da cruz. O manual do pregador e o seu livro principal deve sempre ser a bíblia. Um verdadeiro pregador não busca glórias para si, porém a glória de Deus se manifesta através dele. Um certo pregador disse: "A glória de um pregador é a glória dispensada a Cristo". O grande pregador João Batista, disse: É necessário que ele cresça e que eu diminua (Jo.3.30). Que todos nós pregadores possamos repetir junto com o apóstolo Paulo, o pregador dos gentios: Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus, o qual nos fez também capazes de ser ministros de um Novo Testamento, não da letra, mas do Espírito; porque a letra mata, e o Espírito vivifica (2Co.3.5,6). A Deus seja a glória. Amém!

O PERFIL DE UM VERDADEIRO PREGADOR.

1. ELE PREGAR A PALAVRA.
Conjuro-te, pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos na sua vinda e no seu Reino, que pregues a palavra, insiste a tempo e fora de tempo... 2Tm.4.1,2.

2. ELE PROCURA VIVER A PALAVRA.
Antes subjugo o meu corpo e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado. 1Co.9.27.

3. ELE PREGA PARA GLÓRIA DE DEUS.
Mas longe de mim gloriar-me a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu, para o mundo. Gl.6.14.
João respondeu e disse: O homem não pode receber coisa alguma, se lhe não for dada do céu. É necessário que Ele cresça e que eu diminua. Jo.3.27,30.

4. ELE PREGA DEBAIXO DA UNÇÃO DE DEUS.
A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder. para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus. 1Co.2.4,5.

5. ELE PREGA O QUE O POVO PRECISA OUVIR, E NÃO O QUE O POVO QUER OUVIR.
Portanto, chegará o tempo em que não suportarão o santo ensino; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, reunirão mestres para si mesmos, de acordo com suas próprias vontades. Tais pessoas se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos. Tu, no entanto, sê equilibrado em tudo, suporta os sofrimentos, faz a obra de um evangelista e cumpre teu ministério. 2Tm.4.3-5.

6. ELE PREGA A CRISTO, JESUS É O SEU TEMA PRINCIPAL.
E, descendo Filipe à cidade de Samaria, lhes pregava a Cristo. At.8.5.
Porque os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria; mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus e loucura para os gregos. 1Co.1.22,23.

7. ELE PREGA COMO OBREIRO APROVADO POR DEUS, E NÃO PARA RECEBER APLAUSOS E ESTAR NA MÍDIA.
Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.2 Tm.2.15.
E aconteceu que, entrando Pedro, saiu Cornélio a recebê-lo e, prostrando-se a seus pés, o adorou. Mas Pedro o levantou, dizendo: Levanta-te, que eu também sou homem. At.10.25,26.

CONCLUSÃO: Pregadores temos muitos, porém, os aprovados por Deus são poucos. Muitos pregadores estão acostumados ao púlpito e deixam de ser comunicadores da Palavra, se esquecendo de quão séria sua mensagem deve ser. Pregadores não são atores, nem profissionais do púlpito, mas sim, profetas que devem dar valor ao que estão transmitindo à igreja. Não são poucos os pregadores que estão pregando por pura vaidade, muitos pregam para se auto promoverem em vez de exaltar a Cristo. Muitos fizeram da pregação um show business, cobram valores altíssimos em dinheiro para pregarem. Muitos desses não estão comprometidos com a palavra de Deus, e sim em engordar a sua conta bancária. Deus não está se agradando desses pseudos pregadores, que muitas vezes estão até em pecados, pregando nos púlpitos sagrados, fazendo do povo negócio e ainda querendo ser aplaudido. Muitos buscam fama e reconhecimento como pregador, mas a sua vida é uma contradição, pregam aquilo que não vivem. Mas, ainda existe um expressivo número de pregadores que estão comprometidos com Deus, estes são os remanescentes que Deus está usando nestes últimos dias para exortar, edificar e consolar o seu povo; preparando-os para a gloriosa volta de Jesus. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário