domingo, 5 de janeiro de 2014

MARANATA! O SENHOR VEM!

Eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo a sua obra. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, o Primeiro e o Derradeiro. Bem-aventurado aqueles que lavam as suas vestes no sangue do cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira. Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a Raiz e a Geração de Daví, a resplandecente Estrela da manhã. E o Espírito e a esposa dizem: Vem! E quem ouve diga: Vem! E quem tem sede venha; e quem quiser tome de graça da água da vida. Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente, cedo venho. Amém! ORA, VEM, SENHOR JESUS! (Ap.22.12-17,20). Se alguém não ama o Senhor Jesus Cristo, seja anátema; MARANATA! (1Co.16.22).

Maranata, é uma expressão aramaica que ocorre duas vezes na Bíblia. Primeiramente empregada pelo apóstolo Paulo na primeira epístola aos corintios capítulo 16 versículo 22 (Se alguém não ama ao Senhor, seja anátema. Maranata.), o termo é a composição de duas palavras, Maran + Athá, que dão origem à palavra Maranata e que significa "O Senhor vem!" ou ainda "Nosso Senhor vem!". No desfecho do livro do Apocalipse, a mesma expressão é utilizada como uma oração ou pedido, desta feita na língua grega, e traduzida por: “ Ora, vem, Senhor Jesus”. A palavra era usada como uma "senha" entre os cristãos da igreja primitiva, e provavelmente foi neste sentido usada pelo Apóstolo Paulo. Os cristãos do primeiro século usavam esta expressão, maran- atha como saudação ao encontrava-se com outro. Eles viviam uma expectativa de que a volta de Jesus seria iminente (poderia acontecer a qualquer momento), por isso eles falavam esta palavra como expressão de fé e esperança. Pensando nisso, podemos refletir: Se os cristãos do primeiro século usavam este termo como saudação, e viviam na  expectativa da volta de Jesus, imagine nós, a igreja hoje. E se Jesus voltasse hoje? você estaria preparado?

SETE MOTIVOS QUE PODEM DEIXAR AS PESSOAS FORA DO CÉU:

O texto bíblico diz: Se alguém não ama o Senhor Jesus Cristo, seja anátema; maranata! Ou seja, será amaldiçoado na volta de Jesus. Para alguém usar esta expressão "maranata" com convicção, é preciso confessar a Jesus Cristo, como único e suficiente Salvador e Senhor da sua vida e viver em comunhão com Ele.

1. NÃO CRER EM JESUS.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito filho de Deus (Jo.3.16-18).

2. NÃO CONFESSÁ-LO COMO SENHOR E SALVADOR.

Disse Jesus: Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus (Mt.10.32,33).

3. NÃO TER COMUNHÃO COM JESUS.

Jesus disse: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus (Jo.3.3).
As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço-as, e elas me seguem; e dou-lhe a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém pode arrebatá-las das minhas mãos (Jo.10.27,28).

4. NÃO DAR CRÉDITO A PALAVRA DE DEUS.

Jesus disse: Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar. E se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também (Jo.14.1-3).

5. NÃO ACREDITAR NA VOLTA DE JESUS.

Sabendo primeiro isto: Que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque desde que os pais morreram todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos, como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se (2Pe.3.3,4,8,9).

6. VIVER NA PRÁTICA DO PECADO.

Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e pratica a mentira (Ap.22.15). Não erreis: Nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus (1Co.6.10).

7. VIVER COMO CRENTE DESPREPARADO (SÓ DE APARÊNCIA).

"O Reino dos céus será, pois, semelhante a dez virgens que pegaram suas candeias e saíram para encontrar-se com o noivo. Cinco delas eram insensatas, e cinco eram prudentes. As insensatas pegaram suas candeias, mas não levaram óleo. As prudentes, porém, levaram óleo em vasilhas, junto com suas candeias. O noivo demorou a chegar, e todas ficaram com sono e adormeceram. "À meia-noite, ouviu-se um grito: 'O noivo se aproxima! Saiam para encontrá-lo!' "Então todas as virgens acordaram e prepararam suas candeias. As insensatas disseram às prudentes: 'Deem-nos um pouco do seu óleo, pois as nossas candeias estão se apagando'. "Elas responderam: 'Não, pois pode ser que não haja o suficiente para nós e para vocês. Vão comprar óleo para vocês'. "E saindo elas para comprar o óleo, chegou o noivo. As virgens que estavam preparadas entraram com ele para o banquete nupcial. E a porta foi fechada. "Mais tarde vieram também as outras e disseram: 'Senhor! Senhor! Abra a porta para nós!' "Mas ele respondeu: 'A verdade é que não as conheço!' "Portanto, vigiem, porque vocês não sabem o dia nem a hora em que o filho do homem há de vir! (Mt.25.1-13). Maranata! Vem Senhor Jesus. Amém!