sábado, 22 de fevereiro de 2014

GRAÇA E PAZ.

Texto básico: Paulo (chamado apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus) e o irmão Sóstenes, à igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso. Graça e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. 1Co.1.1-3.

Introdução: O apóstolo Paulo usa esta expressão graça e paz como saudação em todas as suas cartas. Graça e paz, são duas palavras que inspiram conforto e segurança. A graça em todos seus aspectos sempre será necessária, e a paz nunca poderá ser dispensável. A graça nos promove muitos benefícios, e a paz nos tranquiliza em relação ao nosso futuro; se temos paz com Deus, a paz de Deus reinará no nosso coração. Viver sem a graça é viver uma vida desgraçada; viver sem paz é viver uma vida perturbada. Estes dois grandes tesouros, graça e paz, vem de Deus Pai, e só podemos receber através do seu filho Jesus Cristo.

GRAÇA.
A graça de Deus, é um dos seus atributos mais conhecido. Esta palavra no grego é "charis," ela aparece 323 vezes no texto sagrado. O seu significado original da palavra é: Um favor divino não merecido; ou seja; a graça não depende de méritos do homem, é uma dádiva de Deus.

A MULTIFORME MANIFESTAÇÃO DA GRAÇA.

Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus (1Pe.4.10).

A GRAÇA É SALVADORA.

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie (Efésios,2.8,9).
Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens  (Tito,2.11).
A graça de Deus é o seu grande favor revelado para com a humanidade pobre e desvalida. Esta graça está na pessoa de nosso Senhor Jesus Cristo.

A GRAÇA É SUPERABUNDANTE.

Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça (Romanos,5.20).i6
Após a desobediência de Adão e Eva, o pecado passou a todos os homens; no começo não havia lei que determinasse o que era certo ou errado, veio a lei através de Moisés, porém com a lei o pecado multiplicou-se, visto que o homem não conseguia vence-lo. Mas, veio a graça por intermédio de Jesus Cristo, e superabundou, dando ao homem condições de vencer o pecado.

A GRAÇA É FORTALECEDORA.

Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus (2Tm.2.1).
O apóstolo Paulo não mandou seu filho na fé Timóteo, se fortalecer em nenhuma outra pessoa ou poderes terreno, mas ele lhe aconselhou se fortalecer na graça que há em Jesus Cristo, ele é a fonte.

A GRAÇA É LIBERTADORA.

Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou e não torneis a meter-vos debaixo do julgo da servidão. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído (Gálatas, 5.1,4). A graça é a mão de Deus estendida para salvar e libertar o homem do seu pecado. Está escrito: Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem o seu ouvido agravado, para não poder ouvir (Is.59.1). Jesus disse: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres (Jo.8.32,36). Ele é a Graça revelada, Ele é o Libertador. Aleluia!
 
A GRAÇA É MARAVILHOSA.

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo, como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor, e nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo a benevolência da sua vontade, para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado. Em quem temos a redenção pelo seu sangue, o perdão dos nossos pecados, segundo as riquezas da sua graça (Ef.1.3-7).
A graça é maravilhosa pelo fato de ela possuir riquezas. Algumas das grandes maravilhas da graça estão descritas neste texto da carta aos efésios. São elas: 1. Ele, Deus Pai, nos abençoou com todas as bênçãos espirituais, nos lugares celestiais em Cristo (pela graça). 2. Nos elegeu em Cristo, antes da fundação do mundo (isto é maravilhoso, só pela graça). 3. Nos predestinou para sermos adotados como filhos, por intermédio de Jesus Cristo, aleluia! Isto é maravilhoso. 4. Nos tomou para Ele segundo a benevolência da sua vontade, para louvor e glória da sua graça, e nos fez agradáveis a si no Amado (Jesus). Isto é muito, é maravilhoso, aleluia! 5. Nele (Jesus), temos a redenção, o perdão dos nossos pecados pelo seu sangue, segundo as riquezas da sua graça. Glória a Deus, isto é maravilhoso!

PAZ.

Paz, no hebraico é Shalom, que significa harmonia, plenitude, firmeza, bem-estar e tranquilidade em todas as áreas da vida.
Paz em grego é Eirene, que é a quietude de coração, tranquilidade de mente e um bem-estar na alma do homem que goza paz com o seu criador.
A paz verdadeira não é simplesmente a ausência da guerra, porque a paz que vem de Deus, é de dentro para fora. Só o verdadeiro cristão pode desfrutar desta paz. A paz que Jesus nos oferece não é uma paz superficial, momentânea e passageira. A paz que Jesus nos oferece, não tem a sua origem nas drogas, nem em métodos terapêutíco, nem nas filosofias dos homens, mas esta paz tem a sua origem em Deus. A paz de Deus ela excede a todo o entendimento (Filipenses,4.7). Mesmo que as circunstâncias sejam desfavoráveis o verdadeiro cristão pode desfrutar dessa paz. Esta paz é capaz de preparar o crente para enfrentar a morte. Paz para os cristãos não é uma química feita num laboratório, nem o resultado de técnicas psiquiátricas e nem o efeito de drogas, nem pratica de ioga; mas é um presente de Deus através de Jesus Cristo, só Ele pode te dar. Não gaste dinheiro e tempo em coisas que não promovem a paz verdadeira. Aceite a graça divina que é o único meio de apaziguar a tua alma. Deixe a graça divina te envolver a fim de te libertar da escravidão do pecado e promover a paz em teu coração. Amém!

CINCO CARACTERÍSTICAS DA VERDADEIRA PAZ.

O mundo oferece uma falsa paz. A paz que o mundo oferece é uma paz artificial, momentânea e passageira. A paz verdadeira vem de Deus, e está na pessoa de Jesus Cristo, e todos quantos lhe aceitam como único e suficiente Salvador, podem desfrutar dessa paz.

1. Ela tem sua origem em Deus.
E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus (Fp.4.7).

2. Ela está em Jesus Cristo.
Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhas paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo (Jo.16.33).

3. Ela é permanente.
Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti. Confiai na SENHOR perpetuamente; porque o SENHOR Deus é uma rocha eterna (Is.26.3,4).

4. Ela é eficaz.
Se for possível, quando estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem (Rm.12.18,21).

5. Ela é abundante.
Muita paz têm os que amam a tua lei, e para eles não há tropeço (Sl.119.165).

Conclusão: Que a graça e a paz sejam abundantes na sua vida, e que toda sorte de bênçãos da parte de Deus, nosso Pai, sejam derramadas na sua vida. Amém!