quarta-feira, 1 de outubro de 2014

OS QUATRO MUNDOS QUE JESUS VENCEU.

Texto básico: Tenho vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. Jo.16.33.

Jesus, o Cristo, não veio a este mundo para ter o seu nome gravado na história da humanidade. Ele veio para travar uma luta ferrenha contra Satanás e todos os seus demônios. Ele não veio para ser um derrotado, Ele veio para vencer e abater todas as oposições dos mundos que se levantaram contra Ele. Nenhum rei, nenhum governante, nenhum filósofo, nenhum líder religioso, puderam resistir o poder e a sabedoria de Jesus. Jesus Cristo, é o maior vencedor de todos os tempos. Aleluia!

1. JESUS VENCEU O MUNDO RELIGIOSO.

E os que prenderam Jesus o conduziram à casa do sumo sacerdote Caifás,, onde os escribas e os anciãos estavam reunidos. Ora, os príncipes dos sacerdotes, e os anciãos, e todo o conselho buscavam falso testemunho contra Jesus, para poderem dar-lhe a morte (Mt.26.57,59).
Uma das maiores oposição que Jesus enfrentou durante o seu ministério foi o poder do mundo religioso. Os escribas, os fariseus, os sacerdotes e os anciãos do povo, se opunham constantemente contra Jesus. Jesus sempre foi criticado pelos religiosos de sua época, sempre que ele curava, perdoava, e se declarava filho de Deus, eles não aceitavam; queriam pega-lo em contradição com a lei de Moisés. Mas Jesus nunca se intimidou com com os escribas e fariseus, Ele os enfrentava com sabedoria e prudência, e os vencia.

2. JESUS VENCEU O MUNDO POLÍTICO.

E foi Jesus apresentado ao governador, e o governador o interrogou dizendo: És tu o Rei dos judeus? E disse-lhe Jesus: Tu o dizes. E logo os soldados do governador, conduzindo Jesus à audiência, reuniram junto dele toda a corte (Mt.27.11,27).
Os políticos e governantes da época de Jesus, viam Jesus como uma ameaça para o império romano. Os judeus aguardavam um Cristo político e guerreiro, que viesse para os livrar do jugo romano. Por Jesus ter se tornado muito popular, a sua fama causava inquietação para os governantes. Os ensinos, pregações e milagres que Jesus operava, impactava as multidões e abalava as estruturas do império romano. Por causa disso Ele era perseguido e confrontado pelos súditos do império de Cesar. Jesus não só foi julgado pela corte do Sinédrio (poder religioso), mas também pelo poder político. Porém, Ele venceu o mundo político.

3. JESUS VENCEU O MUNDO INTELECTUAL.

E havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és mestre vindo de Deus, porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele (Jo.3.1,2).
Nicodemos era um dos intelectuais em Israel, ele era mestre, conhecedor profundo da torá (a lei de Moisés), era membro do sinédrio e príncipe dos judeus.
Jesus chamou a atenção dos mestres e intelectuais da sua época, pelo fato dele realizar milagres e ensinar de forma diferente em relação aos grandes filósofos e catedráticos. Os ensinos de Jesus era um contra-senso para os intelectuais da sua época, porque Jesus ilustrava as atividades e culturas do povo, para mostra a realidade do mundo espiritual. Eles não aceitavam Jesus como mestre, por isso Jesus era perseguido e questionado. Eles queriam pega-lo em contradição, mas Jesus nunca foi pego em contradição, porque Ele é a própria sabedoria. Ele venceu o mundo dos intelectuais.

4. JESUS VENCEU O MUNDO ESPIRITUAL.

E navegaram para a terra dos gadarenos, que está defronte da Galiléia.. E, quando desceu para a terra, saiu-lhe ao encontro, vindo da cidade um homem que, desde muito tempo, estava possesso de demônios e não andava vestido nem habitava em qualquer casa, mas nos sepulcros. E, quando viu a Jesus, prostrou-se diante dele, exclamando e dizendo com alta voz: Que tenho eu contigo Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Peço-te que não me atormentes. Porque tinha ordenado ao espírito imundo que saísse daquele homem; pois já havia muito tempo que o arrebatava. E guardavam-no preso com grilhões e cadeias; mas, quebrando as prisões, era impelido pelo demônio para os desertos. E perguntou-lhe Jesus, dizendo: Qual é o teu nome? E ele disse: Legião; porque tinham entrado nele muitos demônios. E rogavam-lhe que os não mandasse para o abismo (Lc.8.26-31).
Jesus foi perseguido no mundo espiritual desde o seu nascimento, durante o seu ministério e até prestes a morrer, estando ele na cruz. Jesus nunca se intimidou com Satanás e seus demônios, pelo contrario, ele os enfrentou e os venceu. Jesus veio para desfazer as obras do Diabo. A palavra de Deus nos diz: Para isto o filho de Deus se manifestou: Para destruir as obras do diabo (1Jo.3.8b). Um dos destaques principais do evangelho de Marcos, é o propósito firme de Jesus: Derrotar satanás e suas hostes demôniacas. Em Marcos, 3.27, isto é descrito como "manietar o valente". Segundo o dicionário Aurélio, manietar, significa: Amarrar, conter os movimentos, deter, imobilizar, prender, obstruir, subjugar. Quando Jesus veio cumprir sua missão; ele encontrou muitas pessoas sofrendo, por possessão, opressão e influência maligna, devido a espíritos malignos que nelas habitavam. Jesus entra em conflito contra "o valente"(satanás), e liberta as almas. O poder de Jesus sobre "o valente", fica claramente demonstrado na expulsão dos demônios. Jesus nunca perdeu para Satanás, Ele também é vencedor no mundo espiritual. Aleluia!