sexta-feira, 3 de outubro de 2014

A OBRA E OS OBREIROS.

Texto básico: E enviei-lhes mensageiros a dizer: Estou fazendo uma grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria esta obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco? Ne.6.3.

Fazer a obra de Deus nunca foi tarefa fácil, todos os que se dispuseram em fazê-la enfrentaram dificuldades e sofreram oposições. Quando começamos a fazer alguma obra para Deus, logo se levantam os inimigos para tentar nos fazer desanimar, desistir e parar. Os inimigos da obra sempre vem para querer nos intimidar. Se ficarmos de braços cruzados e acomodados, seremos aplaudidos pelo inimigo. Mas, quando nos levantamos e começamos a fazer a obra, logo os inimigos se levantam, e começamos a enfrentar oposições interna e externa. Muitos estão fazendo a obra por conveniência, visando obter lucros e serem aplaudidos pela maioria. Outros estão fazendo a obra do SENHOR de forma relaxada e desonesta. Porém está escrito: Desgraçado o que faz com negligência o trabalho do SENHOR! (Jr.48.10). Neemias foi um líder autêntico e  exemplar para aqueles que fazem a obra de Deus. Neemias era copeiro do rei, estava em Susã, na capital do império persa; ele estava em uma posição privilegiada, não tinha aparentemente porque se preocupar. Mas, ao saber da notícia, que a cidade estava destruída e o povo em grande miséria, ele pediu autorização ao rei para ir visitar seus irmãos e restaurar a cidade dos seus pais. Neemias era um homem patriota (que amava a sua pátria), um líder corajoso e dedicado, ele iniciou a reconstrução dos muros da cidade sem interesse ou troca de favores. Ele tinha como objetivo o bem estar do seu povo. Com extrema urgência, a obra de Deus estar precisando de obreiros que sejam dedicados e façam a diferença como Neemias.

QUATRO TIPOS DE OBREIROS.

1. CIUMENTO.

O obreiro ciumento é um problema, ele sempre quer ser o melhor e gosta de ser notado por todos, quando ele não se ver nesta situação, ele passa a ter inveja e ciúme daqueles que se encontram em posição de destaque diante de Deus e na sua obra. Quando Deus encheu do seu Espírito setenta homens para ajudarem a Moisés, dois deles, Eldade e Medade permaneceram profetizando no arraial. Josué servidor de Moisés, pediu a Moisés que lhes proibisse de continuar. Porém Moisés lhe disse: Tens tu ciúmes por mim? Tomara que todo o povo do SENHOR fosse profeta, que o SENHOR lhes desse o seu Espírito! (Nm.11.24-29).

2. COMPLEXADO.

O obreiro complexado ele nunca estar satisfeito, se ele é muito requisitado para fazer a obra ele reclama e diz que o seu líder estar lhe explorando. Porém, quando ele não é chamado para participar ou assumir alguma função, ele se sente diminuído e começa a reclamar e a dizer que ninguém lhe ver e nem lhe considera. Há na bíblia uma história interessante relacionada a isto: Então os guerreiros de Efraim foram convocados, atravessaram o Jordão em direção a Zafom e questionaram a Jeftér: "Por que foste combater os amonitas sem nos convidar a pelejar contigo? Por este ato de desprezo queimaremos tua casa e a ti com ela!" Diante desta ameaça jeftér replicou: "Eu e meu povo estivemos envolvidos numa grande guerra com os amonitas, e, apesar de eu vos ter mandado chamar em nosso auxílio, vosso socorro jamais chegou para nos livrar das mãos do inimigo. Quando cheguei à conclusão de que ninguém de vós viria nos ajudar, arrisquei a minha própria vida e marchei contra os amonitas e o SENHOR os entregou nas minhas mãos. Então em verdade, por qual motivo vos levantais hoje contra mim para me atacardes?" Jeftér reuniu então todos os homens de Gileade e lutou contra Efraim. Os gileaditas feriram os efraemitas porque estes tinham declarado: "Sois fugitivos de Efraim, vós gileaditas, que viveis no meio de Efraim e no meio de Manassés!"  Depois os homens de Gileade tomaram de Efraim as passagens do Jordão, de maneira que, quando um fugitivo de Efraim solicitava: "Deixa-me passar!" Os gileaditas lhe indagavam: "És efraemita?" Se declarava: "Não", lhe ordenavam: "Então dize Shibolet". Se a pessoa dissesse "Sibolet", sem conseguir pronunciar corretamente a palavra, prendiam essa pessoa e a matavam no lugar de passagem do Jordão. Quarenta e dois mil efraemitas foram mortos naquela época (Jz.12.1-6). Essa derrota eliminou por completo as esperanças de Efraim poder conquistar a liderança das tribos.

3. TÍMIDO.

A timidez implica em falta de fé. Um obreiro tímido não consegue fazer grandes coisas para Deus. Na obra de Deus não há lugar para timidez, é preciso que os obreiros do SENHOR sejam homens e mulheres de fé. Todos os homens e mulheres de fé foram honrados por Deus. É impossível realizar a obra de Deus sem fé. Todos os homens e mulheres de Deus, que fazem a obra de Deus pela fé e por fé, estão fadados ao sucesso. Se o obreiro é tímido, ele precisa orar e lê a palavra, a palavra gera fé, e a oração fortalece e encoraja. Diz a bíblia: E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo e anunciavam com ousadia a palavra de Deus (At.4.31). Deus conta com homens e mulheres destemidos para realizarem a sua obra.  

4. DINÂMICO.

O obreiro dinâmico é o obreiro ideal para a obra de Deus; um obreiro dinâmico é um obreiro ativo, cheio de ânimo, cheio de coragem, ousadia e fé para realizar a obra de Deus. A palavra dinâmico, no grego é "dunamis", de onde se derivam as palavras: Dínamo, dinâmico, dinamite. Um obreiro dinâmico é como uma dinamite na mão de Deus, todas as vezes que Deus se utiliza dele, ele causa um estrago na seara de Satanás, e traz edificação para o reino de Deus. Infelizmente, este tipo de obreiro está escasso nestes últimos dias, precisamos orar a Deus para que ele levante mais homens e mulheres cheios do Espírito Santo e de fé para fazerem a sua obra com grande poder e intrepidez. Amém!
Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse, e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto (Tg.5.17,18).

Conclusão: O Senhor da seara continua convocando obreiros para trabalhar. A obra é do SENHOR, e os obreiros estão a serviço da obra. O líder não pode pensar que é o dono da obra ou do rebanho que dirige, ele é apenas servo e não dono.