domingo, 9 de agosto de 2015

PAI, UM HERÓI SEM MEDALHA.

Pai nosso, que estás no céu, santificado seja o teu nome (Mateus.6.9).

Jesus nos ensinou na oração do Pai nosso, que ao orarmos devemos chamar a Deus de nosso Pai, Ele não somente ensinou, Ele mesmo o chamou: E rogava: “Abba, Pai, todas as coisas são possíveis para ti, afasta de mim este cálice; todavia, não seja o que Eu desejo, mas sim o que Tu queres”(Marcos.14.36). Aba Pai é uma expressão com origem na língua aramaica, “abba” significa “o pai” ou “meu pai”. Pai, esta palavra nos fala de intimidade, companheirismo e amizade. Temos um Pai celestial e um pai terreno, isto é um privilégio. Há exemplo do Pai celestial nós os pais terreno devemos amar nossos filhos e sermos referenciais de bons exemplos. Hoje é comum vermos histórias terríveis contra pais e filhos, filhos contra pais e as famílias sendo destruídas; e a família é o tesouro do Senhor. Ficamos tristes e lamentamos quando ouvimos notícias terríveis de pais matando seus filhos, e até casos de abusos sexual. Todavia, queremos parabenizar os bons pais que tem cumprido o seu papel de pai. Há quem diga que seu pai é um palhaço, mas há muitos filhos que ver o seu pai como um herói. Não importa se o seu pai é rico ou pobre, se pode lhe oferecer uma vida de bonança ou se só tem o básico para viver; o que importa é que ele é um homem de caráter e se esforça para lhe dar o melhor que pode. Pai merece respeito, deve ser lembrado todos os dias, e não somente homenageado no dia dos pais. Honrar pai e mãe é um mandamento bíblico com promessa: “Honra a teu pai e tua mãe”; este é o primeiro mandamento com promessa, para que vivas bem e tenhas vida longa sobre a terra (Efesios.6.2,3). Há um ditado popular que diz: Um bom filho é um bom marido e um bom pai. Um homem para abastecer uma casa e dar suprimentos aos filhos tem muitos, porém um pai de família que além de ser o provedor da família, gaste um pouco do seu tempo dando atenção a esposa e aos filhos, tem poucos. Ser pai é ser amigo, conselheiro, provedor e defensor dos seus filhos. Ser pai é ser um herói sem medalha.

OS DEVERES DOS PAIS:

ORAR PELOS FILHOS.

É dever dos pais orar pelos seus filhos, pedindo sempre a Deus a proteção e um futuro brilhante. Davi orou a Deus pelo seu filho Salomão, dizendo: Dá a meu filho Salomão um coração sincero e honesto a fim de obedecer aos teus mandamentos, aos teus decretos e aos teus princípios, para que possa edificar este templo para o qual reuni todos os recursos necessários (1Cr.29.19).

ENSINAR  AOS FILHOS.

E vós, pais, não provoqueis a ira dos vossos filhos, mas educai-os de acordo com a disciplina e o conselho do Senhor (Ef.6.4). Ensina a criança no Caminho em que deve andar, e mesmo quando for idoso não se desviará dele! (Pv.22.6). “Ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentados em vossa casa, e andando pelo caminho, e deitando-vos, e levantando-vos.” (Dt.11.19). E que desde a infância sabes as sagradas letras que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus. (II Tm. 3:15).

SERVIR DE EXEMPLO PARA OS FILHOS.

A palavra de Deus deve ser o nosso estilo de vida 24 horas por dia, todos os dias; vivendo na simplicidade e no amor de Cristo. Jesus é o nosso exemplo de vida e assim devemos ser para com os nossos filhos. “Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também” (João 13:15).

DEIXAR UMA HERANÇA PARA OS FILHOS.

A palavra de Deus também fala sobre o provimento e ajuda dos pais para os filhos.
Não devem os filhos entesourar para os pais, mas os pais para os filhos.” (II Coríntios 12:14).
O homem bom deixa sua herança para os filhos de seus filhos (Provérbios 13.22).

TIPOS DE PAIS NA BÍBLIA.

PAULO. Pai espiritual.

Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus (2Tm.2.1).

DAVI. Pai amigo.

Dá a meu filho Salomão um coração sincero e honesto a fim de obedecer aos teus mandamentos, aos teus decretos e aos teus princípios, para que possa edificar este templo para o qual reuni todos os recursos necessários (1Cr.29.19).

JÓ. Pai intercessor.

Jó era pai de sete filhos e três filhas.
Seus filhos costumavam visitar uns aos outros e cada vez um deles preparava um banquete e mandava convidar suas três irmãs para comer e beber com eles.
Assim que passava o período das festas e banquetes, Jó os mandava chamar e fazia com que se santificassem por meio dos ritos de purificação. Jó levantava-se ao romper da aurora e oferecia holocaustos, isto é, sacrifícios completamente queimados, em nome de cada um de seus filhos, pois pensava: “Talvez meus filhos tenham pecado, ainda que no íntimo de cada um, e assim blasfemado contra Deus em seus corações!” E era assim que Jó vivia e procedia (Jó.1.2,4,5).

ABRAÃO. Pai da fé.

Por esse motivo, a promessa procede da fé, para que seja de acordo com a graça, a fim de que a promessa seja garantida a toda a descendência de Abraão, não somente a que é da Lei, mas igualmente a que é da fé que Abraão teve. Ele, portanto, é o pai de todos nós! (Rm.4.16).

PAI AMOROSO.
 
Então, o filho lhe declarou: ‘Pai, pequei contra o céu e contra ti. Não sou mais digno de ser chamado teu filho!’. Entretanto, o pai ordenou aos seus servos: ‘Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o com distinção, ponde-lhe o anel de autoridade e as sandálias de filho. Também trazei o novilho gordo e o preparai. Comamos, façamos uma grande festa e regozijemo-nos! Porquanto este meu filho estava morto e voltou à vida, estava perdido e foi encontrado’. E começaram a celebrar o seu regresso (Lucas. 15.21-24).

Nenhum comentário:

Postar um comentário