quinta-feira, 19 de novembro de 2015

O AMIGO DE DEUS

E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus (Tiago, 2.23).

Abraão é um dos principais personagens do Antigo Testamento. Ainda hoje, as três principais religiões monoteístas (judaísmo, cristianismo e islamismo) consideram-se, natural ou espiritualmente, descendentes do patriarca. Não obstante às suas fraquezas, Abraão foi chamado de “O Amigo de Deus”. O versículo-chave da biografia desse personagem é: “E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus” (Tg 2.23; Gn 15.6).
Deus chamou Abraão de Ur dos Caldeus para usá-lo num elevadíssimo projeto: ser o pai de uma grande nação. Não sabemos qual critério o Eterno utilizou para esse chamamento. Poderia ter escolhido Enoque, o que fora transladado; ou Noé, o justo (Gn 7.1). Todavia, preferiu Abraão. Resgatou-o de uma cultura idólatra, perversa e imoral a fim de que fosse seu amigo e lhe servisse por toda a vida.

Em três partes das Escrituras estão descritas  frases contundentes e muito impactantes que dizem ser Abraão amigo de Deus: II Crônicas 20:7; Tiago 2:23; mas é em Isaías 41:8 que o próprio Deus declara de forma eloquente e maravilhosa sobre a intima relação de amizade que tinha com Abraão: “Mas tu, ó Israel, servo meu, tu, Jacó, a quem elegi, descendente de Abraão, meu amigo,” Isaías 41;8

Os seis fundamentos de uma amizade profunda e duradoura são: 1. Confiança. 2. Sinceridade. 3. Fidelidade. 4. Amor. 5. Reciprocidade (comunhão). 6. Entrega total.

Quando olhamos para a vida de Abraão, vemos destacados esses fundamentos em sua relação com Deus.  Ele se torna uma referência, um paradigma, um modelo para todos os que querem ser amigos de Deus. 

OS LAÇOS DE AMIZADE ENTRE DEUS E ABRAÃO.

LEALDADE.

Abraão era fiel a Deus, esta lealdade implica na disposição de obediência que Abraão tinha para com Deus, seu amigo Fiel. Dentre muitas provas relatadas na bíblia sobre a obediência e fidelidade de Abraão, podemos ler no livro de hebreus, 11.8, que diz: Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia. A lealdade de Abraão fez com que Deus confiasse nele, e isto lhe deu o privilégio de ter sido o único homem na bíblia que Deus chamou de amigo.

COMUNHÃO.

Esta comunhão de Abraão com Deus era caracterizada pela sua intimidade que ele tinha com Deus como amigo. Deus era tão amigo de Abraão que chegou a ficar intimo no seu relacionamento com ele, ao ponto de em certa ocasião dizer: Ocultaria eu a Abraão o que faço? (Gn.18.17). Esse laço de amizade e comunhão de Abraão com Deus, durou até o fim dos seus dias.

CUMPLICIDADE.

Cumplicidade entre amigos significa: Apoiar o outro em suas decisões, sem tentar interferir em suas idéias, ou crenças, aceitar os limites do outro, saber ouvir o que o outro tem a dizer, mesmo que você não concorde, para que o outro possa lhe ouvir também, dividir o espaço sem romper seus limites, trocar experiência e não competir entre si. A cumplicidade no relacionamento da amizade entre Deus e Abraão era algo perceptível. Quando Deus pediu que Abraão sacrificasse o seu filho Isaque, ele não questionou, antes concordou e obedeceu o pedido do seu amigo (Gênesis, cap.22).

COMO SER AMIGO DE DEUS?

REJEITANDO O MUNDO (sistema).

Quem quiser ser amigo de Deus precisa renunciar o mundo e seus prazeres. Viver de conformidade com o mundo seus prazeres é o mesmo que declarar ser inimigo de Deus. Quando nós adulteramos a nossa comunhão com Deus em detrimento da amizade com o mundo, estamos sendo inimigos de Deus. Está escrito: Adúlteros e adúlteras (infiéis), não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus (Tg.4.4). Ser amigo de Deus é andar na contramão do mundo e ser rejeitado pela maioria. Jesus, disse: Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas, porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos aborrece (Jo.15.19). Mas, eu escolho Deus, eu prefiro ser amigo de Deus.

SENDO FIEL.

A fidelidade é indispensável para sermos amigos de Deus. Deus é fiel, não resta dúvidas, mas, será que estamos sendo fiéis a Ele? A bíblia diz: Se formos infiéis, Ele permanece fiel; não pode nega-se a si mesmo (2Tm.2.13). 

A frase “Deus é Fiel” já está tão banalizada que a podemos ver “grudada” em carros e caminhões dividindo espaço com adesivos de boates, cerveja e até ao lado de ‘ídolos’. Mas o que isso quer dizer para o mundo? O que significa “Deus é fiel” para quem carrega essa frase como um amuleto?

De acordo com o dicionário Aurélio, fiel é aquele que cumpre aquilo a que se obriga; leal; honrado, íntegro. Que não muda; firme, constante, perseverante. Assim sendo, dizer que Deus é fiel é dizer que Deus é leal, que não muda de idéia e que não deixaria que nada mudasse seus princípios. Deus é fiel? A Bíblia diz isso? Em I Co 1.9 vemos que “Deus é fiel e chamou vocês para que vivam em união com o seu Filho Jesus Cristo, o nosso Senhor.”. Então Deus é mesmo fiel! E isso está impresso também em outras passagens bíblicas e podemos crer, biblicamente Deus é fiel!

O único problema é que o mundo acha que fiel é igual a bobo ou cego. Ao andar por ai agarrado nessa frase, aquele que nem mesmo crê na existência de Jesus e até aquele que vive em desrespeito à santidade dEle, acredita que Deus vai “passar a mão” em seus erros e o proteger de todo mal porque Ele é “fiel”. Fiel é o mesmo que Justo. E antes de colocar o adesivo “Deus é Fiel” em seu carro ou janela de casa você parou para pensar se você suportaria a justiça de Deus sobre você?

“Este ensinamento é verdadeiro: Se já morremos com Cristo, também viveremos com ele. Se continuarmos a suportar o sofrimento com paciência, também reinaremos com Cristo. Se nós o negarmos, ele também nos negará. Se não formos fiéis, Cristo continua sendo fiel, pois ele não pode ser falso para si mesmo.” II Tm 2.11-13
Portanto se você quiser ser amigo de Deus, seja fiel a Ele.
Aquele que nega a Jesus em seus atos, pensamentos ou palavras, carrega a sua própria “condenação bíblica” na frase “Deus é Fiel”, porque em sua fidelidade o Senhor é constante e negará aquele que for infiel e o negar. Porque Deus é Fiel!!! 


SENDO INTIMO DE DEUS.

A intimidade com Deus se constitui em viver uma vida de obediência, comunhão e santidade com Ele. Abandonar o pecado e viver para Deus é o que Ele espera de nós para sermos seus amigos. Quando nós obedecemos a Deus somos chamados por ele de amigos. Em uma certa ocasião Jesus disse para os seus discípulos: Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando (Jo.15.14). A nossa intimidade com Deus nos promove de servos para amigos, Jesus disse aos seus discípulos: Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor, mas tenho vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer (Jo.15.15). Ser amigo de Deus em pleno século 21, se constitui um desafio, em um mundo cético, incrédulo e apático a Deus. Mas, eu prefiro crer em Deus, eu escolho ser amigo amigo de Deus. Amém!
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário