segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

ANTES QUE A LÂMPADA DE DEUS SE APAGUE.

E o jovem Samuel servia ao SENHOR perante Eli. E a palavra do SENHOR era de muita valia naqueles dias; não havia visão manifesta. E sucedeu, naquele dia, que, estando Eli deitado no seu lugar e os seus olhos se começaram já a escurecer, que não podia ver, e estando também Samuel já deitado, antes que a lâmpada de Deus se apagasse no templo do SENHOR, em que estava a arca de Deus (1Sm.3.1-3).

A nação de Israel mais uma vez entra em crise espiritual, o seu líder espiritual o sacerdote Eli já estava velho e com a visão escurecendo, os seus dois filhos Hofni e Finéias eram rebeldes e anarquista, não levavam as coisas de Deus a sério. Diz a bíblia: Era, porém, Eli já muito velho e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que em bandos se ajuntavam à porta da tenda da congregação (1Sm.2.22). Eli como pai e sacerdote os repreendia, porém não conseguia manter a ordem, e como consequência disso veio a ira de Deus sobre si. Naquela época raramente se ouvia a palavra de Deus pelo ministério profético e as visões não mais existiam. Até que Deus levantou um profeta para repreender a Eli, e lhe anunciar um novo sacerdote que haveria de lhe substituir.

O QUE FAZER PARA MANTER A LÂMPADA DE DEUS ACESSA?

O fogo não poderia se apagar sobre o altar, nem a lâmpada apaga-se dentro da Casa de Deus. Eram duas coisas que o sacerdote deveria ter o devido cuidado: De manter o fogo acesso sobre o altar e as lâmpada do candelabro acessas dentro da tenda durante todo o dia para ministração (Lv.6.12,13. Ex.27.20,21). Hoje, na nova Aliança, o altar representa a nossa vida de comunhão com Deus, a lâmpada representa o Espírito Santo Santo, e a Casa de Deus somos nós como templo e morada do Espírito Santo (1Coríntios, 3.16. 6.19). Portanto, precisamos ter o devido cuidado para manter a chama do Espírito Santo ardendo dentro de nós, para que a glória de Deus nunca se aparte da nossa vida.

1. BUSCAR A DEUS ATRAVÉS DA ORAÇÃO.

Na época dos sacerdotes para manter o altar acesso era preciso colocar lenha constantemente. Hoje esse altar representa a nossa vida de comunhão com Deus, e a lenha representa a oração; para mantê-lo acesso é preciso viver uma vida de constante oração. Tem crente que está com a lâmpada quase apagada, e tem outros que perderam o brilho do Espírito Santo, e a lâmpada de Deus já se apagou na sua vida. Infelizmente, isso é fato.

2. PROCURAR ALIMENTAR-SE COM A PALAVRA DE DEUS.

Quem tem fome e sede pela palavra de Deus e procura alimentar-se da mesma, vai manter a sua vida espiritual sadia e terá a lâmpada de Deus sempre acessa na sua vida. O profeta Jeremias disse: Achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração; porque pelo teu nome me chamo, ó SENHOR, Deus dos Exércitos (Jr.15.16). Para tristeza nossa, infelizmente, hoje muitos estão desprezando a palavra de Deus e estão criando inovações e buscando movimentos inventados por homens, para satisfazer o seu próprio desejo. Mas, é preciso que nos alimentemos com a palavra de Deus, o leite racional, não falsificado, para que por ele cresçamos na graça e no conhecimento. Amém!

3. MANTER A CHAMA DO ESPÍRITO SANTO ACESSA.

Na antiga Aliança havia necessidade de manter o candelabro sempre acesso. O candelabro era uma espécie de lâmpada que continha sete hastes que deveriam ser abastecidas com azeite de oliva para que ficassem acessas. Geralmente essa lâmpada se mantinha acessa durante todo o dia na tenda enquanto o sacerdote ministrava, a noite ela era apagada; por isso nós lemos esta expressão: "estando também Samuel já deitado, antes que a lâmpada de Deus se apagasse no templo do SENHOR, em que estava a arca de Deus". O azeite que mantinha o candelabro acesso representa o Espírito Santo, era necessário manter o canal do candelabro sempre limpo para não impedir a passagem do azeite. Na nova Aliança também temos a obrigação de manter a nossa vida integra diante de Deus, para que o Espírito Santo continue habitando e operando em nós. É necessário que todos os crentes mantenha a chama do Espírito Santo acessa, a palavra de Deus nos recomenda dizendo: Não apagueis o Espírito (1Ts.5.19). E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito (Ef.5.18). Amém!