sábado, 24 de janeiro de 2015

DAVI, HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS.

Texto básico: Depois que tirou o reinado de Saul, deu-lhes Davi como rei, sobre quem testemunhou: ‘Achei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, ele fará tudo conforme a minha vontade’ (Atos.13.22).


Davi, cujo nome significa amado, foi o renomado rei de Israel, além de rei, era poeta, músico e escritor. Escolhido e chamado por Deus homem segundo o seu coração (1Sm.13.14. Sl.89.20,2). Apesar de ter falhado cometendo dois graves erros, tendo adulterado com Bate-Seba e praticado um homicídio, mandando matar Urias, marido de Bate-Seba (2Sm.Cap.11), todavia foi considerado por Deus um homem segundo o seu coração, visto que ele tinha um coração sincero que buscava o arrependimento, preferindo está na presença de Deus em comunhão do que se entregar ao pecado ou viver tentando encobrir o seu pecado. Ele escrevendo em forma de cântico, disse: Bem-aventurado aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados! Como é feliz aquele a quem o SENHOR não considera iníquo e em cuja alma não há hipocrisia! Enquanto mantive meus pecados inconfessos, meu ossos se definhavam e minha alma se agitava em angústia. Pois dia e noite a tua mão pesava sobre mim e minhas forças se desvaneceram como a seiva em tempo de seca. Confessei-te o meu pecado, reconhecendo minha iniquidade, e não encobri as minhas culpas. Então declarei: Confessarei minhas transgressões para o SENHOR, e tu perdoaste a culpa dos meus pecados (Salmo,32.1-5). Davi foi o que muitos hoje não conseguem ser diante de Deus, um homem sincero, sem engano, sem hipocrisia.

CINCO RAZÕES PORQUE DAVI ERA UM HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS:

1. DAVI TINHA UM CORAÇÃO SINCERO DIANTE DE DEUS.

Davi se dedicava e buscava a Deus de todo coração, ele tinha um coração sincero e contrito diante de Deus, quando errava buscava o arrependimento. Ele ora a Deus no salmo 51, dizendo: Tem piedade de mim, ó Deus, segundo a tua misericórdia; conforme a tua grande clemência, apaga minhas transgressões! Lava-me de toda a minha culpa e purifica-me do meu pecado. Pois no meu íntimo reconheço as minhas transgressões, e trago sempre presente o horror do meu pecado. Pequei contra ti, contra ti somente, e pratiquei o mal que tanto reprovas. Portanto, justa é a tua sentença, e incontestável, ao julgar-me condenado. Reconheço que sou pecador desde o meu nascimento. Sim, desde que me concebeu minha mãe (Sl.51.1-5). Esta sinceridade de Davi movia o coração de Deus; Deus se agradava e liberava perdão.
 

2. DAVI RESPEITAVA E DAVA VALOR AS COISAS SAGRADAS.

Davi foi um dos homens que mais valorizava e respeitava as coisas sagradas de Deus. Ele tinha um carinho especial pela arca da Aliança de Deus, ele se preocupava com o tabernáculo, com a música sagrada, com a ordem e organização dos levitas para adoração, além de idealizar e projetar a construção do templo (lugar sagrado) para prestar culto à Deus. Ele respeitava tanto as coisas sagradas como aqueles que eram consagrados e ungidos por Deus. Pelo fato de Saul o se rival e perseguidor estar em pecados diante de Deus, mesmo assim ele o respeitava como ungido do SENHOR. Davi teve por duas vezes a oportunidade de matar Saul, porém ele disse: O SENHOR me guarde de que eu estenda a mão contra o ungido do SENHOR (1Sm.24.6. 26.11). É por estas e outras que Davi é considerado homem segundo o coração de Deus.


3. DAVI ERA UM ADORADOR POR EXCELÊNCIA.

Davi não era um crente nominal, nem um adorador superficial, ele era um adorador por excelência, ele foi um notável adorador, ele marcou a história da nação de Israel pelo fato de ter valorizado a música e estabelecido um hinário para a celebração das festas sagradas em Israel. Em certa ocasião o rei Davi ficou tão emocionado e feliz por causa das grandes vitórias dadas por Deus, que ele adorou a Deus pulando e dançando diante da arca de Deus. Diz o texto sagrado: Então informaram ao rei Davi: “O SENHOR tem abençoado grandemente a família de Obede-Edom e tudo o que ele possui, por causa da Arca de Deus!” Então Davi, promoveu grande festa, foi até a casa de Obede-Edom e ordenou que transportassem a Arca de Deus para a Cidade de Davi. Assim que os carregadores da Arca do SENHOR deram os primeiros seis passos, ele já havia sacrificado um boi e um novilho gordo ao SENHOR. Davi, vestindo o efode, colete sacerdotal de linho, seguiu dançando com todas as suas forças na presença do SENHOR. Assim Davi e todo o povo de Israel subiam, trazendo a Arca do SENHOR com brados de alegria e ao som jubiloso das trombetas. Entretanto, aconteceu que, entrando a Arca do SENHOR na Cidade de Davi, a filha de Saul, Milcal, contemplava tudo de uma janela. E, ao observar o rei Davi dançando e celebrando diante do SENHOR, ela sentiu por ele um profundo desprezo. Eles trouxeram a Arca do SENHOR e a depositaram na tenda que Davi lhe havia preparado; e Davi ofereceu ao SENHOR, holocaustos, que são os sacrifícios queimados, e ofertas de paz e comunhão. Assim que Davi terminou de oferecer os holocaustos e sacrifícios de paz e comunhão, abençoou o povo em o Nome do SENHOR dos Exércitos. Em seguida distribuiu a todo o povo e à multidão toda que se reunia em Israel, homens e mulheres, a cada pessoa: um pedaço de pão, naco de carne, pouco de vinho e um bolo de uvas passas. Em seguida, despediu-se do povo, e cada um foi para sua casa. Então Davi retornou para sua casa a fim de abençoar também a sua família, mas Mical, filha de Saul saiu ao seu encontro e lhe censurou exclamando: “Que bela atitude teve o grande homem de Israel neste dia! O rei de Israel mais parecia em desavergonhado, tirando o manto real e ficando apenas com a túnica de linho em frente das escravas de seus servos, como um homem vulgar!” Contudo, Davi ponderou e respondeu a Mical: “Foi na presença do SENHOR que eu dancei. Foi de júbilo e louvor que celebrei ao SENHOR, que me escolheu em lugar de seu pai ou de qualquer outro de seus descendentes, quando me instituiu monarca sobre o povo do SENHOR, sobre todo o Israel. Ora, diante do SENHOR continuarei a celebrar e me alegrar! E muito mais ainda exporei as minhas fragilidades, e me humilharei aos meus próprios olhos. No entanto, serei honrado por todas essas servas de quem tu falas!” E até o dia da sua morte, Mical, filha de Saul, nunca gerou um único filho (2Sm.6.12-23). Davi tinha um coração disposto e pronto para adorar a Deus, ele se humilhava e entregava-se de corpo e alma na adoração a Deus. Eis ai mais uma razão para Davi ser considerado homem segundo o coração de Deus.


4. DAVI ERA SENSÍVEL E FLEXÍVEL A VOZ DE DEUS.

Davi era um guerreiro valente, destemido e corajoso, porém em relação a sua vida de comunhão com Deus, ele era sensível e flexível a voz de Deus. Quando ele foi repreendido pelo profeta Natan ele não questionou a Deus, nem endureceu o seu coração, mas aceitou a correção do SENHOR através do profeta e deu ouvidos a voz de Deus. Davi tinha um coração quebrantado e buscava renovação espiritual para sua vida. Ele diz no salmo 51: Purifica-me com hissopo e ficarei limpo; lava-me, e mais branco do que a neve serei. Faze-me voltar a ouvir júbilo e alegria, e os ossos que esmagaste exultarão.
Esconde o rosto do meu pecado e apaga todas as minhas iniquidades.
Ó Deus meu! Cria em mim um coração puro, e renova dentro de mim um espírito inabalável.
Não me afastes da tua presença, nem tires de mim teu Santo Espírito!
Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito disposto a obedecer.
Então ensinarei os teus caminhos aos transgressores, para que os pecadores se voltem também para ti.
Salva-me do pecado de sangue derramado, ó Eterno, Deus da minha salvação, para que minha língua seja livre para cantar exaltando a tua justiça. Ó Senhor, dá palavras corretas aos meus lábios, para que a minha boca possa proclamar o teu louvor. Não te deleitas em sacrifícios nem te comprazes em oferendas, pois se assim fosse, eu os ofereceria. O verdadeiro e aceitável sacrifício ao Eterno é o coração contrito; um coração quebrantado e arrependido jamais será desprezado por Deus!(Sl.51.7-17). Davi mesmo estando em uma alta posição, sendo um monarca respeitado em Israel e por outras nações, ele nunca perdeu a humildade nem a devoção a Deus ao ouvir a sua voz. Nisto, mais uma vez, ele faz a diferença.
 

5. DAVI ERA DEPENDENTE DE DEUS E BUSCAVA A VONTADE DE DEUS.

Davi, mesmo sendo rei, tendo um grande e poderoso exército a seu dispor, sendo ele temido e respeitado pelas suas grandes vitórias sobre seus inimigos, todavia, ele buscava a direção de Deus, ele era dependente de Deus para poder vencer e ser vitorioso. Lemos sempre a esse respeito, Davi consultava ao SENHOR, e buscava as orientações de Deus, antes de entrar em uma guerra. Em uma certa ocasião Deus ordenou a Davi que ele só entraria em ação quando visse as copas das plantas se moverem em um barulho de marcha.
Ouvindo, pois, os filisteus que Davi havia sido ungido rei sobre todo o Israel, todos os filisteus subiram em busca de Davi; o que ouvindo Davi, logo saiu contra eles.
E vindo os filisteus, se estenderam pelo vale de Refaim.
Então consultou Davi a Deus, dizendo: Subirei contra os filisteus, e nas minhas mãos os entregarás? E o Senhor lhe disse: Sobe, porque os entregarei nas tuas mãos.
E, subindo a Baal-Perazim, Davi ali os feriu; e disse Davi: Por minha mão Deus derrotou a meus inimigos, como se rompem as águas. Pelo que chamaram aquele lugar, Baal-Perazim.
E deixaram ali seus deuses; e ordenou Davi que se queimassem a fogo;
Porém os filisteus tornaram, e se estenderam pelo vale.
E tornou Davi a consultar a Deus; e disse-lhe Deus: Não subirás atrás deles; mas rodeia-os por detrás, e vem a eles por defronte das amoreiras;
E há de ser que, ouvindo tu um ruído de marcha pelas copas das amoreiras, então sairás à peleja; porque Deus terá saído diante de ti, para ferir o exército dos filisteus.
E fez Davi como Deus lhe ordenara; e feriram o exército dos filisteus desde Gibeom até Gezer.
Assim se espalhou o nome de Davi por todas aquelas terras; e o Senhor pôs o temor dele sobre todas aquelas nações.

1 Crônicas 14:8-17

Quando os filisteus ficaram sabendo que Davi tinha sido ungido rei de todo o Israel, partiram com todo o seu exército a fim de prendê-lo, mas Davi soube disso e saiu para enfrentá-los. Os filisteus tinham vindo e invadido o vale de Refaim. Então Davi consultou a Deus, indagando: “Devo atacar os filisteus? Tu os entregarás nas minhas mãos?” E o SENHOR respondeu: “Ataca, pois Eu os entregarei nas tuas mãos!” Em seguida Davi partiu com seus soldados e chegaram a Báal-Peratsim, Baal-Perazim, onde Davi o derrotou e exclamou: “Deus dizimou os meus inimigos da mesma forma que uma grande e inesperada enchente causa terrível destruição!” E, por esse motivo, deram àquela região o nome de Báal-Peratsim, Senhor que Rompe os Obstáculos. Como os filisteus haviam abandonado seus ídolos naquele local, Davi ordenou que fossem todos queimados. Os filisteus voltaram a atacar o vale; novamente Davi busca e consulta a Deus, que lhe respondeu: “Agora, pois, tu não os atacarás pela frente, mas dá volta por trás e ataca-os defronte às amoreiras! Assim que ouvires um barulho de marcha por sobre as copas das amoreiras, sairás à batalha, porque Deus terá saído adiante de ti para ferir todo o exército dos filisteus.” Davi procedeu exatamente como Deus havia orientado, e eles derrotaram todo o exército dos filisteus, desde Gibeão até Gezer. Assim, a fama de Davi se espalhou por todas aquelas terras, e o SENHOR  fez com que todas aquelas nações pagãs tivessem medo do exército de Deus (1Cr.14.8-17). 

Finalmente: Davi foi um rei temente a Deus, um homem de um espírito excelente, ele tinha suas falhas, porém suas qualidades se sobressaiam diante dos seus defeitos. Os salmos que ele nos deixou escrito demonstram e deixam transparecer o quanto ele dependia de Deus e tinha uma vida de intima comunhão com Deus. É por essas e outras razões, que Davi foi considerado o homem segundo o coração de Deus.

Ouvindo, pois, os filisteus que Davi havia sido ungido rei sobre todo o Israel, todos os filisteus subiram em busca de Davi; o que ouvindo Davi, logo saiu contra eles.
E vindo os filisteus, se estenderam pelo vale de Refaim.
Então consultou Davi a Deus, dizendo: Subirei contra os filisteus, e nas minhas mãos os entregarás? E o Senhor lhe disse: Sobe, porque os entregarei nas tuas mãos.
E, subindo a Baal-Perazim, Davi ali os feriu; e disse Davi: Por minha mão Deus derrotou a meus inimigos, como se rompem as águas. Pelo que chamaram aquele lugar, Baal-Perazim.
E deixaram ali seus deuses; e ordenou Davi que se queimassem a fogo;
Porém os filisteus tornaram, e se estenderam pelo vale.
E tornou Davi a consultar a Deus; e disse-lhe Deus: Não subirás atrás deles; mas rodeia-os por detrás, e vem a eles por defronte das amoreiras;
E há de ser que, ouvindo tu um ruído de marcha pelas copas das amoreiras, então sairás à peleja; porque Deus terá saído diante de ti, para ferir o exército dos filisteus.
E fez Davi como Deus lhe ordenara; e feriram o exército dos filisteus desde Gibeom até Gezer.
Assim se espalhou o nome de Davi por todas aquelas terras; e o Senhor pôs o temor dele sobre todas aquelas nações.

1 Crônicas 14:8-17