quinta-feira, 9 de julho de 2015

CRISE. A MELHOR HORA PARA ACONTECER O MILAGRE.

Depois disso, Bem-Hadade, rei da Síria, convocou todo o seu exército para atacar e sitiar Samaria. Houve grande fome em Samaria, porque o cerco foi mantido até que grande fome se espalhou por toda a cidade, a ponto de uma cabeça de jumento custar o equivalente a oitenta peças de prata, e uma caneca de esterco de pomba, cinco peças de prata. Quando o rei de Israel ia passando pela muralha, uma mulher lhe gritou: “Socorre-me, senhor meu rei!” Diante do que respondeu ele: “Se o SENHOR não te socorrer, quem sou eu para te ajudar? Acaso há trigo na eira ou vinho no tanque de prensar uvas?” Mesmo assim, o rei lhe indagou: “Que te aconteceu?” E ela explicou: “Esta mulher me disse: ‘Entrega teu filho, para que o comamos hoje, que amanhã comeremos o meu filho!’ Então cozinhamos o meu filho e o comemos; no dia seguinte eu lhe disse: ‘Agora, pois, dá o teu filho para que o comamos’, mas ela escondeu o seu filho!” Assim que o rei ouviu o que aquela mulher disse, rasgou as vestes enquanto caminhava pelo muro; e o povo viu que o rei vestia pano de saco por baixo, sobre a pele. Então disse o rei: “Que Deus me castigue com todo o rigor se a cabeça de Eliseu filho de Safate, lhe ficar sobre os ombros até o final deste dia!”(2Rs.6.24-31).
Eliseu respondeu: “Escuta a Palavra do SENHOR! Assim diz o SENHOR: ‘Amanhã, por essas horas, na entrada de Samaria, tanto uma medida de farinha como duas medidas de cevada serão vendidas por uma peça de prata’”. O escudeiro em cujo braço do rei se apoiava respondeu ao homem de Deus: “Ainda que o SENHOR mandasse abrir as comportas do céu, será que essa profecia poderia se tornar realidade?” Entretanto, Eliseu advertiu: “Tu o verás com teus próprios olhos, contudo dessa fartura não comerás!”(2Rs.7.1,2).

A nação de Israel estava bem, o povo gozava de estabilidade e prosperidade financeira; até que, o rei da Síria, Bem-Hadade, decidiu declarar guerra contra Israel, ele cercou a cidade com todo o seu exército e ficou acampado por muitos dias, ninguém entrava e nem saía, até que ouve escassez de alimentos e a crise se instalou. A crise foi tão forte e prolongada que algumas pessoas estavam praticando canibalismo, a fome e a carestia chegou ao extremo, a ponto de uma cabeça de jumento custar o equivalente a oitenta peças de prata, e uma caneca de esterco de pomba, cinco peças de prata. O rei de Israel desesperado, sem controle da situação, colocou a culpa no profeta Eliseu, e disse: “Que Deus me castigue com todo o rigor se a cabeça de Eliseu filho de Safate, lhe ficar sobre os ombros até o final deste dia!” É mesmo assim, quando vem as dificuldades  e a crise chega ao extremo, sempre temos a tendência de questionar a Deus e queremos colocar a culpa em alguém. Porém, é preciso entendermos que milagres só acontecem na hora da adversidade. A crise vem e é necessária para que cresçamos, não devemos temer a crise, mas confiarmos em Deus. Na crise é a melhor hora para Deus operar um milagre. Creia! Deus vai mudar a situação e a crise terá o seu fim. Amém!

NA CRISE DEUS NOS ENSINA E NOS FAZ CRESCER.

No dia da prosperidade, goza do bem, mas, no dia da adversidade, considera; porque também Deus fez este em oposição àquele, para que o homem nada ache que venha de vir depois dele (Ec.7.14).

É no momento de crise que nós deixamos de ser "bebês" na fé e amadurecemos.
Existe uma frase muito conhecida e usada pelas pessoas que diz: "Na crise, CRIE". Porém, eu prefiro usar: "Na crise, CONFIE". Todos nós passamos por momentos difíceis na vida, mas, infelizmente, poucos sabem lidar com essas situações e confiar que Deus pode operar um milagre.
Deus está no controle, o céu não está em crise.
Vejamos o que Tiago diz sobre fé e perseverança: 
"Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma. Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá coisa alguma do Senhor; pois é alguém que tem mente dividida e é instável em tudo o que faz" (Tiago 1:2-8).
"Quantos de nós conseguimos nos alegrar em meio às provações? Quantos pedem sabedoria ao Senhor? Quantos exercitam a sua fé? Quantos vão até a fonte certa?" É preciso exercitarmos nossa fé na hora da crise e tirarmos proveito da situação, só assim aprendemos e crescemos. 
A crise nos ensina coisas que não aprenderíamos de outra maneira.

CONCLUSÃO: 
Não espere pouca coisa de um Deus tão grande!
Para operar um milagre em nossas vidas, Deus não precisa de muita coisa. Basta você entregar a Ele tudo o que tem e confiar Nele. O pouco com Deus se torna muito. Tanto é verdade que Jesus, com apenas cinco pães e dois peixinhos, alimentou milhares de pessoas.
Quando você estiver em crise, peça sabedoria a Deus para que possa enxergar o melhor caminho e fazer a sua parte. 
Em tempos de crise, devemos bater na porta certa! Por maior que seja o problema, não negocie com o diabo, pois ele deseja te escravizar. Antes procure a Deus e fale com Ele sobre as coisas que te afligem. Não se acomode com uma vida derrotada! Vá a luta, busque a Deus, a crise vai acabar e haverá grande prosperidade! Amém!