terça-feira, 27 de dezembro de 2016

DEZ RECOMENDAÇÕES BÍBLICAS PARA UM ANO FELIZ.

Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha conquistado; mas tomo a seguinte atitude: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que estão adiante de mim, prossigo em direção ao alvo, a fim de ganhar o prêmio da convocação celestial de Deus em Cristo Jesus (Filipenses, 3.13,14). 

Mais um ano se passou, e com ele ficaram as marcas da nossa história, o que passou ficou para trás, a nossa proposta é seguir adiante em busca de novas conquistas e objetivos. Confiando sempre em Deus nós havemos de vencer os próximos desafios que virão. É bom sempre repetir com apóstolo Paulo: Esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que estão adiante de mim, prossigo em direção ao alvo, a fim de ganhar o prêmio da convocação celestial de Deus em Cristo Jesus (Fp.3.13,14). 

A cada novo ano, traçamos planos, fazemos projetos, determinamos metas, e estamos sempre correndo em busca do sucesso. Muitas vezes enchemos a nossa agenda com tantos nomes, compromissos e convites, mas nos esquecemos de colocar Deus na primeira página, como nosso primeiro compromisso. Uma coisa é certa, se colocamos Deus no começo (em primeiro lugar dos nossos planos), o final será bem sucedido. Muitos começam bem, mas não terminam. Para quem acredita e credita em Deus a sua confiança, há uma promessa de Deus na sua palavra que diz: Tu, porém, vai até o fim; porque repousarás e estarás na tua sorte, no fim dos dias (Daniel, 12.13). Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio e cuja esperança está posta no SENHOR, seu Deus (Salmos, 146.5). A bíblia, o livro de Deus, está cheio de promessas e recomendações de Deus para o homem. É impossível a bíblia não se cumprir, visto que ela é a palavra de Deus. A bíblia é um livro antigo, porém as suas mensagens são sempre atual. Os anos se passam, os tempos mudam, as pessoas se vão, mas a palavra de Deus permanece para sempre. 

1. DEVEMOS ANDAR NA PRESENÇA DE DEUS.
Eu sou o Deus Todo-poderoso; anda em minha presença e sê perfeito (Gênesis, 17.1).
Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo (Salmos, 51.11).
Se a tua presença não for conosco, não nos faça subir daqui (Êxodo, 33.15).

2. DEVEMOS BUSCAR AO SENHOR.
Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto (Isaías, 55.6).
Quando tu disseste: Buscai o meu rosto, o meu coração te disse a ti: O teu rosto, SENHOR, buscarei (Salmos, 27.8).

3. DEVEMOS CLAMAR AO SENHOR.
Clama a mim, e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes (Jeremias, 33.3).

4. DEVEMOS NOS APROXIMAR DE DEUS.
Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós... (Tiago, 4.8).
Mas, para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no SENHOR Deus, para anunciar todas as tuas obras (Salmos, 73.28).

5. DEVEMOS NOS SANTIFICAR.
Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade (João, 17.17).
Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver (I Pedro, 1.15).

6. DEVEMOS AMAR MAIS A DEUS E DESPREZAR O MUNDO.
Amarás, pois, ao SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder (Deuteronômio, 6.5).
Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele (I João, 2.15).

7. DEVEMOS PROCURAR NOS APRESENTAR A DEUS APROVADOS.
Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade (II Timóteo, 2.15).

8. DEVEMOS PREGAR O EVANGELHO A TODOS EM TODO TEMPO.
Conjuro-te, pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu Reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo... (II Timóteo, 4.1,2).
Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura (Marcos, 16.15).

9. DEVEMOS GUARDAR O QUE TEMOS.
Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa (Apocalipse, 3.11).
Guarda o bom depósito pelo Espírito Santo que habita em nós (II Timóteo, 1.14).

10. DEVEMOS NOS PREPARAR PARA NOS ENCONTRAR COM DEUS.
Prepara-te, para te encontrares com o teu Deus (Amós, 4.12).
Vigiai, pois, porque não sabeis o Dia nem a hora em que o Filho do Homem há de vir (Mateus, 25.13).

domingo, 25 de dezembro de 2016

AS OBRAS DA CARNE VERSUS FRUTO DO ESPÍRITO



Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne; e estes se opõem um ao outro; para que não façais o que quereis. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: Prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro como já antes vos disse que, os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é: Amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra essas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências (Gálatas, 5. 16-24).

O nosso maior inimigo a ser vencido não é o Diabo, nem tão pouco o mundo com o seu sistema atrativo; e sim a nossa própria carne. A nossa natureza carnal é propensa ao pecado, e pode nos levar a um caos moral, o apóstolo Paulo traça um paralelo entre a carne e o Espírito e nos mostra que esta guerra é constante. Jesus certa vez disse aos seus discípulos: Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca (Mt.26.41). Às vezes as pessoas querem justificar o seu erro dizendo: Eu não sou de ferro, e a carne é fraca. Porém, podemos vencê-la, alimentando o nosso espírito com a palavra de Deus e andando no Espírito; porque nessa luta vence quem estive mais alimentado. A nossa maior vitória é quando conseguimos vencer a nós mesmos, o nosso ego muitas vezes impede que isto aconteça. Temos uma frase que diz: "Homem, vence a ti mesmo". Vencer a nossa carne em um mundo cheio de fantasias e atrativos, se constitui um grande desafio para nós.

CLASSIFICAÇÃO DAS OBRAS DA CARNE.

As obras da carne envolvem os prazeres mundanos e nos convida ao pecado.
A nossa natureza pecaminosa nos incentiva a viver em concupiscências, luxúria, desejos e paixões incontroláveis. Paulo na sua carta aos gálatas cita dezesseis manifestações das obras da carne, as quais podemos  classifica-las em cinco grupos.  

1. RELACIONADAS A PRATICA SEXUAL.

- PROSTITUIÇÃO.

“Prostituição” (no grego pornéia), isto inclui imoralidade sexual de todas as formas. Bem como: Revistas, quadros, publicidades e filmes pornográficos. A imoralidade sexual se constitui um dos pecados mais grave, visto que está ligada diretamente a intimidade do nosso corpo.


- IMPUREZA.

A impureza geralmente está ligada a pratica da prostituição (Efésios, 5.3). A impureza parte de uma mente poluída, cheia de malícias e maldades. Isto inclui pecados sexuais, atos pecaminosos e vícios, inclusive maus pensamentos e desejos pecaminosos do coração.

- LASCÍVIA.

É uma palavra que tem haver com sensualidade. É a pessoa seguir sua paixões e desejos sensuais a ponto de perder a vergonha e a decência  por coisas censuráveis. Lascívia tem haver também com libertinagem. Quando uma pessoa perde totalmente o pudor e se torna libertina a praticas censuráveis.

2. RELACIONADAS A PRATICA DA ADORAÇÃO.

- IDOLATRIA.

A idolatria tem haver com adoração a imagens, a pessoas, ídolos, objetos e devoção a pessoas ou instituições, como se tivessem autoridade igual ou maior que Deus e sua palavra. Esta pratica no Antigo Testamento, geralmente envolvia orgias sexuais.

- FEITIÇARIA.

A feitiçaria envolve evocação aos espíritos, espiritismo, magia, cartas de tarô, adoração direta aos demônios, além de usos de entorpecentes e outros materiais usados na pratica da feitiçaria.

- HERESIAS.

Tem haver com facções, pessoas que distorcem a verdade de Deus, formam grupos dividindo a congregação, formando conluios egoístas indo de encontro a governos, que destrói a unidade de uma igreja ou comunidade social.

3. RELACIONADAS A PRATICA DA VIOLÊNCIA.

- IRAS.

Tem haver com pessoas violentas, cheia de fúria, explosiva, sem controle emocional, que irrompe através de palavras e ações violentas.

- PELEJAS.

Tem haver com pessoas egoístas, cheias de ambições. Estas pessoas são violentas, capazes de prejudicar e destruir tudo que estiver em sua frente por causa do poder.

- PORFIAS.

Tem haver com discórdia, brigas, oposição, lutas por superioridade, ganancia pelo poder e coisas semelhantes.

- HOMICIDIOS.

Atos de violência contra o próximo, a ponto de matar por perversidade e muitas vezes com requintes de crueldade.

4. RELACIONADAS A RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS.

- INIMIZADES.

A inimizade parte de um coração cheio de intenções fortemente hostis, dominado pelo ódio. Isto tem haver com antipatia, discórdia e extrema desunião.

- EMULAÇÕES.

Tem haver com ciúmes, parte de um coração cheio de ressentimentos, amarguras e inveja do sucesso do outro.

- DISSENSÕES.

São ações que causam divisões e distorce toda uma comunidade, trazendo falsos conceitos e causando desunião entre o povo.

- INVEJAS.

Um sentimento de inferioridade, incapacidade de ser ou possuir algo e querer desmerecer e destruir quem tem. São pessoas que tem antipatia e ressentimentos contra outra pessoa que possui algo que ela queria e não tem. O coração com saúde é a vida da carne, mas a inveja é a podridão dos ossos (Pv.14.30).

5. RELACIONADAS AOS VÍCIOS.

- BEBEDICES.

Vicio em bebidas alcoólicas, a ponto de perder o controle das faculdades  físicas e mentais por meio de bebidas embriagantes.

- GRUTONARIAS.

Tem haver com a compulsão de vícios em diversões, festas, com comidas e bebidas de modo extravagante e desenfreado, envolvendo também drogas, orgias e coisas semelhantes.

O FRUTO DO ESPÍRITO SANTO.

O Espírito Santo desenvolve o seu fruto em nós à medida que nos aproximamos de Deus e buscamos ter uma vida de santidade e comunhão. A palavra fruto no singular significa dizer que, o fruto do Espírito é apenas um, que está dividido em nove partes.

CLASSIFICAÇÃO DO FRUTO DO ESPÍRITO.

1. RELACIONADOS A DEUS.

- FÉ.

Tem haver com Fidelidade, lealdade constante e inabalável a alguém com quem está unido por promessa, compromisso, aliança e honestidade. Mas o justo viverá da fé; e, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele (Hebreus 10.38).

- AMOR.

O mesmo que caridade, que é o interesse e a busca do bem maior de outra pessoa sem nada querer em troca. Este amor está primeiramente relacionado a Deus, o qual devemos amar de todo o nosso coração, de toda nossa alma, e de todo nosso poder (Dt.6.5). Este amor está derramado em nosso coração pelo Espírito Santo (Rm.5.5; ICo.13; Ef.5.2; Cl.3.14).

- GOZO.

Sentimento de alegria baseada no amor, na graça, nas bênçãos, na esperança e na presença de Deus. Este gozo vem de Deus, gerado pelo Espírito Santo. Diz o texto sagrado: E os discípulos estavam cheios de alegria e do Espírito Santo (Atos, 13.52).

2. RELACIONADOS AO PRÓXIMO.

- LONGANIMIDADE.

Tem haver com paciência. Uma pessoa que tem essa virtude é perseverante, paciente, tardio para irar-se e não entra em desespero com facilidade, mesmo que seja provocada.

- BENIGNIDADE.

É uma qualidade de uma pessoa benigna, ela age de forma para não magoar ninguém, nem lhe provocar sofrimento. Ou seja, uma pessoa benigna é uma pessoa sem malícia, ela está sempre buscando o bem de todos.
  
- BONDADE.

É o contrario da maldade, e repulsa ao mal, é o amor em ação se expressando através de atos de bondade e zelo pela verdade. Os passos de um homem bom são confirmados pelo SENHOR, e ele deleita-se no seu caminho (Salmos, 37.23).

2. RELACIONADOS A NÓS MESMOS.

- PAZ.

“Paz” (no grego eirene) tem haver com quietude de coração e mente, mesmo que as circunstâncias sejam desfavoráveis. Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti (Isaías, 26.3).

- MANSIDÃO.

Tem haver com Moderação e está associada à força e à coragem; descreve alguém que pode irar-se com equidade quando for necessário, e também humildemente submeter-se quando for preciso. Não confundir mansidão com covardia.

- TEMPERANÇA.

É ter autocontrole ou domínio sobre nossos próprios desejos e paixões. É a capacidade de não dá vazão aos impulsos da nossa carne, de superar e não perder  o controle da situação.

CONCLUSÃO:
A luta da carne contra o Espírito só terá fim quando deixarmos de existir, enquanto estamos vivos essa guerra é inevitável. Todavia, a melhor maneira de vencermos a carne é nos submetermos ao Espírito e deixar que ele nos domine. Paulo diz: Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito (Gálatas, 5.16, 25).
Para vencermos o conflito existente entre a carne e o Espírito, precisamos tão somente nos encher do Espírito Santo e crucificar a nossa carne com suas paixões e concupiscências (Gl.5.24; Ef.5.18). Permita que o Espírito Santo guie você pelo caminho da santidade, de maneira que Ele controle todos os seus desejos e que o fruto seja evidenciado em sua vida. Amém!

sábado, 24 de dezembro de 2016

TRÊS AÇÕES DE DEUS NO SALMO 40

Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor (Salmos, 40.1).

Neste salmo Davi nos comunica que através da paciência podemos receber vitórias da parte de Deus.
A impaciência tem sido um dos grandes problemas do mundo pós-moderno. A modernidade desencadeou o grande avanço da ciência e da tecnologia, tornando tudo mais confortável, pratico e rápido para as pessoas. O mundo da atualidade e bem diferente da época de Davi, o processo de esperar é sempre dolorido e requer paciência. A pressa é o oposto da paciência, há um ditado popular que diz: "A pressa é inimiga da perfeição". Vivemos em um mundo em que as pessoas na sua maioria não tem mais paciência para esperar. Tudo tem que ser muito rápido, as pessoas correm contra o tempo em busca de seus ideais, elas estão sempre apreensivas, nervosas e estressadas.
Quando se fala em esperar no SENHOR, muitos crentes desistem e buscam seus próprios caminhos. Porque o Kairós de Deus é diferente do Chronos do homem.
Kairós: “Tempo”, especialmente um “ponto no tempo”, “momento”, “tempo oportuno”, “oportunidade favorável”, “ponto justo”, “medida certa”, “lugar apropriado”, “aquilo que é conveniente apropriado ou decisivo”.
Na teologia passou a ser usado para descrever a forma qualitativa do tempo ou “o tempo de Deus”, o tempo que não pode ser medido, é o tempo da oportunidade.
Chronos: “Tempo”, “período de tempo”, “espaço de tempo, longo ou breve”.
Chronos serve inicialmente para a designação formal de um espaço de tempo, ou ponto de tempo, refere-se ao tempo cronológico ou sequencial que pode ser medido.
Quando nós conseguimos adequar o nosso tempo com o tempo de Deus, esta sintonia nos proporcionará o sucesso e a vitória.

TRÊS ATITUDES DE DAVI.

1. ESPEROU.

Esperei com paciência no SENHOR... (Vers.1a).
Esperar com paciência no SENHOR, é depender inteiramente do tempo de Deus.
Após Davi ter sido ungido rei de Israel, pelo profeta Samuel, com a idade de 16 anos, ele teve que esperar 14 longos anos, debaixo de muitas lutas e perseguições. Com a idade de 30 anos Davi assume o trono sobre todo Israel. Mas, ele teve que esperar o momento certo, o tempo de Deus.

2. DELEITOU-SE.

Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração (Vers.8).
Deleitar-se, significa sentir prazer, agradar-se, deliciar-se. Em outras palavras, Davi estava dizendo que fazer a vontade de Deus, era prazeroso para ele, não havia nenhuma dificuldade, visto que a lei de Deus estava dentro do seu coração.   

3. PRESTOU SERVIÇO A DEUS (Pregou).

Preguei a justiça na grande congregação; eis que não retive os meus lábios, SENHOR, tu o sabes (Vers.9).
Davi foi o um dos primeiros homem na bíblia a pregar para uma grande multidão de pessoas. No versículo 10, Davi declara que não reteve a justiça de Deus no seu coração, mas pregou a justiça, a fidelidade, a benignidade, a verdade e a salvação do SENHOR.

TRÊS AÇÕES DA GRAÇA DE DEUS.

Em salmos 40.1-3, há uma ação da graça de Deus. Todas as vezes que lemos que Deus inclinou-se, isso faz referencia a graça pessoal de Deus para com o homem.
O termo Graça nas Escrituras hebraicas  é CHEN, que significa “inclinar-se, abaixa-se ou agachar-se.”
Outra palavra encontrada no Antigo Testamento que traduz graça é HESED, traduzida como misericórdia, bondade, benignidade, fidelidade, aliança.

1. INCLINOU-SE PARA OUVIR.
E Ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor (Vers.1b)

2. INCLINOU-SE PARA SALVAR.
Tirou-me de um lago horrível, de um charco de lodo; pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos (Vers.2).

3. INCLINOU-SE PARA MUDAR.
E pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus; muitos o verão, e temerão, e confiarão no SENHOR (Vers.3).

CONCLUSÃO:
Diante das adversidades e circunstâncias que estejamos atravessando, devemos fazer a nossa parte, orar e esperar. Orando e esperando, Deus com certeza agirá em nosso favor, mudará a situação e nos dará a vitória. Amém!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

UM PROFETA NA CONTRAMÃO

Entretanto Josafá indagou: “Não há aqui mais algum profeta do SENHOR a quem possamos consultar?” O rei de Israel respondeu a Josafá: “Em verdade há ainda um, pelo qual se pode consultar, mas eu o odeio, porque nunca profetiza o bem a meu respeito, mas sempre o mal; é Micaías filho de Inlá. Mas Josafá ponderou: “Não digas isso, ó rei.”
Então o rei de Israel chamou um oficial e ordenou-lhe: “Manda vir depressa Micaías, filho de Inlá! O rei de Israel e Josafá, o rei de Judá, vestidos de trajes reais, estavam assentados cada um no seu respectivo trono, na praça da entrada de Samaria; e todos os profetas profetizavam diante deles. Então Zedequias filho de Quenaaná, moldou para si uns chifres de ferro e exclamou: “Com estes ferirás os sírios, até que sejam completamente derrotados!” E todos os profetas profetizavam o mesmo: “Ataca Ramote-Gileade e serás bem sucedido, porquanto o SENHOR a entregará nas mãos do rei!”
O mensageiro que tinha ido chamar Micaías lhe anunciou: “Eis que os profetas são unânimes em suas profecias em favor do rei; vede que também a tua palavra seja como a de um deles, e fala o que é bom e agradável!” Porém Micaías afirmou: “Assim como vive o SENHOR, o que meu Deus me revelar, isso declararei.”
Quando Micaías entrou na presença do rei, este lhe indagou: “Micaías, devemos marchar contra Ramote-Gileade ou não?” Ao que ele respondeu prontamente: “Atacai e sereis bem sucedidos; e eles serão todos entregues nas vossas mãos!” Mas o rei retrucou-lhe: “Quantas vezes terei que te pedir que não me fales senão a verdade no Nome do SENHOR?
Então o profeta declarou: “Vi todo o Israel disperso pelos montes, como ovelhas que não tem pastor; e disse o SENHOR: ‘Estes não têm senhor; volte cada um em paz para casa!”
Então o rei de Israel disse a Josafá: “Eu não te disse que ele não profetizaria nada favoravelmente a meu respeito, mas tão somente prognósticos de derrota?” (II Crônicas, 18.6-17).

Profetas existem muitos, pelo menos os que se dizem ser profetas, porém os verdadeiros são poucos. Os verdadeiros mensageiros de Deus estão em extinção. Micaías foi um profeta que fez a diferença na sua época. Acabe, o rei da nação de Israel, mesmo conhecendo a lei de DEUS, preferiu andar no caminho da idolatria e praticar todo o tipo de perversidade, juntamente com a sua esposa Jezabel. O reino de Israel estava em decadência, havia ameaças por parte das nações inimigas por todos os lados. De repente, o rei Acabe se viu em desespero, o rei da Síria com o seu exército estava prestes a atacar a nação de Israel, pelo que Acabe fez aliança com Josafá, rei de Judá. Eles se aliaram para irem juntamente a guerra contra os sírios e marcharem com os seus exércitos até Ramote-Gileade. Porém, o rei Josafá, homem temente a Deus, desconfiou das mensagens dos profetas do rei Acabe, e perguntou: “Não há aqui mais algum profeta do SENHOR a quem possamos consultar? Pelo que o rei respondeu: “Em verdade há ainda um, pelo qual se pode consultar, mas eu o odeio, porque nunca profetiza o bem a meu respeito, mas sempre o mal; é Micaías filho de Inlá. 

O QUE CARACTERIZA UM VERDADEIRO PROFETA?

1. HOMEM DE DEUS.

Muitas vezes os profetas eram chamados “homem de Deus”, como em Deuteronômio 33.1 e 1Reis 13. O uso desse termo enfatiza a diferença de caráter entre o profeta e as demais pessoas. Isso se vê na maneira que a mulher sunamita falou do profeta Eliseu: “Vejo que este que passa sempre por nós é santo homem de Deus” (2Rs 4.9). Hoje, mais do que nunca, precisamos de verdadeiros homens de Deus.

2. HOMEM DA PALAVRA.

O profeta era primeiramente um homem da palavra de Deus. Esta era a grande preocupação do profeta, transmitir fielmente a palavra que recebia do SENHOR. Sempre que alguém precisava de uma direção de Deus, procurava o profeta para ouvir a palavra de Deus da sua boca. Disse, porém, Josafá: Não há aqui ainda algum profeta do SENHOR, ao qual possamos consultar? (1Reis. 22.7). O profeta que teve um sonho, que conte o sonho; e aquele em quem está a minha palavra, que fale a minha palavra, com verdade. Que tem a palha com o trigo? Diz o SENHOR (Jr.23.28).

3. HOMEM DE VISÃO.


Um verdadeiro profeta precisa ter visão de Deus, para comunicar a revelação da palavra de Deus ao povo. Geralmente, no Antigo Testamento o profeta era conhecido como vidente. No início havia uma distinção entre vidente e profeta, mas, mais tarde eram termos sinônimos, como o autor do livro histórico de Samuel enfatiza: “Antigamente, em Israel, indo alguém consultar a Deus, dizia: Vinde, vamos ter com o vidente; porque ao profeta de hoje, antigamente, se chamava vidente” (1Sm 9.9).

4. INSTRUMENTO DE DEUS NA COMUNICAÇÃO.

Embora Deus tenha falado “muitas vezes, e de muitas maneiras… pelos profetas” (Hebreus, 1.1), foi sempre o mesmo Deus que falou. Por causa disso notamos uma unidade no ministério e nas mensagens dos profetas. A grande responsabilidade de qualquer profeta era lutar para viver uma vida digna do seu ofício, com o objetivo de transmitir a mensagem divina para que o povo pudesse viver um relacionamento correto com Deus.
Deve-se observar que no termo profeta não há nada que implique previsão de acontecimentos futuros. Um profeta pode predizer, ou não, o futuro segundo a mensagem que Deus lhe der. Um profeta é aquele que fala da parte de Deus ao homem.
Filho do homem, eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e os avisarás da minha parte (Ez.3.17).
A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois,ouvirás a palavra da minha boca e lha anunciarás da minha parte (Ez.33.7).
  
CONCLUSÃO:
Apesar de todos os profetas de Acabe falarem favoráveis a ele, asseguram-lhe a vitória; Micaías, o profeta do SENHOR, veio na contramão da situação profetizando tudo ao contrario do que eles profetizaram.
Nos dias atuais muitos se intitulam profetas, dizem ser profetas do SENHOR, e enganam o povo com palavras fingidas. Muitos estão massageando o ego das pessoas e falando o que elas gostam de ouvir, e não o que elas precisam ouvir da parte de Deus.
A verdade é que quando dissimulamos os erros das pessoas e somos coniventes com os seus pecados, elas nos aceita e nos abraça. Porém quando não toleramos e falamos a verdade, elas se afastam e passam a nos odiar. Foi o caso do rei Acabe, ele odiava ouvir o profeta Micaías, porque ele falava a verdade.
Devemos ter cuidado com os muitos falsos profetas que pregam mensagens de paz e prosperidade, que Deus não mandou e fazem do Evangelho negócio.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

A QUEM O MUNDO ODEIA?


E de todos sereis odiados por causa do meu nome (Lucas, 21.17).
E sereis aborrecidos por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo (Marcos, 13.13).

O ódio é a pior semente maligna que foi lançada na terra, e vem crescendo a cada dia e causando grandes males para humanidade. Uma das maiores desgraças que ocorreu no século XX causada pelo ódio, foi quando na segunda guerra mundial o estadista Adolfo Hitler, exterminou mais de seis milhões de judeus.
Jesus Cristo, quando esteve aqui nesta terra pregando a paz e o amor, não agradou a todos, e foi vítima de ódio por parte de muitos. A verdade é que quando dissimulamos os erros das pessoas e somos coniventes com os seus pecados, elas nos aceita e nos abraça. Porém quando não toleramos e falamos a verdade, elas se afastam e passam a nos odiar. Jesus alertou os seus seguidores e disse que eles seriam rejeitados, aborrecidos e odiados por causa do nome Dele. Apesar da pessoa de Jesus ser admirada por muitos, Ele ainda é o mais indesejado e odiado no planeta terra.

JESUS, O MAIS INDESEJADO DO MUNDO.

O evangelista David Wilkerson, em 21 de novembro de 1988, prega um sermão intitulado: O Homem Mais Indesejado do Mundo! Na introdução do seu sermão ele diz: O homem mais indesejado do mundo está vivo hoje! Não está morto. Com efeito, está muito ativo em nossos dias. Ele tem até família aqui na cidade onde vivemos. Ainda outro dia, passei horas com ele no preparo desta mensagem! Muitos de vocês também o conhecem. Sem dúvida, o homem mais indesejado do mundo é Jesus, filho do Deus vivo.
Na Praça Vermelha, em Moscou, havia retratos gigantescos de Lenine, Stálin, e de outros líderes comunistas - todos enfeitados de veludo vermelho. Outro retrato deveria estar pendurado na Praça Vermelha: um retrato de Jesus Cristo - enfeitado com pano de saco preto, tendo por baixo estas palavras: "O Homem Mais Indesejado da Rússia - Jesus!"

Se você for à Inglaterra e visitar os salões do Parlamento ou as grandes catedrais, verá todos os retratos de reis e rainhas do passado. Alguns foram amados; outros, odiados. Mas lá também falta um retrato. Deveria estar pendurado onde todos os ingleses pudessem vê-lo, um enorme retrato de Jesus, com a legenda: "O Homem Mais Indesejado da Inglaterra!". Ou se você for ao Capitólio ou aos salões do Congresso em Washington, verá ali os retratos de todos os presidentes dos EUA e os monumentos levantados em memória a Lincoln e a Washington. Deveria haver um monumento especial edificado sem que nele houvesse nada, apenas um retrato de Jesus e estas palavras: Este é o verdadeiro Pai dos Estados Unidos! Ele os plantou, regou e prosperou! Contudo, hoje, Ele é o Homem Mais Indesejado Desta Sociedade!

Caminhemos um pouco mais e entremos nas bibliotecas e nas salas de aula da maioria dos seminários nos Estados Unidos. Ouça o que dizem os teólogos ímpios que odeiam a Cristo - examine os livros da alta crítica, como se deleitam em defraudar e destruir a fé. Ou entre nas grandes catedrais e veja os vitrais com Jesus retratado em quase todos eles - depois ouça o que chamam de "evangelho"! Não é o verdadeiro Jesus que pregam, mas outro. Por que não são honestos? Deveriam colocar uma placa de bronze sob o Jesus retratado nos vitrais coloridos, com os seguintes dizeres: "O Indesejado!"

Jesus nasceu judeu, mas os judeus não quiseram saber dele - nem o querem agora. "Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam" (João 1:11). Em todas as sinagogas estudava-se diligentemente sobre Sua vinda! Sacerdotes e escribas podiam citar Isaías 53. Achavam que sabiam onde Ele iria nascer, e de que modo O reconheceriam. Diziam que viviam para o dia de Sua vinda - da mesma forma como o judeu atual anda à procura do seu Messias. Leio sobre o complô assassino dos sacerdotes e dos líderes religiosos, e digo: "Como podem planejar assassinar a Cristo, ou mesmo Lázaro, quando se mostram tão ciosos da lei que diz: "Não matarás?" De onde poderá vir tal ódio a Jesus, senão diretamente do inferno? Como pode o judeu de hoje odiar tanto a Jesus? Ele é o Filho de Davi - ele amou a Israel - veio para cumprir todas as leis desse povo. Seu coração estava posto sobre Jerusalém. Ele próprio era judeu e profeta, como Moisés. Então por que os olhos deles se inflamam de ira e rejeição à simples menção do Seu nome? É bem provável que Jesus não conseguiria nem visto para entrar em Israel na época atual! E talvez lhe fosse negada cidadania. Carimbariam em seu passaporte: "Indesejado!" Na verdade, os seus não O receberam. 

CRISTÃOS, OS MAIS ODIADOS DO MUNDO.

Jesus alertou os seus discípulos: Se o mundo vos aborrece, sabei que, primeiro do que a vós, me aborreceu a mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas, porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos aborrece. Lembrai-vos da palavra que vos disse: Não é o servo maior do que o seu senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós (João, 15.18-20). 

A parti do momento em que começamos seguir Jesus, declaramos guerra ao inferno e entramos em uma batalha sem tréguas contra as forças do mal. Os doze apóstolos de Jesus todos foram perseguidos, torturados e mortos pelas mãos dos seus algozes, exceto João. No começo da era cristã, os três primeiros séculos foram marcados por perseguições, torturas e mortes dos cristãos. A fúria do império romano foi a causa de muitas atrocidades, perversões e mortes.

Os imperadores romanos se divertiam com as mortes dos cristãos, eles mandavam joga-los na arena para serem devorados pelos leões, e no palco do anfiteatro eles riam e zombavam dos cristãos. O fato é que, os cristãos na época não participavam do culto ao imperador, nem o reverenciava como deus. Isto causava ódio e indignação por parte do governo do império romano.
Ao longo dos séculos as perseguições contra os cristãos continuam, de forma camuflada, silenciosa ou através de retaliações. Hoje, em pleno século XXI, temos notícias de perseguições absurdas por parte de governos comunistas, céticos e totalitários. 

A REVISTA VEJA PUBLICOU UMA MATÉRIA, EM MARÇO DE 2015, SOBRE CRISTÃOS PERSEGUIDOS NO MUNDO.

Na pesquisa da revista veja eles fazem o seguinte relato:
A perseguição religiosa na África e na Ásia está cada vez mais intensa. No Oriente Médio, milhões de cristãos são forçados a fugir de suas casas para campos de refugiados lotados e se arriscam pelas perigosas rotas até a Europa. Segundo a organização de caridade Open Doors, que monitora casos de violência e perseguição por motivos religiosos, a intolerância contra os cristãos só cresceu no último ano.

A Coreia do Norte é o primeiro país do mundo quando se trata de perseguição a adeptos do cristianismo. Mas, segundo a organização que produz um relatório anual sobre o tema, em 2015, o maior número de cristãos mortos por sua fé foi registrado na Nigéria. Foram 4.028 mortes no país, de um total de 7.100 assassinatos reportados em todo o mundo. Das 50 nações listadas pela Open Doors, as seis em que mais cristãos foram mortos por motivos religiosos estão na África subsaariana: Nigéria, República Centro-Africana, Chade, República Democrática do Congo, Quênia e Camarões. “Em termos numéricos pelo menos, não em grau, a perseguição de cristãos na região supera o Oriente Médio”, diz o relatório da organização.

Na Nigéria, mais de 2 milhões de pessoas, muitas delas seguidoras do cristianismo, foram forçadas a deixar suas casas no norte do país, onde o grupo terrorista islâmico Boko Haram age com mais força. Muitos casos de violência contra agricultores cristãos também foram praticados pelo grupo Hausa-Fulani, formado pelos povos semi-nômades Hausa e Fulani. Em 2015, segundo a Open Doors, foram aproximadamente 1.500 assassinatos cometidos por essas tribos. Para a organização, os grupos terroristas “estão fazendo uma limpeza religiosa, para erradicar o cristianismo” na região.

Em terceiro lugar na lista de países que mais perseguem cristãos está a Eritreia. Tentando escapar do governo totalitarista do presidente Isaias Afewerki, muitos cristãos se arriscam e acabam caindo nas mãos de traficantes de pessoas ou de grupos radicais como o Estado Islâmico.
Segundo o relatório da organização de caridade, mulheres e crianças são as que mais sofrem com a perseguição religiosa em todo o mundo. Entre os abusos enfrentados por elas estão sequestro e casamento forçado, violações e espancamentos. Além disso, muitas ainda têm ácido jogado em seus rostos e sofrem violência doméstica diária.
Infelizmente, o Oriente Médio ainda é um dos polos da perseguição. Muitos povos sofrem com execuções bárbaras, escravização e violência sexuais motivadas por um ódio religioso que muitas vezes já se encontra enraizado e objetiva destruir parte da história e cultura cristã. Nessa região, muitas famílias são obrigadas a viver de forma discreta, dentro de igrejas ou em apartamentos de parentes lotados.

A Índia também aparece em destaque nas pesquisas da Open Doors. A perseguição a muçulmanos, cristãos e outros grupos religiosos minoritários aumentou desde a eleição de Narendra Modi como primeiro-ministro. Atualmente, é o 17º país que mais comete violência contra praticantes da fé cristã.

Esses relatos de perseguições, torturas e mortes; infelizmente, são fatos que ocorrem diariamente nestes países de governos totalitários. Todavia, há uma palavra do próprio Mestre, que diz: Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus; bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem, e perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós (Mateus, 5.10-12).

Finalmente, a quem o mundo odeia? O mundo odeia Jesus Cristo, a palavra de Deus (a bíblia), e seus fiéis seguidores. O mundo odeia e aborrece quem caminha na contra mão do seu sistema profano e pecaminoso. O mundo odeia quem não participa nem compartilha com a sua hipocrisia religiosa. O mundo odeia quem não comunga com o pecado social do povo. O mundo odeia quem não dissimula nem tolera a sua falsa teoria sobre Deus. O mundo odeia quem não é conivente com o seus sistema corrompido, falso, hipócrita e falido. É por estas e outras razões que o mundo nos odeia e aborrece. Mas, é melhor ser amigo de Deus, do que ser amigo do mundo. Amém!

sábado, 10 de dezembro de 2016

DIFERENÇA ENTRE O NATAL DOS HOMENS E O NATAL DE DEUS



E ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome JESUS, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados (Mateus, 1.21).

NATAL, uma data comemorada no mundo todo, uma das festas mais aguardadas pelas pessoas, que na sua maioria são religiosas. Nesta data as pessoas mudam seus comportamentos e se tornam mais amáveis e atenciosas. Até parece que muitas pessoas nesta data colocam uma máscara, para em seguida tirá-la. Existe um falso natal que é perceptível a todos, este, está mais relacionado ao bel-prazer dos homens do que a Deus. Natal é uma festa boa e deve ser comemorada com alegria, por todos, pois nesta data comemoramos o nascimento de Jesus Cristo, nosso Salvador. Porém, o fato é, que existe o natal criado pelos homens e o verdadeiro natal de Deus.

O Natal dos homens é simbólico, cheio de símbolos.
O Natal de Deus é real verdadeiro.

O Natal dos homens é enfeitado de luzes artificiais.
O Natal de Deus só tem uma luz verdadeira (Jesus).

O Natal dos homens é comemorado com muitas guloseimas e bebidas.
O Natal de Deus não é comida nem bebida, mas paz, justiça e alegria no Espírito Santo.

O Natal dos homens é um grande show business  (comercialização de coisas).
O Natal de Deus é uma fonte de bens espirituais.

O Natal dos homens o foco é o personagem de papai Noel.
O Natal de Deus o foco é o personagem principal é Jesus.

O Natal dos homens é comemorado um dia no ano.
O Natal de Deus é comemorado todos os dias do ano.

O Natal dos homens as pessoas se tornam caridosas por causa do espírito natalino.
O Natal de Deus é amor o ano todo, porque Jesus nasceu nos corações das pessoas.

O Natal dos homens é egoísta e para sua própria glória.
O Natal de Deus é para todos e para glória de Deus.

E o anjo lhes disse: Não temas, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo, pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.
E isto vos será por sinal, achareis o menino envolto em panos e deitado numa manjedoura. E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens! (Lucas, 2.10-14).

Comemore o verdadeiro natal de Deus, deixando sempre Jesus nascer e reinar em seu coração. Faça boas obras e pratique sempre o bem durante todo o ano, seja sempre cheio da graça de Deus para fazer o bem e honre Jesus como seu Senhor e Salvador durante o ano todo, e não só apenas no dia 25 de dezembro.
Deus te abençoe. 
Feliz Natal e um próspero ano novo para você e sua família. Amém!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

AS QUATRO PROPOSTAS DE FARAÓ

Vem agora, pois, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito. Então, Moisés disse a Deus: Quem sou eu, que vá a Faraó e tire do Egito os filhos de Israel? E Deus disse: Certamente eu serei contigo; e isto te será por sinal de que eu te enviei; quando houveres tirado este povo do Egito, servireis a Deus neste monte (Êxodo, 3.10-12).

A adoração sincera à Deus, é algo que incomoda o diabo. Faraó, que simboliza Satanás, não queria em hipótese alguma, que o povo de Deus saísse  do Egito e ficasse livre para adorar a Deus. O Egito simboliza o mundo do pecado com o seu sistema contrario a Lei de Deus, que escraviza o homem. Deus havia dito a Moisés que o seu povo iria sair do Egito e iria adorá-lo no seu monte, em sua terra. Porém, Faraó tenta impedir a saída dos filhos de Israel do Egito, e para  o povo de Deus permanecer no Egito, ele fez quatro propostas à Moisés.

1. ADORAR A DEUS NO EGITO.

PROPOSTA DE FARAÓ:
Então, chamou Faraó a Moisés e a Arão e disse: Ide e sacrificai ao vosso Deus nesta terra (Ex.8.25).

RESPOSTA DE MOISÉS: 
E Moisés disse: Não convém que façamos assim, porque sacrificaríamos ao SENHOR, nosso Deus, a abominação dos egípcios; eis que, se sacrificássemos a abominação dos egípcios perante os seus olhos, não nos apedrejariam eles? 
Deixa nos ir caminho de três dias ao deserto, para que sacrifiquemos ao SENHOR, nosso Deus, como ele nos dirá (Ex.8.26,27).

2. NÃO IR MUITO LONGE.

PROPOSTA DE FARAÓ: 
Então, disse Faraó: Deixar-vos-ei ir, para que sacrifiqueis ao SENHOR, vosso Deus, no deserto; somente que indo, não vades longe; orai também por mim (Ex.8.28).

RESPOSTA DE MOISÉS:
E Moisés disse: Eis que saio de ti e orarei ao SENHOR, que estes enxames de moscas se retirem amanhã de Faraó, dos servos e do seu povo; somente que Faraó não mais me engane, não deixando ir a este povo para sacrificar ao SENHOR (Ex.8.29).

3. DEIXAR AS MULHERES E OS FILHOS, IR SÓ OS HOMENS.

PROPOSTA DE FARAÓ:
E os servos de Faraó disseram-lhe: Até quando este nos há de ser por laço? Deixa ir os homens, para que sirvam ao SENHOR, seu Deus; ainda não sabes que o Egito está destruído? 
Então, Moisés e Arão foram levados outra vez a Faraó, e ele disse-lhes: Ide, servi ao SENHOR, vosso Deus. Quais são os que hão de ir? (Ex.10.7,8).

RESPOSTA DE MOISÉS:
E Moisés disse: Havemos de ir com nossos meninos e com os nossos velhos; com os nossos filhos, e com as nossas filhas, e com as nossas ovelhas, e com os nossos bois havemos de ir; porque festa do SENHOR temos (Ex.10.9).

REPLICA DE FARAÓ: 
Não há de ser assim, mas ide somente vós, os homens, e servi ao SENHOR; porque isso é o que vós mesmos pedistes!” E os expulsaram da presença do Faraó (Ex.10.11).

4. DEIXAR OS BENS, NÃO LEVAR NADA. 

PROPOSTA DE FARAÓ: 
Então Faraó chamou a Moisés e disse: Ide, servi ao SENHOR; somente fiquem vossas ovelhas e vossas vacas; vão também convosco as vossas crianças (Ex.10.24).

RESPOSTA DE MOISÉS: 
Moisés, porém, disse: Tu também darás em nossas mãos sacrifícios e holocaustos, que ofereçamos ao SENHOR, nosso Deus. E também o nosso gado há de ir conosco, nem uma unha ficará; porque daquele havemos de tomar para servir ao SENHOR, nosso Deus; porque não sabemos com que havemos de servir ao SENHOR, até que cheguemos lá (Ex.10.25,26).

CONCLUSÃO:
Deus não aceita mistura, o que é do Egito é do Egito. O que é do SENHOR é do SENHOR. A proposta do diabo é para subtrair o melhor que temos para dá a Deus e mistura o santo com o profano. Por "melhor" que seja a proposta de satanás, nunca aceite, a sua intenção é sempre para destruir. O problema é que muitas pessoas saíram do Egito (mundo de pecados), mas o Egito não saiu delas. Nunca guarde lembranças do Egito, deixe e esqueça tudo o que é Egito, sirva e adore ao SENHOR de todo o seu coração. Amém!
  

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

PASSANDO POR QUERITE

Depois, veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: Vai-te daqui, e vira-te para o oriente, e esconde-te junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. Foi, pois, e fez conforme a palavra do SENHOR, porque foi e habitou junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão (I Reis, 17.2,3,5).

Elias habitava na região de Gileade, num lugarejo chamado Tisbe; ele aparece no cenário de Israel em uma época de grande decadência espiritual da nação. Ele profetizou contra a nação de Israel acerca de uma grande estiagem, que não haveria chuva nem orvalho por um período de três anos e seis meses (Tiago, 5.17,18). Após esta palavra profética, Deus ordena ao profeta que ele vá e esconda-se junto ao ribeiro de Querite. A nação de Israel precisava passar por esta grande crise para reconhecer a soberania de Deus. Enquanto Elias precisava passar por Querite para aprender as lições de Deus e depender inteiramente Dele.

TRÊS ORDENS DE DEUS PARA ELIAS.

1. ESCONDE-TE.

Depois, veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: Vai-te daqui, e vira-te para o oriente, e esconde-te junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão (I Reis, 17.2,3).
Deus decidiu tirar Elias de cena, mandando ele escondesse. As vezes acontece também conosco, Deus deseja tratar algo em nossa vida, e precisamos descer a Queirte de Deus para aprendermos as suas lições.
Muitas vezes se faz necessário estar em Querite, escondido, esquecido, fora da mídia, distante do público e dos holofotes; para depois ser apresentado por Deus. Nunca queira aparecer, quando Deus quer você escondido em Querite.

2. LEVANTA-TE.

Então, veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: Levanta-te, e vai a Serepta, que é de Sidom, e habita ali; eis que ordenei ali a uma mulher viúva que te sustente (I Reis, 17.8,9).
Em Querite houve suprimento para sustentar o profeta, porém passado dias o ribeiro secou.
Quando o tempo termina em Querite, é o momento de se levantar em obediência a ordem do SENHOR, e seguir suas orientações para novas experiências.
Se a crise tende a se agravar não desanime, mas levante-se e siga na direção de Deus.

3. APRESENTA-TE.

E sucedeu que, depois de muitos dias, a palavra do SENHOR veio a Elias no terceiro ano, dizendo: Vai e apresenta-te a Acabe, porque darei chuva sobre a terra (I Reis, 18.1). 
Três anos depois da ordem de Deus para Elias esconder-se junto ao ribeiro de Querite, Deus ordena a Elias que ele se apresente a Acabe. Elias não seria bem sucedido se ele fosse se apresentar fora do tempo de Deus. Muitas vezes somos tentados a nos apresentar e querer estar em lugares que Deus não quer que estejamos, é preciso esperarmos o tempo que Deus determina, Ele sabe a hora certa e o lugar certo para nos apresentar. Nunca queira se apresentar, deixe que Deus lhe apresente. Vai chegar o tempo que Deus vai te tirar do anonimato e vai te apresentar ao povo.

LIÇÕES DE QUERITE.

Querite• Significa: “Cortar, colocar no tamanho certo”.

Querite fala de obediência.

Querite fala de humildade.

Querite fala de dependência de Deus.

Querite é lugar de isolamento.

Querite é lugar de treinamento.

Querite é lugar da providência de Deus.

Querite é um lugar passageiro, mas é fundamental o cristão passar por Querite.
É melhor passar por Querite e ser moldado por Deus, do que viver uma vida medíocre e sem fruto.

CONCLUSÃO:
Passar por Querite significa ter experiências com Deus, ser cortado, ser moldado e ficar no tamanho certo, do jeito que Deus quer. Em Querite nós vamos aprender a depender inteiramente de Deus. Em Querite nós vamos experimentar a providência de Deus e aprender suas lições. Quem passa por Querite nunca mais será o mesmo. Amém!