quinta-feira, 4 de agosto de 2016

OS JOVENS CRISTÃOS E A PÓS-MODERNIDADE

E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus (Romanos, 12.2).

É possível um jovem cristão se manter fiel aos princípios bíblicos no contexto do mundo pós-moderno? Essa é uma pergunta que reflete o grande desafio de ser um jovem cristão atuante em um mundo que anda na contramão dos verdadeiros valores do cristianismo. Em um mundo cético que não acredita na palavra de Deus como verdade absoluta, mas que prega uma verdade relativa, onde o humanismo prevalece, tendo o homem como centro de tudo e Deus em segundo plano, é possível os jovens cristãos fazerem a diferença e vencerem este desafio? Sim, é possível.

O QUE É A PÓS-MODERNIDADE?

Pós- modernidade é o nome dado a todas as mudanças ocorridas desde 1950, o mundo pós-moderno influenciou e influencia nos dias atuais nas artes, cultura, moda, arquitetura, urbanismo, decoração, música, tecnologia e afins. Após a segunda guerra mundial, com a explosão da bomba atômica nas cidades de Hiroxima e Nagasaki, pois ali a sociedade até então moderna cessou e deu origem a uma nova sociedade, a chamada pós-moderna.

A pós-modernidade é basicamente um avanço da modernidade, de seus valores e princípios. Como proposta alternativa apresenta novas propostas: A subjetividade, o multiculturalismo e a pluralidade. Diante dessas ideias, existem pensadores que criticam o pensamento pós-moderno, ao considerar uma referência decepcionante, sem um projeto definido, incapaz de enfrentar os desafios da humanidade, de guiar o pensamento e estabelecer metas definidas.
 
Como corrente ideológica e tendência da civilização, a pós-modernidade destaca algumas conquistas: o papel da classe média e seu desenvolvimento, o aumento da liberdade e alguns aspectos positivos da globalização. Pelo contrário, apresenta traços negativos e criticáveis como a banalização, o consumismo, a perda de identidade, a própria globalização, a ausência de referências positivas e, em definitivo, a sensação de que o mundo está fragmentado e não há projetos estimulantes para orientar os indivíduos e a humanidade em seu conjunto. Diante dessa situação caótica, aparecem algumas propostas religiosas, sociais, políticas e filosóficas, todavia, pouco confiáveis.

O QUE PREGA A PÓS-MODERNIDADE?

O mundo pós-moderno prega um conceito humano filosófico baseado na crença de que tudo é relativo onde as pessoas tem o direito de viver e se expressar da maneira que quiser e que lhe seja conveniente. A sociedade pós-moderna é uma geração humanista, pragmática e pluralista, que não crer no absoluto nem respeita os princípios éticos da palavra de Deus.

Estamos vivendo uma época muito difícil, o mundo globalizado em que vivemos tem passado por grandes mudanças, o avanço da ciência e da tecnologia tem causado um grande desenvolvimento social. Diante disso percebemos que o comportamento das pessoas vem mudando ao longo dos tempos.

Estamos em pleno século XXI, época chamada de pós-modernidade onde desfrutamos dos grandes benefícios que a ciência e a tecnologia nos proporcionam. Todavia, em contra partida estamos enfrentado graves problemas sociais, políticos, econômicos e religiosos.

Um dos grandes desafios para os jovens cristãos da nossa geração pós-moderna são as grandes mudanças que vem ocorrendo. O sistema pós-moderno propaga e induz as pessoas a viver uma vida absoluta, cética e descrente de Deus. O relativismo, o pluralismo, o humanismo e o consumismo tem se tornado um estilo de vida para esta sociedade.

A grande problemática para geração dos jovens cristãos na atualidade tem sido a falta de um referencial, estamos vivendo uma época de rebelião, de remoção de marcos antigos, de quebra de paradigmas e abandono aos bons costumes. Todavia, há uma esperança, a bíblia nos recomenda: Deixemos todo o embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé (Hebreus. 12.1,2).

Os verdadeiros jovens cristãos são modernos, mas não mundanos. Eles vivem uma vida regrada nos princípios da palavra de Deus, e andam na contramão desta sociedade doentia, perversa e corrompida. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário