quinta-feira, 28 de abril de 2016

A EXCELÊNCIA DO AMOR FRATERNAL

Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união! É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes. Como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião; porque ali o SENHOR ordena a bênção e a vida para sempre (Salmo 133).

Neste salmo Davi enfatiza e celebra o valor da união entre os irmãos, ele também faz algumas comparações para exemplificar a excelência do amor fraternal que deve existir entre uma irmandade.
A união é primordial e deve existir em todos os seguimentos sociais, seja na família, seja na política, seja na religião, principalmente na Casa de Deus (igreja), entre os irmãos. É impossível haver prosperidade sem união; fica impraticável um grupo de pessoas atingirem uma meta e vencerem juntas se não houver união entre si. A união é indispensável para que as bênçãos de Deus sejam derramadas no meio do seu povo.

AS DUAS COMPARAÇÕES:

ÓLEO (Balsamo).

É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes (Vers.2).
O salmista faz uma comparação do ministério sublime do sacerdote Arão, cuja unção e serviço visavam manter o povo em perfeita comunhão com Deus e entre si. O óleo da unção derramado sobre a cabeça do sacerdote lhe proporcionava uma sensação de conforto e segurança. O óleo balsâmico derramado sobre a cabeça de Arão, saturava os cabelos, a barba, e descia pelas suas vestes, em sinal de total consagração de sua vida ao serviço santo do SENHOR.

O óleo, símbolo do Espírito Santo, tem a ver com unção (autoridade espiritual).
E acontecerá, naquele dia, que a sua carga será tirada do teu ombro, e o seu jugo, do teu pescoço; e o jugo será despedaçado por causa da unção (Is.10.27).

O óleo só é derramado sobre as vestes brancas.
Em todo tempo sejam alvas as tuas vestes, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça (Ec.9.8).

ORVALHO (Refrigério).
 
Monte Hermom, significa montanha sagrada.
Segundo a geografia bíblica, o monte Hermom é uma majestosa cordilheira montanhosa, que tem cerca de 24 km. de extensão e se eleva a mais de 2.800 metros acima do nível do mar.
Este monte é o ponto mais alto de Israel, ele fica localizado no extremo norte de Israel, fazendo fronteira com a Síria e o Líbano. Ele é constantemente coberto de neve, pelo orvalho que desce durante quase o ano inteiro sobre o seu cume. O seu degelo favorece uma boa fertilização, regando e dando vida a toda terra e pequenos montes em redor, inclusive o rio Jordão, onde ao pé do monte tem a sua nascente. 
O Monte Hermom foi chamado também de Baal-Hermom (Jz.3.3; 1Cr.5.23). Seu nome aparece na poesia hebraica (Sl.89.12; 133.3; Ct.4.8). É o "alto monte" de Mt.17.1; Mc.9.2 e Lc.9.28, o monte da transfiguração. 

Como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião; porque ali o SENHOR ordena a bênção e a vida para sempre (Vers.3). 
O orvalho é uma evocação das bênçãos perene do Senhor para o seu povo.
O orvalho abundante que se projetava e descia do monte Hermom fazia que as terras e os montes de Sião fossem ricamente frutíferos. Da mesma maneira, a união fraternal do povo de Deus, fará um povo forte e frutífero. Essas metáforas revelam claramente que as bênçãos de Deus flui ricamente sobre os crentes que vivem em união. Só assim o SENHOR libera as suas bênçãos e a vida para sempre. Amém!

O orvalho como símbolo do Espírito Santo, refrigera nossa alma; e como palavra de Deus, nos fortalece. Assim está escrito: Inclinai os ouvidos, ó céus, e falarei; e ouça a terra as palavras da minha boca. Goteje a minha doutrina como a chuva, destile a minha palavra como orvalho, como chuvisco sobre a erva e como gotas de água sobre a relva (Dt.32.1,2).

SEIS BÊNÇÃOS QUE PROVEM DA UNIÃO:

1. Bondade.

2. Prazer.

3. Unção.

4. Frutificação.

5. Favor de Deus.

6. Vida eterna.

Finalmente, precisamos viver unidos, há uma frase do celebre revolucionário, Martin Luther King, que diz: “Aprendemos a voar como os pássaros e a nadar como os peixes, mas não aprendemos a conviver como irmãos.”
Viver em união se constitui uma fonte de bênçãos para aqueles que praticam o amor fraternal, desta forma haverá harmonia e prosperidade sem medida. Amém!