sexta-feira, 7 de outubro de 2016

SER DISCÍPULO DE JESUS

Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos (João, 8.31).

JESUS o Mestre por excelência, quando iniciou seu ministério a sua preocupação principal foi fazer discípulos, para que estes dessem continuidade a sua obra ministerial. No começo Ele escolheu apenas doze aos quais deu o nome de apóstolos, em seguida convocou mais setenta, que em continuidade multiplicou-se em milhões. Hoje nós temos no mundo todo quase dois bilhões de seguidores de Jesus.
Todavia, devemos entender que existe uma diferença entre ser seguidor e ser discípulo. O seguidor é aquele que simplesmente segue, é um grande admirador do mestre, mas ele não tem nenhum compromisso, ele não está comprometido com os ensinamentos do mestre. Ou seja, ele é um falso discípulo. O discípulo verdadeiro ele não apenas segue, mas está comprometido com o mestre e com os seus ensinamentos; ele se esforça para andar nos passos de seu mestre, procurando cada vez mais imitá-lo.
Em última analise, ser discípulo de Jesus implica em viver uma vida de renúncias totalmente voltada para o Reino de Deus, e se possível até morrer pela causa do Mestre.

AS QUALIDADES DOS DISCÍPULOS DE JESUS:

VIVE UMA VIDA DE RENUNCIAS.

E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me (Lc.9.23).
Assim, pois, qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo (Lc.14,33).

Estamos vivendo uma época em que muitos estão se dizendo seguidores de Cristo, discípulos de Jesus; mas na prática as suas atitudes, o seu comportamento e as suas obras não correspondem a vida de um verdadeiro discípulo de Jesus. Muitos entram no evangelho, mas o evangelho não entra neles; vivem um evangelho sem compromisso e sem renuncia. Querem viver um evangelho de facilidades, visando sempre prosperidades materiais e trocando o evangelho da cruz de Cristo, pelo evangelho de um Jesus capitalista.
A verdade é que muitos não querem viver uma vida de renuncias, mas os verdadeiros discípulos de Jesus já renunciou tudo que desagrada ao seu mestre.

VIVE NA PRÁTICA DA PALAVRA DE DEUS.

Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos (Jo.8.31).
Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha (Mt.7.24).

Na época de Jesus, muitos o seguia, uns por curiosidade, outros por interesse, outros para observá-lo para querer pegá-lo e contradição. A bem da verdade é que alguns criam nele, escutavam as suas pregações e ensinos, porém não praticavam e nem permaneciam nos seus ensinamentos. Hoje não é diferente, muitos dizem que crer em Jesus, lê a bíblia, são simpatizante do evangelho, outros até frequentam a igreja; mas não praticam a palavra de Deus. O verdadeiro discípulo ele permanece na palavra de Deus e pratica a mesma.

VIVE NA PRÁTICA DO AMOR.

Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros (Jo.13.35).
O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem. Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros (Rm.12.9,10).

Um verdadeiro discípulo de Jesus, ele não deve viver em desunião, nem fazendo guerra por causa de rótulo de denominação de igreja. Ele respeita as diferenças, e procura viver em paz com todos. O que vai credenciar e identificar um verdadeiro discípulo de Jesus, não a sua forma de se vestir, ou os seus usos e costumes e sim o amor. É preciso que o amor se manifeste através de atitudes e não só de palavras fingidas. Jesus ainda continua dizendo: Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros (Jo.13.35).  

VIVE UMA VIDA FRUTÍFERA.

Nisto é glorificado meu pai: que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos (Jo.15.8).
Não me escolheste vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao pai ele vos conceda (Jo.15.16).

A vontade de Deus é que os seus filhos vivam uma vida frutífera, e nunca deixem de dá frutos. Na verdade o que identifica o verdadeiro cristão, os discípulos de Jesus; não são os dons, e sim os frutos. Para que esse fruto seja permanente é preciso estar ligado na videira verdadeira que é Jesus. O verdadeiro discípulo ele não só dá fruto no tempo de muita alegria e abundância, mas mesmo na adversidade e no tempo de sequidão, ele permanece dando fruto. A palavra de Deus nos diz, no livro de Jeremias capítulo17. vers.7,8:
Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja esperança é o SENHOR. Porque ele será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se fadiga nem deixa de dar fruto. 

Que nós os crentes em Jesus, possamos permanecer dando frutos para a glória de Deus. Só assim seremos reconhecidos como verdadeiros discípulos de Jesus. Amém!

SÃO PARECIDOS COM JESUS.

Em Antioquia, foram os discípulos pela primeira vez, chamados cristãos (At.11.26).

Ser discípulo de Jesus é ser parecido com Ele. Será que as pessoas veem em nossas atitudes o caráter de Cristo? Será que nossas ações e o nosso testemunho de vida são parecidos com Cristo? Os discípulos foram chamados pela primeira vez de cristão na cidade de Antioquia pelo fato de serem reconhecidos como seguidores de Cristo. Hoje muitos cristãos dizem ser discípulos de Jesus, mas as suas atitudes não correspondem a postura de um verdadeiro discípulo de Jesus. Ser discípulo de Jesus implica em ser parecido com Ele nas ações, atitudes e caráter. É fácil? Não é fácil, porém não é impossível. Está escrito: Aquele que diz que está Nele também deve andar como Ele andou (I João, 2.6). Paulo diz: Todavia, o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade (II Timóteo, 2.19). Amém!