sexta-feira, 25 de novembro de 2016

NÃO HAJA SILÊNCIO EM VÓS

... Ó vós que fazeis menção do SENHOR, não haja silêncio em vós, nem estejais em silêncio, até que confirme e até que ponha a Jerusalém por louvor na terra (Isaías, 62.6,7).

Deus nunca ordenou que o seu povo se calasse no que diz respeito a anunciar acerca dos seus grandes feitos e das maravilhas por Ele operadas. No contexto histórico da nação de Judá havia muitas tentativas por parte dos inimigos de tentar destruir e calar para sempre a voz de um povo que fazia menção do nome do SENHOR através da música, da poesia e da palavra dos profetas. As vezes a angústia e a tristeza queriam levar o povo de Deus ao desânimo, mas Deus prometeu que a cidade que outrora fora desamparada e desolada viria a ser a procurada, o centro das atenções. Por isso o profeta Isaías usado por Deus fala para o povo: Ó vós que fazeis menção do SENHOR, não haja silêncio em vós, nem estejais em silêncio, até que confirme e até que ponha a Jerusalém por louvor na terra (Isaías, 62.6,7).
Em nossos dias neo-testamentário não é diferente, a ordem é não está em silêncio e sim anunciar as Boas Novas de salvação a todos os povos até que o Senhor Jesus venha.

SETE RAZÕES PELAS QUAIS NÃO PODEMOS FICAR EM SILÊNCIO:

1. RECEBEMOS UMA ORDEM DO SENHOR JESUS.
E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura (Marcos, 16.15).

2. FOMOS CHAMADOS PARA SERMOS TESTEMUNHAS.
Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até os confins da terra (Atos. 1.8).

3. FOMOS CHAMADOS PARA ANUNCIAR AS VIRTUDES DE DEUS.
Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz (I Pedro, 2.9).  

4. FOMOS CHAMADOS PARA FALAR DO QUE TEMOS VISTO E OUVIDO.
Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido (Atos, 4.20).
 
5. FOMOS CHAMADOS PARA FALAR EM TODO TEMPO.
Conjuro-te, pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu Reino, que pregues a palavra, insiste a tempo e fora de tempo... (II Timóteo, 4.1,2).

6. MILHÕES DE PESSOAS ESTÃO CAMINHANDO PARA DESTRUIÇÃO.
Livra os que estão destinados à morte e salva os que são levados para a matança, se os puderes retirar (Pv.24.11).

7. A VINDA DE JESUS ESTÁ PRÓXIMA.
Portanto, todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes deste cálice proclamais a morte do Senhor, até que Ele venha (I Coríntios, 11.26).
E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim (Mateus, 24, 14).

CONCLUSÃO:
A pior notícia que poderia ser anunciada em letras garrafais nas manchetes dos jornais do mundo todo, seria: "A IGREJA ESTÁ EM SILÊNCIO". Essa seria a mais triste notícia de todos os tempos. Porém, a melhor notícia a ser anunciada, seria: "O INFERNO ABRIU CONCORDATA E VAI FECHAR".
Ninguém consegue calar a voz da verdade. João Batista morreu porque falou a verdade, Jesus Cristo morreu porque falou a verdade, os apóstolos morreram porque falaram a verdade, e a igreja de Jesus é perseguida e rejeitada porque fala a verdade. Porém a verdade nunca morrerá, e esta verdade está na pessoa de Jesus, Ele disse: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim (João, 14.6). Falar a verdade não é pecado, pecado é ser omisso e não falar. Ó vós que fazeis menção do SENHOR, não haja silêncio em vós, nem estejais em silêncio (Is.62.6). Amém!