sexta-feira, 24 de março de 2017

SETE ERROS QUE OS PREGADORES NÃO DEVEM COMETER

Não são poucos os pregadores que cometem erros com suas expressões vagas e vícios de linguagem; muitos fazem uso de jargões para promover o movimento e transformar o culto racional no culto das emoções. O fato é que, os pregadores denominados pentecostais muitas vezes são os que mais cometem erros com seus jargões e jogos de frases de efeitos para movimentar e mexer com a emoção do público ouvinte. Muitos são sensacionalistas e falam o que o povo gosta de ouvir, não o que precisa, fazem uso da palavra de Deus, para manipular as massas e fazer do povo negócio.
 
1. NUNCA DIGA: "SALDO" OS IRMÃOS COM A PAZ DO SENHOR!

Saldo é de banco, extrato bancário. O correto é dizer saúdo, ou cumprimento os irmãos com a paz do Senhor. Seja por descuido ou vício de linguagem, muitos pregadores ainda cometem este erro.
 
2. SAÚDO OS IRMÃOS COM A PAZ DO SENHOR, E OS AMIGOS OUVINTES COM UMA BOA NOITE DE SALVAÇÃO.

Isto não é correto, as pessoas se sentem discriminadas. Aprendemos com Jesus que devemos saudar a todos com a paz.
E em qualquer casa onde entrardes, dizei primeiro: Paz seja nesta casa. E, se ali houver algum filho de paz, repousará sobre ele a vossa paz; e, se, não, voltará para vós (Mateus, 10.5,6).

3. OS IRMÃOS ME PERDOEM PORQUE FUI PEGO DE SURPRESA, NÃO ESTAVA PREPARADO.

Isto é desculpa de pregador relaxado, todo pregador que se preza deve sempre está preparado, e deve apresentar-se a Deus como obreiro aprovado.
Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade (II Timóteo, 2.15).

4. CUMPRIMENTO OS IRMÃOS COM A PAZ DO SENHOR! OS IRMÃOS FIQUEM EM ESPÍRITO DE ORAÇÃO.

Esta expressão "espírito de oração" não está correta. A bíblia não fala em espírito de oração, e sim orando no Espírito, ou adorando em espírito.
Orando em todo o tempo com toda oração e súplica no Espírito... (Ef.6.18).
Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo (Judas, 20).
Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade (Jo.4.24).

5. INICIA UMA PREGAÇÃO SEM PRIMEIRO LER UM TEXTO BÍBLICO, E AINDA DIZ: PARA NÃO FICAR SÓ EM MINHAS PALAVRAS, VOU DEIXAR UM VERSÍCULO.

Temos aqui dois erros graves, primeiro: Começou a pregar sem antes ler um texto bíblico.
Segundo: Falou acerca da palavra de Deus e disse que as palavras eram suas.

6. SAÚDO A IGREJA COM A PAZ DO SENHOR! OS IRMÃOS OREM POR MIM, EU ESTOU AQUI, MAS NÃO TENHO NADA.

Isto é uma falsa humildade. Se não tem nada então passa a oportunidade para outro. Nós temos que ter sempre alguma coisa da parte de Deus. Quem ler a bíblia e ora, e tem comunhão com Deus, sempre tem algo da parte de Deus.
O profeta que teve um sonho, que conte o sonho; e aquele em quem está a minha palavra, que fale a minha palavra, com verdade. Que tem a palha com o trigo? Diz o SENHOR (Jr.23.28).

7. USAR MUITOS JARGÕES PARA FAZER MOVIMENTO. TAIS COMO: RECEBE A TUA VITÓRIA! O SEU NOME É JÁ! O DIREITO É TEU! A SURPRESA VAI SER GRANDE! LEVANTE A MÃO E DÊ GLÓRIA! DIGA ASSIM PRA SE IRMÃO...

Muitos usam estes e outros jargões, porque não tem conteúdo bíblico para pregar.
São palavras animadoras, porém devemos assim fazer quando estamos na direção do Espírito Santo. Tornar isso uma pratica de oratória, e passar a usar estes jargões constantemente, torna-se algo irritante e sem conteúdo bíblico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário