sábado, 4 de fevereiro de 2017

JESUS, O GALILEU.

Uns diziam: Este é o Cristo; mas diziam outros: Vem, pois, o Cristo da Galileia?
Responderam eles e disseram-lhe: És tu também da Galileia? Examina e verás que da Galileia nenhum profeta surgiu (João, 7.41,52).

Havia na época um grande questionamento sobre a pessoa de Jesus, e o local da sua origem, muitos não acreditavam que Ele tivesse sua origem da Galileia, visto que da região da Galileia nenhum profeta havia surgido. 
Jesus ficou conhecido como galileu, pelo fato de ele ter nascido em Nazaré, uma cidade que ficava na região da Galileia, Ele também exerceu boa parte do seu ministério na região da Galileia. Ele era conhecido, como o profeta de Nazaré da Galileia. Diz a bíblia, que quando Jesus entrou na cidade de Jerusalém, montado num jumentinho, as multidões que o seguiam clamavam dizendo: Hosana ao filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana nas alturas! E, entrando ele em Jerusalém, toda a cidade se alvoroçou, dizendo: Quem é este? E a multidão respondia: Este é Jesus, o profeta de Nazaré da Galileia (Mt.21.9-11).
Jesus foi um cidadão nobre da Galileia, visto ser Ele o filho de Deus; e por esta causa  a Galileia ficou famosa no mundo inteiro.

MINISTÉRIO DE JESUS NA GALILEIA.

E percorria Jesus toda a Galileia, ensinando nas suas sinagogas, e pregando o evangelho do reino de Deus, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. E a sua fama correu por toda a Síria; e traziam-lhe todos os que padeciam acometidos de várias enfermidades e tormentos, os endemoniados, os lunáticos e os paralíticos, e ele os curava. E seguia-o uma grande multidão da Galileia, de Decápolis, de Jerusalém, da Judéia e dalém do Jordão (Mt.4.23-25).
Jesus exerceu a maior parte do seu ministério na região da Galileia. Esta região abrangia algumas cidades na época de Jesus, que eram: Corazim, Cafarnaum, Caná, Naim, Nazaré, Tiberíades, Magdala, Betsaida. Jesus operou muitos milagres nestas cidades. 

Há uma canção que tem uma poesia muito linda, conhecida como: 

"UM CERTO GALILEU".

Um certo dia, a beira mar
Apareceu um jovem Galileu
Ninguém podia imaginar
Que alguém pudesse amar do jeito que ele amava
Seu jeito simples de conversar
Tocava o coração de quem o escutava.

E seu nome era Jesus de Nazaré
Sua fama se espalhou e todos vinham ver
O fenômeno do jovem pregador
Que tinha tanto amor.

Naquelas praias, naquele mar,
Naquele rio, em casa de Zaqueu
Naquela estrada, naquele sol.
E o povo a escutar histórias tão bonitas.
Seu jeito amigo de se expressar.
Enchia o coração de paz tão infinita.

Em plena rua, naquele chão.
Naquele poço e em casa de Simão.
Naquela relva, no entardecer.
O mundo viu nascer a paz de uma esperança.
Seu jeito puro de perdoar
Fazia o coração voltar a ser criança.

Um certo dia, ao tribunal
Alguém levou o jovem Galileu
Ninguém sabia qual foi o mal
E o crime que ele fez; quais foram seus pecados
Seu jeito honesto de denunciar
Mexeu na posição de alguns privilegiados.

E mataram a Jesus de Nazaré
E no meio de ladrões puseram sua cruz
Mas o mundo ainda tem medo de Jesus
Que tinha tanto amor.


Que a mensagem de paz e esperança de Jesus, o galileu, possa continuar mudando a vida de milhões de pessoas. Que o mundo possa reconhece-lo e aceita-lo como Senhor e Salvador.