sábado, 5 de março de 2011

MOISÉS E A SARÇA ARDENTE.

E apascentava Moisés o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote em Midiã; e levou o rebanho atrás do deserto e veio ao monte de Deus, a Horebe. E apareceu-lhe o Anjo do SENHOR em uma chama de fogo, no meio de uma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia. E Moisés disse: Agora me virarei para lá e verei esta grande visão, porque a sarça não se queima. E, vendo o SENHOR que se virara para lá a ver, bradou Deus a ele do meio da sarça e disse: Moisés! Moisés! E ele disse: Eis-me aqui. E disse: Não te chegues para cá; tira os teus sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa. Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. E Moisés encobriu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus (Êxodo, 3.1-6).

Moisés, o libertador, profeta e legislador de Israel; viveu 120 anos. A sua vida está dividida em três fases. Os primeiros 40 anos viveu no Egito, como príncipe. A segunda fase de 40 anos viveu no deserto de Midiã, como pastor de ovelhas. E os últimos 40 anos, como servo de Deus, conduzindo o povo de Deus à terra prometida.
Moisés passou 40 anos no Egito, sendo treinado para viver na corte de Faraó. Moisés era príncipe e herdeiro do trono de Faraó, ele foi instruído em todas as ciências do Egito, era comandante do exército de Faraó e era poderoso em obras e palavras. Mas, por haver matado um egípcio, temeu a fúria do rei e fugiu para se refugiar no deserto de Midiã; onde passou 40 anos apascentando as ovelhas de seu sogro Jetro.
Moisés passou 40 anos no deserto, sendo treinado por Deus para ser o libertador de Israel. Moisés precisava aprender lições e ser moldado por Deus, muitas vezes é preciso passarmos pelo deserto para depois entendermos a vontade de Deus nas nossas vidas. É melhor estar no deserto e no anonimato dentro da vontade de Deus, do que estar na mira dos holofotes e recebendo os aplausos da mídia, fora da vontade de Deus. Todos os planos de Moisés no Egito fracassaram, mas Deus tinha planos excelentes na sua vida, e o levantou como profeta e libertador de Israel.

Moisés no Egito. At.7.22
Era príncipe e herdeiro do trono de Faraó.
Era poderoso em obras e palavras.
Era comandante do exército de Faraó.

Moisés no deserto.
Lugar de aprendizado (faculdade de Deus).
Lugar de mudança de caráter.
Lugar de experiências profundas com Deus.

AS TRÊS MENSAGENS DA SARÇA:

1. Humildade.

Moisés precisava entender, que nas coisas humildes, simples e desprezíveis, Deus manifesta o seu poder, e que não seria o seu status de príncipe nem a sua sabedoria que iria libertar os filhos de Israel do Egito.

2. Provisão.

Moisés precisava aprender, que mesmo no deserto Deus prover a vitória para a sua vida. Depois dos longos quarenta anos, sendo pastor de ovelhas, servindo ao seu sogro, Deus decidiu mudar a sua história.

3. Surpresa.

Moisés foi surpreendido por Deus, ele nunca esperava que Deus falasse com ele através de uma sarça pegando fogo. Era costume esse tipo de espinheiro pegar fogo, devido a alta temperatura do deserto, mas Moisés viu algo especial naquela sarça, ela queimava e não se consumia.
Obs.: A sarça não pegou fogo de baixo para cima, mas de cima para baixo. Porque o fogo da sarça não era  da terra, mas do céu.

Conclusão:
Moisés subiu ao monte horebe, como pastor de ovelhas. Porém quando desceu, era libertador de Israel. Porque Jeová-jiréh mudou a sua história para sempre. Quem fica no deserto debaixo da vontade de Deus, terá a sua história mudada por Deus e receberá dupla honra. Amém!

2 comentários:

  1. Nossa lindo demais!!! Fui muito tocada por esta pregação.

    ResponderExcluir
  2. Amém irmã Lurdinha, fico feliz em saber que a irmã foi tocada por Deus. Que Deus abençoe grandemente a sua vida.

    ResponderExcluir