quinta-feira, 7 de março de 2013

A IMPORTÂNCIA DA MULHER NA BÍBLIA E NA HISTÓRIA

E disse o SENHOR  Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjuntora que esteja diante dele. Então, o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas e cerrou a carne em seu lugar. E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem formou a mulher; e trouxe-a a Adão. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne; esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. Gn.2.18,21-24.

Depois de Deus ter criado os céus, a terra e o mar, e formado todos animais do campo e todas aves dos céus e todos os peixes do mar; ele também formou o homem do pó da terra, para ser o administrador da sua criação. E Adão pôs os nomes de todos os animais e de todas aves dos céus, e ele percebeu que todos eles tinham o seu par, porém ele se encontrava só. Vendo Deus a sua solidão, disse: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjuntora que esteja como diante dele. Aqui nós vamos perceber a importância da mulher: Se Deus não tivesse formado a mulher, a humanidade não existiria, e Adão iria morrer na solidão. A mulher não é menos importante pelo fato de ter sido criada depois do homem, pelo contrario, ela veio de forma especial para completar o homem, sendo a sua adjuntora e assistente. A sociedade machista diz: A mulher deve sempre fica em baixo (em segundo plano), mas é interessante notar que, Deus não tirou a mulher dos pés do homem, para ela não ser a sua escrava; também não tirou da sua cabeça, para ela não ser superior ao homem; mas, ele tirou das suas costelas, do seu lado, para que ela seja a sua ajudadora e parte que lhe completa. Aqui entendemos que, um faz parte do outro, diz a bíblia: Ambos são uma carne. Portanto, entre o homem e a mulher deve haver uma cumplicidade, uma concordância, uma compreensão mutua, dando o homem a mulher todo respeito e carinho que ela merece.

A MULHER NO PLANO DE DEUS PARA HUMANIDADE.

Depois que o pecado entrou no mundo, pelo ato de desobediência de Adão e Eva, a maldição do pecado passou a todos os homens, e todos ficaram sentenciados a morte e perdição eterna. Mas Deus que é riquíssimo em misericórdia, já havia na sua preciência determinado a morte do cordeiro, antes da fundação do mundo, e prometeu que da descendência da mulher, viria o redentor da humanidade. Esta foi a primeira promessa da vinda do redentor, registrada no livro de gênesis, que diz: E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e o seu descendente, este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar (Gn.3.15). Eis ai o motivo da mulher ser tão desprezada, perseguida e odiada por um sistema social machista, que é inspirado e controlado pelo maligno. Deus decidiu torna-se homem e vir ao mundo nascendo de uma mulher. A promessa é renovada mais uma vez, através do profeta Isaías, que profetizou 700 anos, antes de Jesus nascer da virgem: Portanto, o mesmo Senhor vos dará um sinal: A virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel (Is.7.14). A mulher foi o instrumento que Deus usou para trazer a salvação para a humanidade. O apóstolo Paulo escrevendo aos gálatas diz: Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu filho, nascido de mulher, nascido sob a lei para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos (Gl.4.4). Plenitude dos tempos, significa dizer, o tempo completo e perfeito de Deus, para o cumprimento da promessa. O tempo da promessa que Deus fez no Éden, até o seu cumprimento foi de quatro mil anos, e durante esses  quatro milênios, Deus escolheu mulheres de várias classes sociais e nações, para fazerem parte da genealogia de Jesus Cristo. Dessas mulheres, quatro se destacam pelo fato de serem julgadas indignas aos olhos humanos, são elas: Tamar. Foi nora de Judá, estando ela viúva, o enganou, fingindo ser prostituta, teve relações sexuais com o seu sogro, do qual teve dois filhos, Perez e Zerá, os quais fazem parte da genealogia de Jesus. Raabe. Ela foi uma meretriz da cidade de Jericó, pertencia a um povo estrangeiro, de uma nação pagã, mas Deus não faz acepção de pessoas, ele a escolheu, e ela casou-se com Salmom, e foi mãe de Boaz, que foi um ancestral de Daví, tornando-se assim uma ascendente, da linhagem de Jesus Cristo. Rute. Foi uma moabita, pagã, que viveu na época dos juízes de Israel, sendo ela a personagem principal de um dos livros da bíblia. Ela veio a ser esposa de Boaz, e mãe de Obede, avô de Daví, da linhagem de Jesus. Bate-seba. Pertencia a nação de Israel, era esposa de Urias, soldado do exército de Daví, traiu seu marido, deitando-se com o rei Daví, do qual teve um filho por nome de Salomão, sendo ela também uma ascendente da linhagem de Jesus Cristo. Enquanto as pessoas gostam de julgar e discriminar, principalmente as mulheres, Deus na sua soberania, elegeu quem ele quiz, não discriminando nem fazendo acepção de pessoas. Porque com ele estar o perdão e a misericórdia, para dá a quem ele quer e lhe apraz.

MULHERES NA BÍBLIA QUE SE DESTACARAM PELAS SUAS QUALIDADES.

A bíblia não é um livro machista, onde só o homem se destaca. Lemos na bíblia, que Deus se utilizou de várias mulheres para cumprir os seus propósitos. Temos registros na bíblia de mulheres que foram usadas por Deus, e fizeram a diferença em uma época que os costumes e a cultura não lhes eram favoráveis. Entre muitas mulheres que se destacaram na história, por suas qualidades e caráter, iremos citar algumas.

MARIA.

Maria que foi a mãe do nosso Salvador Jesus Cristo, foi uma mulher agraciada por Deus, recebendo de Deus a missão de gerar em seu ventre, por obra e graça do Espírito Santo uma criança que seria o Salvador da humanidade. Ela era uma serva do Senhor e procurava guardar a palavra de Deus em seu coração, ela viveu em uma época em que não havia mais profetas em Israel para transmitir uma mensagem de Deus para o povo, havia cessado a inspiração profética e Deus se manteve em silêncio durante 400 anos. A bíblia diz: Não havendo profecia, o povo se corrompe; mas o que guarda a lei, esse é bem-aventurado (Pv.29.18). Maria foi uma das remanescente de Israel que guardou a lei (a palavra de Deus), e foi bem-aventurada (feliz) por se manter fiel a Deus. Ela recebeu uma saudação ímpar vinda do céu, quando o anjo Gabriel lhe apareceu e lhe falou as seguintes palavras: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres (Lc.1.26-28). Maria foi uma mulher que marcou a história para sempre, ainda hoje ela é admirada, respeitada e idolatrada por muitos.

DÉBORA.

Era profetisa e juíza em Israel. Uma líder estrategista e destemida, seu nome significa abelha e designa uma pessoa que possui uma força de vontade excepcional. Os filhos de Israel, estavam subjugados por Jabim, rei de Canaã, e por vinte anos eles foram oprimidos. Sísera que era o capitão do exército, era temido por causa do seu grande e forte exército que comandava. E Débora, mulher profetisa, mulher de Lapidote, julgava a Israel naquele tempo. Ela chamou a Baraque, e disse: O SENHOR, Deus de Israel, deu ordem dizendo: Vai, e atrai gente ao monte Tabor, e toma contigo dez mil homens, e atrairei a ti a Sísera, capitão do exército de Jabim, com seus carros e com a sua multidão, e o darei na tua mão. Então, ele disse: Se fores comigo, irei; porém, se não fores comigo, não irei. Baraque, era um líder medroso e não acreditava que Deus destruiria o exército inimigo. Débora lhe disse: Certamente irei contigo, porém não será tua a honra. Eles foram, e Deus deu a vitória, todo o exército de Sísera foi destruído; e Sísera fugiu e entrou  na casa de uma mulher chamada Jael, a qual lhe deu leite em vez de água, estando ele muito cansado, dormiu, e ela o matou. Deus honrou a coragem de duas mulheres, e deu uma grande vitória ao seu povo. Jz.caps.4,5.

RUTE.

Era uma estrangeira da terra de Moabe, que viveu na época dos juizes de Israel, casou-se com um dos filhos de Noemi; tendo Noemi dois filhos, veio de Belém, peregrinar na terra de Moabe, e morrendo seu marido e seus filhos, Noemi resolve voltar para Belém, e Rute mesmo não tendo mais vínculo familiar, insistiu em voltar com ela para a terra de Israel. Estando em Israel, Rute passou a viver de acordo com os costumes da terra. Noemi tinha um parente chamado Boaz, o qual casou-se com Rute, que apesar de ser uma moabita pagã, perseverou em seguir a sua sogra e disse: Não me instes para que te deixe e me afaste de ti; porque, onde quer que pousares à noite, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus (Rt.1.16). Por causa da sua determinação e perseverança, Rute foi abençoada por Deus, e veio a fazer parte da genealogia de Jesus. 

ESTER.

Uma jovem judia, que estava entre os cativos, tornou-se a rainha da Pérsia, ao se casar com o imperador Assuero. Uma mulher corajosa e patriota, que lutou pela sobrevivência do seu povo, junto com o seu primo Mardoqueu, que mesmo arriscando a sua vida, não deixou que os intentos malignos de Hamã prevalecesse.
Esta mulher foi considerada uma heroína, mesmo estando em terra estranha ela não se dobrou ao sistema pagã daquele império, mas honrou o nome do seu Deus, o Deus de Israel.

ABIGAIL.

Abigail, nome hebraico, que significa fonte de alegria, era uma mulher prudente, sábia, humilde e temente a Deus. A bíblia declara que Abigail era um inteligente e formosa (1Sm.25.3). Nabal, seu marido era um homem rico e próspero, porém duro e maligno. A história dessa notável e extraordinária mulher de Deus, nos comove e nos traz um grande exemplo de prudência para todos nós nos dias atuais. Após o falecimento de Samuel, e o rei Saul ter sido rejeitado pelo Senhor, Davi foi escolhido por Deus para substituí-lo. Por esse motivo Saul queria matá-lo. Daí então Daví, o belemita, saiu da cidade e passou a habitar nas cavernas do deserto de Parã; acompanhado por um grupo de homens. O acampamento onde Daví estava, ficava próximo a fazenda de Nabal, que era um homem bem sucedido financeiramente. Diz a bíblia, que Daví mandou dez jovens ir ao encontro de Nabal, para lhe pedir alimentos, mas ele recusou em dar-lhe, e deixou os jovens voltar de mãos vazias. Pelo que Davi, muito se indignou, e na sua ira determinou junto com os seus quatrocentos homens, que lhe mataria e destruiria toda a sua casa. Um dos servos de Nabal, fez saber a Abigail, que seu marido havia negado alimentos a Davi. Pelo que ela saiu ao encontro de Daví, e procurou apaziguar a situação, dando a entender a Davi, que seu marido era um homem mau, tolo, sem entendimento, mas que ele perdoasse a sua atitude impensável, e que ela estava com bastante alimentos para suplemento dele e dos seus homens. Davi, louvou a sua atitude sábia e prudente e desistiu de matar o seu marido. Disse Davi: Bendito o SENHOR, Deus de Israel, que hoje te enviou ao meu encontro. Bendita seja a tua prudência, e bendita sejas tu mesma, por me teres impedido hoje de derramar sangue e fazer justiça com as minhas próprias mãos! (1Samuel.25.32,33). Passado alguns dias, quase dez dias, o SENHOR feriu Nabal, e este faleceu, e Daví, tomou Abigail por mulher. Daví não só atentou para sua formosura, e sim por ver nela qualidades espirituais que lhe destacava, além da sua beleza.

DORCAS.

Era uma discípula de Jesus, que morava em Jope, conhecida também pelo nome de Tabita, ela ficou conhecida em toda a cidade de Jope, pelo fato de ela ter o talento de tecer túnicas e vestidos, e de costurar para os pobres e necessitados. Diz a bíblia, que Dorcas, adoeceu e veio a morrer, e a notícia se espalhou por toda a Jope, e as mulheres chegando em sua casa, choravam inconsoladas, e mandaram chamar a Pedro. E, vindo ele, e vendo que havia muita gente chorando a sua morte, pediu que saíssem do quarto, e pôs-se de joelhos e orou; e voltando-se para o corpo, disse: Tabita, levanta-te. E ela ressuscitou. Dorcas, é uma das mulheres mais notável do novo testamento, ficou conhecida pelas suas obras e generosidade, além do seu bom testemunho, como serva de Jesus. At.9.36-42.

AS MULHERES QUE SE DESTACARAM NA HISTÓRIA.

Em São Petesburgo, em 1917, 200 mil mulheres que trabalhavam como tecelãs iniciaram uma greve por aumento de salário e pela saída da Rússia da primeira guerra mundial. O fato dará origem, dois anos depois, à comemoração do dia da mulher no mundo inteiro. A primeira comemoração, no Brasil, do dia internacional da mulher, foi em 1947, organizada por iniciativa do PCB, pela militante Alice Tibiriçá e pela ativista política feminista Nuta Barlet James.
Dentre muitas mulheres que se destacaram na história, citaremos algumas.

ANITA GARIBALDI.

Uma importante revolucionária do século XIX.

CATARINA, A GRANDE.

Reformou o império russo de acordo com os ideais iluministas.

JOANA DARC.

Uma camponesa que ajudou a França a vencer a Ingraterra na guerra dos cem anos.

RAINHA VITÓRIA.

Foi responsável pela aceleração industrial inglesa, pelo fim da escravidão no império britânico e por leis que ajudaram os trabalhadores.

RAINHA ELIZABETH.

Tornou-se uma das lideranças mais conhecidas da história pelas suas medidas políticas na Inglaterra e sua luta contra o catolicismo.

PRINCESA ISABEL.

Foi responsável pela libertação dos escravos no Brasil, quando assinou a lei áurea, em 13 de maio de 1888, dando o direito de liberdade aos escravos.

MARGARETH THATCHER.

Conhecida na época como a dama de ferro, foi primeira ministra na Grã-Bretanha, assumindo o poder por 11 anos.

RAINHA DE SABÁ.

A lendária e belíssima rainha de Sabá, cuja história é repleta de mistério. A parte conhecida de sua história está relatada no velho testamento, datadas no século 6 a.C., e em um dos livros do talmud judaico. Dentre todos os relatos a respeito da rainha de Sabá, o mais conhecido é o da Etiópia, o Kebra Nagat, do século 11 a.C. Segundo esse documento, ela teria assumido o trono com apenas 15 anos de idade, após a morte do seu pai.

CLEÓPATRA.

Conhecida como uma das mais famosas e intrigantes rainha do Egito. Conquistou generais romanos em busca de suas ambições políticas.

HATSHEPSUT.

Foi a primeira faraó (mulher) da história, conseguiu esse título após vencer muitos obstáculos. Após a morte de seu pai, o faraó Tutmés 1, Hatshepsut casou-se com seu meio-irmão, Tutmés 2, com apenas 17 anos de idade. Depois de quatro anos, seu marido e irmão faleceu, deixando como herdeiro do trono um filho que teve com uma concubina. Mas como o menino era muito jovem, Hatshepsut assumiu o poder e governou o Egito por 22 anos. 

A ORAÇÃO DA MULHER CRISTÃ.

SENHOR, dá-me de Raquel a virtude de fazer-me amar.
Dá-me de Joquebede o espírito de sacrifício e renuncia.
Dá-me de Débora, a solidariedade, a coragem e o estímulo.
De Rute, dá-me a dedicação e a bondade.
De Ana, dá-me a fé e a fibra para suportar e vencer.
Dá-me a astúcia de Mical, para usá-la no bem, não para o mal.
Como Abigail, faz-me sábia e mensageira da paz. 
Como Ester, que eu seja humilde e altruísta.
Como Maria, faz-me pura e bem-aventurada.
Como Isabel, capaz de regozijar-me com o bem alheio.
De Marta, dá-me a disposição para o trabalho.
E de Maria, o anseio espiritual.
Como Dorcas, a costureira, que eu seja útil aos necessitados.
E como Lídia, a hospedeira, que eu abra a porta ao que chega cansado.
Como a mulher samaritana, que eu corra a falar da salvação.
E como Eunice e Lóide, que eu ensine a tua palavra aos meus filhos. Amém. 

2 comentários:

  1. Mulher

    Ivone Boechat

    Um aroma suave
    exalou das mãos do Criador,
    quando seus olhos contemplaram
    a solidão do homem no Jardim!
    Foi assim:
    o Senhor desenhou
    o ser gracioso, meigo e forte,
    que Sua imaginação perfeita produziu.
    Um novo milagre:
    fez-se carne,
    fez-se bela,
    fez-se amor,
    fez-se na verdade como Ele quer!
    O homem colheu a flor
    beijou-a, com ternura,
    chamando-a, simplesmente,
    Mulher!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e Paz seja contigo Ivone Boechat, gostei do seu comentário, lindo poema da mulher. Visitei o seu blog e gostei muito, continue nesta inspiração.

      Excluir