quarta-feira, 29 de maio de 2013

A PODEROSA PALAVRA DE DEUS.

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração (Hebreus, 4.12).

A palavra de Deus é imutável, infalível, inerrante, fiel e verdadeira. Ela é a fonte inesgotável que tem o poder de saciar a sede espiritual da humanidade. A palavra de Deus é como um farol que brilha na escuridão, o salmista disse: Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho (Sl.119.105). O poder da palavra de Deus não é relativo como alguns pensam ou acham que é, mas o poder da palavra de Deus é absoluto, porque nela não há mudança nem sombra de variação, ela é antiga e nunca envelhece, ela é atual e não se moderniza. Independente de crença, raça, etnia, cor e status social, a palavra de Deus é a poderosa fonte da origem da vida, todas as coisas foram criadas e são sustentadas por ela (Hb.1.3). Está escrito: Pela fé, entendemos que os mundos, pela palavra de Deus, foram criados (Hb.11.3). Enfim, o que é, e quem é a palavra de Deus? Ela é o próprio Deus JEOVÁ, manifesta na pessoa de Jesus Cristo, Deus que se fez carne e habitou entre nós, ela estar contida no livro sagrado de forma escrita para que a humanidade saiba e entenda a vontade de Deus. Assim está escrito: No princípio era a palavra, e a palavra estava com Deus, e a palavra era Deus. Ele, a palavra, estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas através dele, e, sem Ele, nada do que existe teria sido feito (Jo.1.1-3). Aleluia! Ele é a razão da existência de tudo.

SETE MANIFESTAÇÕES BÁSICAS DA PODEROSA PALAVRA DE DEUS:

1. PODER PARA SALVAR.

A saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Rm.10.9,17.

2. PODER PARA PERDOAR.

Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos de refrigério pela presença do Senhor. Muitos, porém, dos que ouviram a palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil. At.3.19. 4.4.

3. PODER PARA LIBERTAR.

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Jo.8.32.

4. PODER PARA SANTIFICAR.

Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. Jo.17.17.

5. PODER PARA PURIFICAR.

Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. Sl.119.9.

6. PODER PARA CURAR.

Enviou a sua palavra, e os sarou, e os livrou da sua destruição. Sl.107.20.

7. PODER PARA DÁ VIDA ETERNA.

Na verdade, na verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. Jo.5.24.

A PALAVRA DE DEUS PRODUZ:

1. VIDA.
É o Espírito quem dá vida; a carne em nada se aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são Espírito e são vida. Jo.6.63.

2. FÉ.
De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Rm.10.17.

3. ENTENDIMENTO.
A exposição das tuas palavras dá luz e dá entendimento aos simplices. Sl.119.130.

4. LUZ.
Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz para para o meu caminho. Sl.119.105.

5. FERVOR.
E disseram um para o outro: Porventura, não ardia em nós o nosso coração quando pelo caminho, nos falava e quando nos abria as escrituras? Lc.24.32.

6. ALEGRIA.
Aquele que crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva. Jo.7.38.

7. TEMOR.
Ouvi, SENHOR, a tua palavra e temi; aviva, ó SENHOR, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos a notifica; na ira lembra-te da misericórdia. Hc.3.2.

CONCLUSÃO: 
A bíblia é a palavra de Deus dirigida aos homens; ela é, sempre, uma palavra final, soberana e eterna. Eu acredito no poder da palavra de Deus, independente das circunstâncias a palavra de Deus é viva, porque ela produz vida. Ainda que tudo venha dá errado, ela é eficaz; porque ela produz resultado e não falha. Ela enche, preenche e satisfaz o coração do mais vil pecador, porque ela tem poder.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

A RESSURREIÇÃO DOS SONHOS.

Texto básico: Porque há esperança para árvore, que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e morrer o seu tronco no pó, ao cheiro das águas, brotará e dará ramos como a planta. Jó.14.7-9.

Introdução: Todo o ser humano vive em busca dos seus sonhos, é normal, é natural que as pessoas tenham sonhos e vá em busca deles, mas é anormal quem não tem sonhos, uma pessoa que não tem sonhos a vida para ela perdeu o sentido. Enquanto há vida há esperança, é preciso acreditar que é possível ter os sonhos realizados, é bem verdade que muitos tentam atrapalhar, impedir e até torcer contra para que não aconteça, mas sua perseverança e fé em Deus lhe fará vencer todos os obstáculos é ser vencedor(a). Muitas vezes as adversidades e as circunstâncias da vida nos deixa desanimados e chegamos a pensar que tudo acabou; porém, Deus tem a última palavra, e o plano de Deus não será impedido. Não desista dos seus sonhos. Muitos deixaram seus sonhos para trás; muitos sonhos viraram pesadelos; muitos fizeram uma cerimônia fúnebre e sepultaram os seus sonhos. Mas o Deus do impossível vai ressuscitar os teus sonhos, porque os seus sonhos são os sonhos de Deus.

EXEMPLO DE PESSOAS QUE TIVERAM OS SEUS SONHOS RESSUSCITADOS:

1. A VIÚVA DA CIDADE DE NAIM.

11 Logo depois, Jesus foi a uma cidade chamada Naim, e com ele iam os seus discípulos e uma grande multidão.
12 Ao se aproximar da porta da cidade, estava saindo o enterro do filho único de uma viúva; e uma grande multidão da cidade estava com ela.
13 Ao vê-la, o Senhor se compadeceu dela e disse: "Não chore".
14 Depois, aproximou-se e tocou no caixão, e os que o carregavam pararam. Jesus disse: "Jovem, eu digo, levante-se!"
15 O jovem sentou-se e começou a conversar, e Jesus o entregou à sua mãe.
16 Todos ficaram cheios de temor e louvavam a Deus. "Um grande profeta se levantou dentre nós", diziam eles. "Deus interveio em favor do seu povo."
17 Essas notícias sobre Jesus espalharam-se por toda a Judeia e regiões circunvizinhas. Lc.7.11-17.

Esta viúva que a bíblia não revela o seu nome, estava muito aflita por ter perdido o seu único filho que seria a grande esperança dos seus sonhos. O seu marido que era o provedor do sustento da família, havia morrido e agora a única esperança que lhe restava era seu filho, e este também veio a falecer. O desespero tomou conta do seu coração e ela chorava muito. Mas Jesus que é especialista em ressuscitar, ressuscitou o seu filho, e com ele vivo, a sua esperança e os seus sonhos também ressuscitaram. Isto nos dá uma lição de que Deus tem a palavra final para ressuscitar todos os nossos sonhos. Aleluia!

2. DEUS FALA COM HAGAR NO DESERTO E RENOVA AS SUAS ESPERANÇAS.

9 Sara, porém, viu que o filho que Hagar, a egípcia, dera a Abraão estava rindo de Isaque,
10 e disse a Abra­ão: "Livre-se daquela escrava e do seu filho, porque ele jamais será herdeiro com o meu filho Isaque".
11 Isso perturbou demais Abraão, pois en­volvia um filho seu.
12 Mas Deus lhe disse: "Não se perturbe por causa do menino e da escrava. Atenda a tudo o que Sara lhe pedir, porque será por meio de Isaque que a sua descendência há de ser consider­ada.
13 Mas também do filho da escra­va farei um povo; pois ele é seu descen­dente".
14 Na manhã seguinte, Abraão pegou al­guns pães e uma vasilha de couro cheia d'água, entregou-os a Hagar e, tendo-os colocado nos ombros dela, despediu-a com o menino. Ela se pôs a caminho e ficou vagando pelo deserto de Berseba.
15 Quando acabou a água da vasilha, ela deixou o menino debaixo de um arbusto
16 e foi sentar-se perto dali, à distância de um tiro de flecha, porque pensou: "Não posso ver o menino morrer". Sentada ali perto, começou a chorar.
17 Deus ouviu o choro do menino, e o anjo de Deus, do céu, chamou Hagar e lhe disse: "O que a aflige, Hagar? Não tenha medo; Deus ou­viu o menino chorar, lá onde você o deixou.
18 Le­vante o menino e tome-o pela mão, porque dele farei um grande povo".
19 Então Deus lhe abriu os olhos, e ela viu uma fonte. Foi até lá, encheu de água a vasilha e deu de beber ao menino.
20 Deus estava com o menino. Ele cresceu, viveu no deserto e tornou-se flecheiro.
21 Vivia no deserto de Parã, e sua mãe conseguiu-lhe uma mulher da terra do Egito. Gn.21.9-21.

Sara esposa legítima de Abraão cobrou ciúme de Hagar sua escrava por causa do seu filho Ismael, sendo ela despedida, ficou vagando pelo deserto, sem direção e sem esperança, vendo todo o seu sonho acabado.
Mas Deus que socorre o aflito e o necessitado, vendo o seu sofrimento no deserto com o seu filho, enviou o seu anjo para a socorrer e renovar as suas forças. Deus lhe fez promessas, renovou a sua esperança e ressuscitou os seus sonhos. É assim que Deus faz, quando todos pensam que é o fim da história e que não há mais jeito, Deus chega e transforma o ponto final em uma vírgula, porque a história não termina, ela continua para glória de Deus.

3. MEFIBOSETE É LEMBRADO PELO REI E SEUS SONHOS SÃO REALIZADOS.

1 Certa ocasião Davi perguntou: "Res­ta ainda alguém da família de Saul a quem eu possa mostrar lealdade, por causa de minha amizade com Jônatas?"
2 Então chamaram Ziba, um dos servos de Saul, para apresentar-se a Davi, e o rei lhe perguntou: "Você é Ziba?" "Sou teu servo", respondeu ele.
3 Perguntou-lhe Davi: "Resta ainda alguém da família de Saul a quem eu possa mos­trar a lealdade de Deus?" Respondeu Ziba: "Ainda há um filho de Jônatas, aleijado dos pés".
4 "Onde está ele?", perguntou o rei. Ziba respondeu: "Na casa de Maquir, filho de Amiel, em Lo-Debar".
5 Então o rei Davi mandou trazê-lo de Lo-Debar.
6 Quando Mefibosete, filho de Jônatas e neto de Saul, compareceu diante de Davi, prostrou-se com o rosto em terra. "Mefibosete?", perguntou Davi. Ele respondeu: "Sim, sou teu servo".
7 "Não tenha medo", disse-lhe Davi, "pois é certo que eu o tratarei com bondade por causa de minha amizade com Jônatas, seu pai. Vou devolver-lhe todas as terras que pertenciam a seu avô, Saul, e você comerá sempre à minha mesa."
8 Mefibosete prostrou-se e disse: "Quem é o teu servo, para que te preocupes com um cão morto como eu?"
9 Então o rei convocou Ziba e disse-lhe: "Devolvi ao neto de Saul, seu senhor, tudo o que pertencia a ele e à família dele.
10 Vo­cê, seus filhos e seus servos cultivarão a terra para ele. Você trará a colheita para que haja provisões na casa do neto de seu senhor. Mas Mefibosete comerá sem­pre à minha mesa". Ziba tinha quin­ze filhos e vinte servos.
11 Então Ziba disse ao rei: "O teu servo fará tudo o que o rei, meu senhor, ordenou". Assim, Mefibosete passou a comer à mesa de Davi como se fosse um dos seus filhos.
12 Mefibosete tinha um filho ainda jovem chamado Mica. E todos os que moravam na casa de Ziba tornaram-se servos de Mefibosete.
13 Então Mefibosete, que era aleijado dos pés, foi morar em Jerusalém, pois passou a comer sempre à mesa do rei. 2Sm.9.1-13.

O filho de Jônatas, Mefibosete, neto de Saul, estava numa terra muito distante chamada Lo-Debar. Ele estava no esquecimento, vivendo sem esperança, tendo visto os seus sonhos acabados com a morte do seu pai e do avô que era rei em Israel. Mefibosete com a idade de cinco anos ficou aleijado dos pés, por ter sido jogado pela sua ama quando fugia, temendo morrer pelo exército inimigo que invadia as terras de Israel. Ele aleijado, morando em Lo-Debar, que significa, lugar sem pasto, terra seca, lugar deserto, terra de esquecimento; nunca imaginava que o rei Daví iria se lembrar dele. Ele estava no esquecimento, no anônimato, com a auto-estima pra baixo e sem esperança. Daví lembrou-se do pacto que havia feito com Jônatas, e mandou chamar Mefibosete, restituindo à ele todas as terras de Saul e lhe dando o privilégio de morar em Jerusalém, e comer pão a sua mesa. Essa história muitas vezes se repete na vida de muita gente que as pessoas julgam não ser merecedoras, que não tem mais oportunidade, que estão as margens e que o seu fim será na terra do esquecimento. Mas há um Deus no céu que não se esqueceu de você, e ele está preparando uma nova história para sua vida, e todos os seus sonhos se tornarão realidade.

Conclusão: Temos a tendência de colocar ponto final onde Deus não determinou, muitos insistem nessa pré-determinação, se entregam e desistem dos seus sonhos e planos, porque simplesmente dizem: É o fim. Deus tem a palavra final, para ressuscitar todos os teus sonhos. Ele vai fazer brotar a raiz da árvore que foi cortada, o tronco morreu, mas a raiz que está junto as águas ela vai crescer e dá frutos para glória de Deus.

sábado, 18 de maio de 2013

DEUS ESTÁ IRADO.

Texto básico: Deus é um juiz justo, um Deus que se ira todos os dias. Se o homem não se converter, Deus afiará a sua espada; já tem armado o seu arco e está aparelhado; e já para ele preparou armas mortais; e porá em ação as suas setas inflamadas contra os perseguidores. Sl.7.11-13.

Introdução: A bíblia, que é a palavra de Deus, nos revela vários sentimentos de Deus. Encontramos na bíblia um Deus misericordioso, bondoso, amoroso, benigno, longânimo e piedoso. Porém vamos também encontrar um Deus que se ira, que toma vingança, que pune os culpados, castiga os errados (pecadores), e que é um fogo consumidor. As pessoas se acostumaram a entender que Deus é amor e se esquecem que ele também é justiça. A bíblia está cheia de registros sobre a bondade de Deus, mas também está repleta da sua justiça; é impossível desvincular a bondade da justiça, enquanto a bondade beneficia os necessitados, a justiça corrigi, pune e disciplina os infratores. Se a bíblia diz que Deus se ira, há alguma razão para isto; se fôssemos relatar as passagens da bíblia que diz que Deus se irou, teríamos muitas citações a esse respeito. Mas a verdade é: Deus se irou e está irado com as atitudes dos moradores da terra; em uma população mundial de mais de sete bilhões de pessoas, existem milhões que estão atraindo a ira de Deus para si.

PORQUE E COM QUEM DEUS ESTÁ IRADO.

1. DEUS ESTÁ IRADO COM AS ATITUDES DE MUITOS NO MEIO SOCIAL.

Ouvi a palavra do SENHOR, vós, filhos de Israel, porque o SENHOR tem uma contenda com os habitantes da terra, porque não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus na terra. Só prevalecem o perjurar, e o mentir, e o matar, e o furtar, e o adulterar, e há homicídios sobre homicídios (Os.4.1,2). Aqui está revelado o retrato desta sociedade atual em que estamos vivendo, a medida que a população aumentou, aumentou também a maldade, e estamos vivendo uma época de grande decadência moral, social e espiritual. Deus está aborrecendo as ações de muitos que estão vivendo uma vida de práticas pecaminosas, como mentir, roubar, matar, fazer juramento falso e desprezar conhecer a Deus. Deus está irado com as atitudes de uma sociedade egoísta, cruel, sem afeto natural, desobediente, anarquista e blasfemadora. Deus está irado com as inversões de valores, com a depravação moral e ética, com a falta de respeito as famílias e com a falsa moral de uma sociedade que procura esconder os seus erros e viver de aparências. O apóstolo Paulo nos relata na sua carta aos romanos sobre uma sociedade depravada e mergulhada no pecado. Ele nos fala da manifestação da ira de Deus sobre toda impiedade e injustiça dos homens. Está escrito na carta aos romanos capítulo 1. versiculos 18 ao 32:
18 Portanto, a ira de Deus é revelada dos céus contra toda impiedade e injustiça dos homens que suprimem a verdade pela injustiça,
19 pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou.
20 Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis;
21 porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se.
22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos
23 e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis.
24 Por isso Deus os entregou à impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos do seu coração, para a degradação do seu corpo entre si.
25 Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém.
26 Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza.
27 Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão.
28 Além do mais, visto que desprezaram o conhecimento de Deus, ele os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem o que não deviam.
29 Tornaram-se cheios de toda sorte de injustiça, maldade, ganância e depravação. Estão cheios de inveja, homicídio, rivalidades, engano e malícia. São bisbilhoteiros,
30 caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, arrogantes e presunçosos; inventam maneiras de praticar o mal; desobedecem a seus pais;
31 são insensatos, desleais, sem amor pela família, implacáveis.
32 Embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as pessoas que praticam tais coisas merecem a morte, não somente continuam a praticá-las, mas também aprovam aqueles que as praticam.
É preciso que haja arrependimento sincero e mudança de atitudes, para que a ira de Deus se afaste e venha a sua misericórdia. Porque Deus quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade (1Tm.2.3,4).

2. DEUS ESTÁ IRADO COM AS ATITUDES DE MUITOS NO MEIO POLÍTICO.

Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças, em favor de todas as pessoas; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade (1Tm.2.1,2). Esta recomendação do apóstolo Paulo, deixa claro que as autoridades precisam de orações, porque delas dependem toda ordem, leis e princípios que regem uma sociedade. A palavra de Deus nos ensina que devemos obedecer as autoridades, porque elas foram constituídas por Deus (Rm.13.1,2). A bíblia diz que, temer a Deus e guardar os seus mandamentos, é o dever de todo homem (Ec.12.13). Infelizmente, os governos e os homens que estão no poder, são na maioria das vezes egoístas, mentirosos e sem respeito com povo; muitos tem aparência de piedosos, mas não são. Deus está irado com uma política corrupta, onde os políticos não estão honrando os seus compromissos e promessas e estão fazendo leis que lhes favorecem e deixando os mais carentes às margens da pobreza e da miséria. Deus não está satisfeito com as atitudes dos políticos que estão criando leis que desabonam os princípios éticos da família e contrariam a sua palavra; Deus está irado com os políticos que por troca de favores e votos, agem de forma errada para prejudicar a maioria e beneficiar o seu grupo de corruptos. A política que é uma organização eficaz para promover a ordem e o desenvolvimento da sociedade, está sendo usada muitas vezes para oprimir e escravizar os cidadãos. Mas Deus há de trazer a juízo toda a maldade e tudo o que está encoberto será revelado. É tempo de arrependimento, o justo juiz está às portas.

3. DEUS ESTÁ IRADO COM AS ATITUDES DE MUITOS NO MEIO RELIGIOSO.

Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim e, com a boca e com os lábios, me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim, e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído (Is.29.13). O povo do tempo do profeta Isaías prestavam um culto hipócrita à Deus. Não era um culto honesto e sincero, mas um culto teatral, falso e fingido. Eles apresentavam apenas o exterior e não um culto saído do coração; isto não era aceito por Deus, era repudiado. Infelizmente isto estar acontecendo em nossos dias, a religião para muitos tem se tornado um refúgio para servir de esconderijo. Mas Deus está irado com muitos que dizem ser discípulos de Jesus, porém na prática eles envergonham e escandalizam o evangelho. Deus está irado e insatisfeito com as atitudes de muitos lideres que estão fazendo do povo negócio e os induzindo ao erro. Deus não está satisfeito com muitos pastores que estão sonegando a sua palavra e distraindo o seu povo com louvorzão e outros entretenimento. Deus está irado com as igrejas que são puro comércio, onde a fé é materializada e se vende tudo ungido em troca de curas, libertação ou solução de problemas. Deus está irado com a hipocrisia de muitos crentes que se dizem cristãos, estão dentro das igrejas vivendo de aparências, sendo pedra de tropeço, fazendo guerras e semeando contendas no meio do povo de Deus. Que todos estes se arrependam e Deus tenha misericórdia, e que as máscaras venham a cair e tudo que estiver encapado seja descoberto, para que a ira de Deus se afaste e a sua graça e o seu perdão possa alcançar a estes. E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra (2Cr.7.14). Amém.

sábado, 11 de maio de 2013

O PECADO.

Texto básico: A justiça exalta os povos, mas o pecado é a vergonha das nações Pv.14.34.

Este é um tema que está em extinção nos púlpitos de muitas igrejas, falar contra o pecado causa antipatia nas pessoas, muitos não concordam e não querem ouvir. Muitos pregadores preferem não falar sobre esse tema pelo fato de não lhes dá popularidade e nem ibope, mas esse tema precisa está no caderno de esboços dos pregadores comprometidos com a palavra de Deus, para que o Espírito Santo possa usar quando necessário. A verdade é que o caldo do pecado está engrossando em muitos lugares e está faltando homens e mulheres de coragem para colocar a farinha (a palavra de Deus), para que o mal seja arrancado e destruído e o perdão de Deus favoreça as vidas. Para muitos o pecado tornou-se uma prática costumeira, faz parte do status, não é algo vergonhoso, pelo contrário, muitos estão aplaudindo o pecador e até fazendo festas para o mesmo. Mas o juiz (Deus) está às portas, e ele julgará a cada um segundo as suas obras.

OS MALES DO PECADO E AS SUAS CONSEQUÊNCIAS.

Nós herdamos a semente do pecado, nascemos em pecado e somos propensos a pecar. O pecado é como um câncer que vai corroendo a alma até a morte. Segundo a bíblia, o pecado causa morte espiritual, morte física, e morte eterna. O apóstolo Paulo escrevendo aos efésios diz: Ele vos concedeu a vida, estando vós mortos nas vossas transgressões e pecados, nos quais andastes no passado, conforme o curso deste sistema mundial, de acordo com o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência (Ef.2.1,2). O diabo tem um cardápio recheado de prazeres pecaminosos para oferecer as pessoas, a mesa do pecado estar sempre posta, ele bate a nossa porta todo o dia, cabe a nós resistir. O pecado é universal e atingi todas as classes sociais, ele passou a existir quando Lúcifer, o primeiro pecador, tentou Adão e Eva no jardim do Éden e os venceu, atingindo assim toda a raça humana. Pecado sempre foi pecado, ele apenas mudou de roupagem e se modernizou, nunca o pecado esteve tão exposto e explícito, ao ponto das pessoas que gostam de viver na prática do mesmo, terem liberdade e facilidades para pecar. O pecado satisfaz os desejos da carne, mas depois ele trás consequências desastrosas. Nenhum de nós estamos isentos de pecar, todavia devemos ser forte e resistir através da oração. Daví, rei de Israel, homem segundo coração de Deus, vacilou, pecou e entrou em depressão. Vejamos o que ele nos diz sobre esta terrível experiência no livro dos salmos capítulo 51:
1Tem misericórdia de mim, ó Deus, por teu amor; por tua grande compaixão apaga as minhas transgressões.
2 Lava-me de toda a minha culpa e purifica-me do meu pecado.
3 Pois eu mesmo reconheço as minhas transgressões, e o meu pecado sempre me persegue.
4 Contra ti, só contra ti, pequei e fiz o que tu reprovas, de modo que justa é a tua sentença e tens razão em condenar-me.
5 Sei que sou pecador desde que nasci; sim, desde que me concebeu minha mãe.
6 Sei que desejas a verdade no íntimo; e no coração me ensinas a sabedoria.
7 Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e mais branco do que a neve serei.
8 Faz- me ouvir de novo júbilo e alegria, e os ossos que esmagaste exultarão.
9 Esconde o rosto dos meus pecados e apaga todas as minhas iniquidades.
10 Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito estável.
11 Não me expulses da tua presença nem tires de mim o teu Santo Espírito.
12 Devolve-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito pronto a obedecer.
13 Então ensinarei os teus caminhos aos transgressores, para que os pecadores se voltem para ti.
 Daví confessou o seu pecado e foi perdoado por Deus. Mas as consequências veio depois.
1 Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados!
2 Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia!
3 Enquanto eu mantinha escondidos os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer.
4 Pois dia e noite a tua mão pesava sobre mim; minhas forças foram-se esgotando como em tempo de seca.
5 Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: "Confessarei as minhas transgressões", ao Senhor, e tu perdoaste a culpa do meu pecado. Sl.32.1-5.
O sábio Salomão, filho de Daví, sendo ele rei, sucessor do seu pai; veio também a pecar, caindo em muitas transgressões, disse em um dos seus provérbios: O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas os que as confessa e deixa alcançará misericórdia (Pv.28.13). O problema é que as pessoas estão brincando com o pecado sem se preocupar com o preço que irão pagar depois. A bíblia diz: Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna por intermédio de Cristo Jesus, nosso SENHOR (Rm.6.23). Não deixe o pecado lhe dominar, busque o perdão de Deus e ele lhe perdoará e lhe garantirá a vida eterna.

1. A VERGONHA DO PECADO NA FAMÍLIA.

É vergonhoso saber que os governos estão aprovando leis que ferem os princípios de vida da família, e é contraditório no ambiente familiar, querendo justificar que devemos viver uma modernidade sem preconceitos. É fato que alguns países da Europa e também da América já aderiram e estabeleceram o casamento com pessoas do mesmo sexo, dando a eles todos os direitos legais de um casal tradicional (homem e mulher). Isso é uma anarquia, isso é uma vergonha para as famílias, isso é mexer com a base da célula mater da sociedade. Infelizmente essa praga social está querendo se instalar não só no Brasil, mas no mundo todo. Isto é contrário a palavra de Deus, que diz: E criou Deus o homem a sua imagem; à imagem de Deus os criou; macho e fêmea os criou. Portanto, deixará o homem o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne (Gn.1.27.2.24). O que for contrário, é de procedência maligna.

2. A VERGONHA DO PECADO NA SOCIEDADE.

Vivemos em uma sociedade degenerada pelo pecado, com o avanço da ciência e da tecnologia, e com o aumento da população mundial, o pecado se multiplicou e com ele os males. Antigamente a sociedade tinha mais valores, havia princípios morais, bons costumes e respeito ao próximo; hoje vemos uma sociedade doente, apodrecida e caminhando para um caos. É lamentável fazer este tipo de comentário e saber que tem pessoas que sentem nojo desta sociedade e de uma política desacreditada e cheia de corrupção. Infelizmente os valores éticos e morais da sociedade estão se degenerando e as pessoas estão se acostumando com uma sociedade anarquista e sem temor (respeito) a Deus. Porém a bíblia diz: Feliz a nação cujo Deus é o SENHOR, o povo que ele escolheu para lhe pertencer! (Sl.33.12). O pecado está dominando a sociedade, mas quem é de Cristo deve fazer a diferença.

3. A VERGONHA DO PECADO NA RELIGIÃO.

É vergonhoso saber que em nome de Deus muitas pessoas foram mortas e ainda são. É uma vergonha saber que muitos usam o nome de Jesus para tirar proveito em nome da religião e explorar a fé de muitos em benefícios próprio. É uma vergonha para quem quer viver uma vida de piedade e devoção a Deus, ter que ver e suportar tantos enganadores, falsificando a palavra de Deus e mercadejando a fé. É lamentável ver muitos lideres religiosos fazendo do povo negócio e transformando a igreja em empresa, pregando um Jesus capitalista que só pensa em bens materiais. É fácil perceber que estes tipos de pecados estão se multiplicando em muitas igrejas, e que estão virando puro comércio, um verdadeiro shopping center da fé, onde tem de tudo, menos perdão, menos salvação, menos renunciar o pecado. Infelizmente o pecado estar instalado no meio do povo Deus, mas não é motivo para desanimar, tudo isto está escrito e foi previsto por Jesus, Ele disse: E surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará. Mas aquele que perseverar até o fim será salvo (Mt.24.11-13). Não se escandalize com os falsos mestres, com a falsa religiosidade de muitos, viva a sua fé genuína baseada na palavra de Deus, e continue seguindo a Jesus, que é o autor e consumador da nossa fé.

Conclusão: O pecado para muitos tornou-se uma diversão, uma prática constante e até mesmo um status. O pecado promete prazer e traz tormento, promete liberdade e escraviza, promete satisfação e traz desgraça, promete alegria e traz tristeza, enfim, o pecado só destrói. O pecado é o câncer da alma, ele coroe a alma como gangrena e leva o homem a morte espiritual e eterna. Mas, o sangue de Jesus Cristo, nos purifica de todo o pecado. O precioso sangue de Jesus, é o único remédio eficaz contra o pecado, ele limpa, purifica a alma e garante a vida eterna com Deus.
  
Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.

Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.

Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.

Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria.

Purifica-me com hissope, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.

Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.

Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades.

Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.

Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.

Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.
Salmos 51:1-13
Salmo de Davi para o músico-mor, quando o profeta Natã veio a ele, depois dele ter possuído a Bate-Seba] Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.

Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.

Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.

Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria.

Purifica-me com hissope, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.

Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.

Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades.

Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.

Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.

Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.

Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça.
Salmos 51:1-14
Salmo de Davi para o músico-mor, quando o profeta Natã veio a ele, depois dele ter possuído a Bate-Seba] Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.

Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.

Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.

Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria.

Purifica-me com hissope, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.

Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.

Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades.

Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.

Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.

Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.

Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça.
Salmos 51:1-14

sexta-feira, 3 de maio de 2013

DEUS DECIDIU NOS ABENÇOAR

Como amaldiçoarei o que Deus não amaldiçoa? E como detestarei, quando o SENHOR não detesta? Eis que recebi  mandado de abençoar; pois ele tem abençoado, e eu não o posso revogar. Pois contra Jacó não vale encantamento, nem adivinhação contra Israel; neste tempo se dirá de Jacó e de Israel; Que coisas Deus tem feito! (Nm.23.8,20,23).

Estávamos debaixo de maldição, sem Deus, sem paz e sem esperança; mas Deus resolveu nos abençoar. Quando Deus decidi abençoar não adianta ninguém tentar impedir, nem querer atrapalhar, é debalde, Deus abençoa e não há quem possa revogar. Está escrito: Porque o SENHOR dos Exércitos o determinou; quem pois o invalidará? E a sua mão estendida está; quem, pois, a fará voltar atrás? (Is.14.27). Deus é bom e abençoador, muitas vezes ele não olha para as nossas fraquezas e imperfeições; pois a sua palavra nos diz, que ele conhece a nossa estrutura, lembra-se de que somos pó (Sl.103.14). Mesmo sendo falhos, fracos e sem merecer; ele se compadece de nós e nos abençoa com toda sorte de bênçãos. O apóstolo Paulo escrevendo aos Efésios diz: Bendito seja o Deus e pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo (Ef.1.3). Nós os crentes, somos abençoados por Deus, com as bênçãos do nosso pai na fé, Abraão. Está escrito: Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão. Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti. De sorte que os que são da fé são benditos com o crente Abraão (Gl.3.7-9). A nossa família é abençoada por Deus, as bênçãos de Deus estão conosco, elas vem ao nosso encontro, e não é preciso correr atrás das bênçãos.

SETE GRUPOS DE PESSOAS QUE DEUS DECIDIU ABENÇOAR:

1. As famílias.

E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma bênção; e em ti serão benditas todas as famílias da terra. Gn.12.2,3b.

2. Os que confiam no seu nome.

Bendito o varão que confia no SENHOR, e cuja esperança é o SENHOR. Porque ele será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se afadiga nem deixa de dar fruto. Jr.17.7,8.

3. Os que temem ao seu nome e anda nos seus caminhos.

Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos! Pois comerás do trabalho das tuas mãos, feliz serás, e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos, como plantas de oliveira, à roda da tua mesa. Eis que assim será abençoado o homem que teme ao SENHOR! O SENHOR te abençoará desde Sião, e tu verás o bem de Jerusalém em todos os dias da tua vida. E verás os filhos de teus filhos e a paz sobre Israel. Sl.128.

4. Os que servem ao SENHOR.

E servireis ao SENHOR, vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de ti as enfermidades. Êx.23.25.

5. Os que andam em retidão.

Porque o SENHOR Deus é um sol e escudo; o SENHOR dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam na retidão (Sl.84.11). Bênçãos há sobre a cabeça do justo, mas a violência cobre a boca dos ímpios. Pv.10.6.

6. Os que abençoarem Israel.

E far-te ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem. Gn.12.2,3a.

7. Os filhos de Abraão (a igreja). 

Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão. Ora, tendo a escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti. De sorte que os que são da fé são benditos com o crente Abraão. Gl.3.7-9.

AS BÊNÇÃOS DE DEUS ESTÁ CONDICIONADA A NOSSA OBEDIÊNCIA.

Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra. Mas, se recusardes e fordes rebeldes, sereis devorados à espada, porque a boca do SENHOR o disse! Is.1.19,20.

Na antiga aliança Deus prometeu abençoar o seu povo e os fazer prosperar, porém havia uma condição: Eles deveriam obedecer os seus mandamentos. Deus falou para Moisés todas as leis e estatutos que o povo deveria seguir e praticar, e em decorrência a essa obediência, eles seriam beneficiados com as bênçãos de Deus. Deus sempre quis e ainda quer abençoar o seu povo, porém ele pede que obedeçamos a sua palavra. Moisés falou ao povo que após passarem o Jordão, as tribos de Simeão, Levi, Judá, Issacar, José e Benjamim, estariam sobre o monte Gerizim para abençoar todo o povo. E as tribos de Rúbem, Gade, Aser, Zebulom, Dã e Nafitali; estariam sobre o monte Ebal para declararem maldições (Dt.27.12,13). O povo de Israel se tivessem levado a sério e obedecido a palavra de Deus, teriam sido poupados de muita humilhação, miséria e sofrimentos. Hoje não é diferente, para termos as bênçãos do Senhor precisamos está em obediência a sua palavra.

A bênção do SENHOR produz riqueza e não provoca sofrimento algum. (Pv.10.22). O problema é que tem muita gente correndo atrás de bênçãos que não vem de Deus, e estas pessoas vivem perturbadas e não tem paz. Tem pessoas que usam de má fé, fazem trapaças e vivem de enganar os outros para obter vantagens, e ainda tem coragem de agradecer e dizer que foi Deus que deu. A bíblia diz: Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também, antes, vo-lo dissemos e testificamos (1Ts.3.6). Quando Deus quer abençoar não precisa forçar a porta, a bênção chega suavemente e na hora certa. Não se preocupe, porque assim como Deus abençoou Jacó apenas com varinhas de álamo (Gn.30.37-43), Ele pode fazer muito mais por você. Amém.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

AS QUATRO COLUNAS DA IGREJA

E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. Em cada alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos (Atos. 2.42,43).

A igreja está firmada na rocha que é Jesus Cristo; Jesus é a base que sustenta toda a igreja, além disso ele é a cabeça da igreja, que é o seu corpo. Deus estabeleceu a igreja como uma instituição social e espiritual para cumprir os seus propósitos na terra. A verdadeira igreja de Jesus não pode fugir dos princípios da palavra de Deus, que foi estabelecido por Jesus e corroborado pelos apóstolos. Após a pregação de Pedro, no dia de pentecostes, quase três mil almas se converteram a Jesus, e essas pessoas precisavam de princípios para firma a sua crença e alimentar a sua fé. O escritor e médico Lucas, nos escreve dizendo, que todos perseveravam na doutrina, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
É impossível uma igreja crescer de forma sadia, sem obedecer estes princípios.

1. DOUTRINA.

Uma igreja sem doutrina é como um barco sem o leme, fica sem direção. Já dizia um saudoso pastor: Uma igreja ensinada erra menos e tem menos problema. Infelizmente, tem igrejas onde o espaço da palavra de Deus, é preenchido com o louvorzão e outros entretenimento, e o ensino da palavra é posto de lado, muitas vezes fica em terceiro plano. Uma igreja sem o alimento da palavra de Deus, cresce raquítica, doentia e fica deficiente. Existem três tipos de doutrinas:
Doutrina dos homens. Cl.2.18-23.
Doutrina de demônios. 1Tm.4.1.
Doutrina de Deus. 1Tm.6.3-5. Tt.2.1.

2. COMUNHÃO.

Onde não existe comunhão não há união, e não havendo união, a desordem se estabelece e não haverá progresso. É preciso que a igreja goze de uma perfeita comunhão para que as bençãos de Deus sejam abundantes sobre o seu povo.
Três tipos de comunhão:
Comunhão com Deus. 1Jo.1.3.
Comunhão Conjugal (familiar). Ef.6.1-4. 1Pe.3.1,7.
Comunhão Fraternal. Sl.133. 1Jo.1.7.

 3. PARTIR DO PÃO ( SANTA CEIA ).

A santa ceia, é uma das ordenanças do Senhor; a igreja de Jesus não terá vida espiritual, se não celebrar com toda seriedade e santidade, a ceia do Senhor. É necessário que celebremos a santa ceia do Senhor, em memória da sua morte e ressurreição. A ceia do Senhor nos leva a fazer três tipos de reflexões, baseadas na carta de Paulo aos coríntios, capítulo 11. Versiculos 23-33:

Introspectiva. Examine-se, pois, o homem si mesmo, e assim coma deste pão, e beba deste cálice. Vs.28
Retrospectiva. Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim. Vs.24
Expectativa. Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice, anunciais a morte do Senhor, até que venha. Vs.26

4. ORAÇÕES.

A oração é o sustentáculo da igreja, a igreja que não vive na prática da oração, estar desprovida do poder de Deus e vulnerável as investidas do diabo. É preciso orar, oração não é só sinônimo de vitória, mas é parte integrante da nossa comunhão com Deus. Uma das grandes estratégia do diabo é distrair os crentes para eles não orarem. Uma igreja que não ora está prestes a ser vencida pelo mal.

Três tipos de orações:
Intercessória.
Ações de graça.
Petições.
Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade (1Tm.2.1,2)