domingo, 13 de novembro de 2016

ACSA, UMA MULHER INTELIGENTE.

Então Calebe declarou: “Ao homem responsável por atacar e conquistar Quiriate-Sêfer darei minha filha Acsa em matrimônio!” Quem conquistou a cidade foi Otoniel, filho de Quenaz, irmão mais novo de Calebe, e este lhe entregou sua filha Acsa por esposa. Assim que passaram a viver como marido e mulher, ela o convenceu a deixá-la pedir um campo, como herança, a seu pai. Acsa foi até Calebe e, assim que saltou do jumento, seu pai lhe indagou: “O que desejas?” Ela então lhe rogou: “Concede-me uma bênção. Visto que me destinaste as terras secas do Neguebe, dá-me também fontes de água!” E Calebe lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores (Juízes, 1.12-15).

Aqui temos uma antiga história sobre Calebe, contemporâneo de Josué que ofereceu sua filha Acsa a quem atacasse e conquistasse Quiriate-Sefer. Seu sobrinho, Otoniel, aceitou o desafio e foi vitorioso. Calebe deu Acsa a Otoniel como esposa e, a pedido da filha, também presenteou o casal com fontes de águas. 
Acsa era uma jovem bonita e atraente, a ponto de despertar o interesse de Otoniel, ele correu o risco de morrer na batalha para tê-la como esposa. 

A DECISÃO DE ACSA.

Acsa decidiu mudar. Ela viveu sua infância peregrinando no deserto e presenciou os grandes feitos que o SENHOR fazia através de Josué e do seu pai Calebe. Ainda jovem, após casar com Otoniel, Acsa decidi voltar a casa de seu pai para lhe pedir uma bênção. A sua herança de direito o seu pai já havia lhe dado, todavia ela não conformada com as terras secas que havia recebido foi em busca de coisas melhores.
Acsa desejou prosperidade, e uma terra seca não produz. Por isso ela levantou-se e foi encontra-se com seu pai para reivindicar uma bênção.
Acsa foi objetiva e sabia em seu pedido, ela pediu fontes de águas, não pediu poços de águas nem rios. 
Acsa foi específica em seu pedido, ela pediu fontes de águas, não pediu uma fonte de água.

FONTES SUPERIORES E FONTES INFERIORES.

Uma pergunta e um pedido:
“O que desejas?” Ela então lhe rogou: “Concede-me uma bênção. Visto que me destinaste as terras secas do Neguebe, dá-me também fontes de água!” E Calebe lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores (Juízes, 1.15).
O pedido de Acsa foi atendido e a sua bênção foi completa. Deus conhece as nossas necessidades e está pronto para ouvir as nossas petições. Deus sabe e entende que nós temos carências de bênçãos espirituais e materiais. Precisamos manter este equilíbrio, precisamos das fontes superiores (bênçãos espirituais), e das fontes inferiores (bênçãos materiais). As fontes de Deus são inesgotáveis, a sua bênção é completa e perfeita. Está escrito: A bênção do SENHOR é que enriquece; e não traz consigo dores (Pv.10.22).

CONCLUSÃO: 
Devemos tomar a mesma atitude de Acsa, ela não se acomodou em ficar em terras secas, mas decidiu mudar. Ela não queria continuar vivendo uma vida medíocre, ela desejou prosperar, crescer e desenvolver seu potencial. Acsa tomou uma decisão e foi objetiva em seu pedido. Que sejamos como Acsa.
Você precisa se levantar, seguir na direção da bênção de Deus, dá a volta por cima e acreditar que as fontes de Deus vai jorrar em sua vida. Amém!