sábado, 27 de maio de 2017

DORCAS, UMA MULHER CARISMÁTICA.

E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que em grego significa Dorcas; que se dedicava ao ministério de boas obras e ajuda financeira aos pobres. E aconteceu que naqueles dias ela ficou muito doente e morreu. Seu corpo foi banhado e colocado em um quarto, no andar superior da casa. Como a cidade de Lida ficava próxima de Jope, quando os discípulos ficaram sabendo que Pedro estava ali, logo lhe enviaram dois homens com o seguinte pedido: Não te demores em vir até nós! Então, levantando-se Pedro partiu com eles. Assim que chegou, levaram-no ao aposento do andar de cima da casa. Todas as viúvas o rodearam, chorando e mostrando-lhe os vestidos e outras roupas que Dorcas havia feito para elas enquanto estava viva. Pedro pediu que todos deixassem o quarto; em seguida, ajoelhou-se e orou. Dirigindo-se à mulher morta, ordenou-lhe: Tabita, levanta-te! Ela abriu os olhos e, vendo a Pedro, sentou-se. A seguir, ele lhe deu a mão e ajudou-a a colocar-se em pé. Então, chamando os santos, principalmente as viúvas, apresentou-a viva. Este fato se tornou conhecido por toda a cidade de Jope, e foram muitos os que passaram a crer no Senhor (Atos, 9.36-42).

QUEM ERA DORCAS?

Dorcas, era uma discípula de Jesus, que morava em Jope, conhecida também pelo nome de Tabita, ela ficou conhecida em toda a cidade de Jope, pelo fato de ela ter o talento de tecer túnicas e vestidos, e de costurar para os pobres e necessitados. Diz a bíblia, que Dorcas, adoeceu e veio a morrer, e a notícia se espalhou por toda a Jope, e as mulheres chegando em sua casa, choravam inconsoladas, e mandaram chamar a Pedro. E, vindo ele, e vendo que havia muita gente chorando a sua morte, pediu que saíssem do quarto, e pôs-se de joelhos e orou; e voltando-se para o corpo, disse: Tabita levanta-te. E ela ressuscitou. Dorcas, é uma das mulheres mais notável do novo testamento, ficou conhecida pelas suas obras e generosidade, além do seu bom testemunho, como serva de Jesus.

DORCAS, UMA DISCÍPULA NOTÁVEL.

Em Atos 9:36 a Bíblia diz que Dorcas era uma discípula. Uma pessoa da Igreja que se dedicava a aprender e viver os ensinamentos de Jesus Cristo. Após sua morte, um grupo de discípulos teve a ideia de mandar chamar o apóstolo Pedro que estava em Lida, cidade vizinha a Jope, cerca de 14 Km de distância (Atos 9:38). No decorrer do texto, os discípulos são chamados de “os santos” – separados para Deus (Atos 9:41). Assim, Dorcas era uma discípula de Jesus, fazia parte de uma comunidade de santos e tinha o testemunho de todos, especialmente de um grupo de viúvas, quão bondosa e prestativa ela era. Dorcas era uma serva de Deus que revelava compromisso com o Mestre,  sendo chamada de discípula. Dorcas nos desafia a também sermos servos discípulos de Jesus em nosso tempo e em nossa geração. 

DORCAS, UMA MULHER CARISMÁTICA.  

Dorcas era uma mulher generosa e carismática, que atraia as pessoas com seu carisma. Mesmo depois da sua morte, colheu frutos gloriosos por suas excelentes obras, sendo o primeiro caso de ressurreição depois da ascensão de Jesus Cristo. O milagre aconteceu porque os irmãos da cidade de Jope, principalmente os beneficiados pela bondade de Dorcas, se mobilizaram em clamor, recorrendo a Pedro para que este orasse pelo “improvável” milagre. E o milagre aconteceu. Pensar no próximo antes de nós mesmos pode ser a chave para as nossas maiores conquistas. 
A ajuda prestada a outros mostra que a Palavra de Deus está na vida do servo de Deus. O cuidado com as necessidades diárias das pessoas prepara o solo do coração delas para que a Palavra de Deus crie raízes. Dorcas era fervorosa e abnegada. Para ela, tudo era fácil. Ela não contava o tempo, nem media esforços; não barganhava com as pessoas, nem com Deus. O que ela tinha não era absolutamente dela e sentia um prazer tremendo em ajudar os outros, em deixar os outros felizes. Dorcas era uma pessoa que procurava sempre elevar o espírito e o ânimo daqueles que a rodeavam. Ela sabia como suprir as necessidades de cada um. Era extremamente caprichosa e tudo quanto fazia refletia sua beleza interior. 

CONCLUSÃO:
Concluímos que, fazer o bem nunca será uma tarefa enfadonha para quem ama a Deus e ao próximo como a si mesmo. Dorcas foi uma mulher notável porque ela deixou uma marca de bondade através das suas boas obras. Que possamos seguir o seu exemplo, que sejamos cristãos abnegados a serviço do Reino de Deus. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário