quinta-feira, 20 de julho de 2017

A mesa do SENHOR é Desprezível?

“Mas vós profanais o meu Nome, quando dizeis: ‘A mesa de Deus é impura, e seu alimento é desprezível.’ E ainda murmurais: ‘Que canseira!’ E zombais do cerimonial.” Acusa o SENHOR dos Exércitos. “Quando trazeis como oferta animais roubados, aleijados e doentes, e ofereceis isso em sacrifício, imaginas mesmo que Eu deveria aceitá-los de suas mãos?” Questiona o SENHOR. “Maldito seja o enganador que, tendo no rebanho um macho sem defeito, promete oferecê-lo, mas acaba sacrificando para mim um animal defeituoso ou doente!”, adverte o Eterno dos Exércitos; “pois Eu Sou o grande Rei, e o meu Nome deve ser temido entre todas as nações da terra!” (Malaquias, 1.12-14).

O desprezo e a desvalorização as coisas sagradas foi motivo de repreensão para o povo de Deus na época do profeta Malaquias. A nação escolhida por Deus para propagar o seu nome, agora estava vivendo uma grande decadência espiritual. O povo estava voltado para as coisas materiais e desprezavam as espirituais, a ponto de desprezarem a mesa do SENHOR e trazerem a pior oferta para oferecerem ao SENHOR.  
Na época atual estamos vivendo um quadro semelhante a este, o povo de Deus, não buscam a Deus de todo coração e muitos estão em busca dos seus próprios interesses, e voltados para as coisas materiais. Muitos não ofertam o seu melhor para Deus, não prestam ao SENHOR a devida reverência e desprezam as coisas espirituais. Quem despreza a mesa do SENHOR, está desprezando o próprio Deus e provando que não tem comunhão com Ele.

A SATISFAÇÃO DA CEIA DO SENHOR.

Vai, pois, come com alegria o teu pão e bebe com bom coração o teu vinho, pois já Deus se agrada das tuas obras. Em todo o tempo sejam alvas as tuas vestes, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça (Eclesiastes, 9.7,8). 
O sábio Salomão, mil anos antes de Cristo vir e nascer da virgem, ele já profetizava acerca da Ceia do Senhor. Na Santa Ceia do Senhor, nós comemoramos a morte e a ressurreição de JESUS; e isto deve ser feito com alegria e satisfação, pois representa a nossa vitória. Devemos fazer festa, pois, Jesus morreu pelos nossos pecados e ressuscitou para nossa justificação.

A CEIA DO SENHOR NOS LEVA A TRÊS TIPOS DE REFLEXÕES:

INTROSPECTIVA.

A introspecção ocorre quando começamos a refletir e a olhar para dentro de nós mesmo, e começamos a nos examinar sobre as nossas atitudes e comportamentos. O apóstolo Paulo ao instruir a igreja sobre a celebração da Ceia do Senhor, ele diz que devemos nos examinar e também julgar a nós mesmos. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão, e beba deste cálice. Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor. Por causa disso, há entre vós muitos fracos e doentes e muitos que dormem. Porque, se nós julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados. Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo (1Co.11.28-32). Essa reflexão nos leva a fazer uma checagem geral da nossa vida espiritual diante de Deus, só assim podemos ou não, cearmos com alegria e comunhão com o Senhor.

RETROSPECTIVA.

A retrospectiva nos leva de volta ao passado, passado este que nos remete para a cruz de Cristo, onde nós podemos refletir sobre o seu sacrifício expiatório e a sua morte vicária. Um dos propósito da Santa Ceia do Senhor é exatamente este, Jesus disse: Fazei isto em memória de mim (Lc.22.19). Nesta reflexão nós voltamos ao passado para sempre nos lembrarmos do alto preço que Jesus pagou por nós; porém também nos alegramos pelo fato de Ele ter morrido por nossos pecados e ressuscitado ao terceiro dia para garantir a nossa salvação.


EXPECTATIVA. 

A expectativa nos deixa atentos e alerta quanto ao retorno de Jesus. O apóstolo Paulo nos orienta dizendo: Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice, anunciais a morte do Senhor, até que venha (1Co.11.26). Portanto entendemos que, a Ceia do Senhor tem também como propósito manter viva a esperança dos crentes e anunciar a volta de Jesus. Em quanto o mundo (as pessoas) está na expectativa de viver dias melhores, a igreja de Jesus aguarda com grande expectativa a gloriosa volta do Rei, JESUS. 

Maranata! O Rei está voltando. Amém!

CONCLUSÃO:
Que possamos valorizar a mesa do SENHOR e a sua obra de modo geral, que possamos valorizar a nossa salvação pelo sacrifício da morte de Jesus, e proclamar as boas novas de salvação para os perdidos. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário